Quinta-feira, 25 de Dezembro de 2003, 04:53

Aniversários, datas, etc …
Outra coisa que eu lembrei … sobre essa questão de datas. Pra mim pessoalmente, enquanto Lucas dos Santos Ribeiro, esse lance de datas é meio … sei lá, entende … por exemplo, Natal, que agora está em alta. Acho que o tão falado “espírito natalino” deveria ser vivido o ano todo, e não só na época do Natal. Certo ? O Natal é uma data que se celebra o nascimento do Amor, da Alegria dos homens, e é importante sim para lembrarmos de um fato que tem relevância fundamental para a nossa vida (“nós” me referindo aos cristãos, perdoem-me os não-cristãos). Mas é só isso. Ficar naquela coisa de Oh! … “agora eu vou ser bonzinho, agora vou ajudar os necessitados, vou fazer caridade e etc etc” … e quando passa o Natal, tudo é esquecido e volta-se à rotina da indiferença e do descaso …

Isso vale também pras outras datas … aniversários, por exemplo. Tem algumas pessoas (às vezes, “algumas” é a maioria) que só dão as caras no dia do seu aniversário, mandam cartões, ligam, vão na festa, dão um abraço… passou do aniversário, voltam ao esquecimento. Claro que existem muitas exceções, como quando a pessoa é muito “atarefada” ou muito ocupada (se bem que eu acho que isso ainda não é desculpa) e não pode parar para ligar de vez em quando, vou dar um alô em um dia qualquer inesperado… Eu adoro, gosto demais mesmo, de receber presentes, nem que seja um abraço, uma caneta, uma agenda, um telefonema, uma visita, enfim. Qualquer coisa, que seja realmente de coração, e melhor ainda, totalmente imprevisível, inesperado, num dia “qualquer”, numa hora “qualquer”. Como por exemplo o CD do Egberto Gismonti que eu ganhei do Lucas.

Eu nem encano muito quando as pessoas esquecem o meu aniversário, aliás … se bobear, é capaz até de eu mesmo esquecer! E às vezes, acabo usando isso (erradamente, diga-se de passagem) como “desculpa” para esquecer os aniversários dos outros também. Esses dias até esqueci o aniversário da minha mãe !! Sorte que ela também não encana muito com isso. Mas então … ultimamente esses meus conceitos têm sofrido algumas mudanças, principalmente por causa da Li. Ela dá muita importância pra isso, como uma ultra super mega festa não para se exaltar, mas acima de tudo para reunir os amigos e pessoas queridas, celebrar a Vida, rever pessoas que você não tem a oportunidade de ver com tanta freqüência durante o ano, mais ou menos por aí. Isso eu acho super válido. E assino embaixo. E, quem sabe, um dia, eu não faça uma festa de aniversário pra mim nesses moldes também? Nada é impossível! Aliás, algumas coisas são sim … mas … bom, você pegou o espírito da coisa.

Outra coisa rapidinha, mudando radicalmente de assunto… algumas pessoas (uma!) comentaram comigo pra eu colocar arquivos, pra não ficar muito lento pra carregar a página com todos os posts desde o primeiro. Pois é, eu concordo em termos. Pensei a respeito, e resolvi implementar um esquema de arquivos anuais. Portanto, quando chegar dia 20 de janeiro, vou botar um link pra essa página e não vou mais mexer nela, e vou começar outra do zero. Acho que fica melhor assim. Ou menos pior. Você decide.

p.s. A noite de Natal foi produtiva, hein !!! Três posts relativamente grandes, e, presumo eu, legais … vamos ver a reação da galera. ;-)
Comentários


Quinta-feira, 25 de Dezembro de 2003, 04:30

Como não podia deixar de ser … Feliz Natal !! (não espere “ho! ho! ho!”, meu caro)
Caramba ! Quase ia me esquecendo, hoje é Natal, né ! Poxa … O ano acabando, festas, família, só alegria … Aliás, eu tava reparando … dia 20 de janeiro, meu queridíssimo blog faz aniversário de um ano! Olha só que bacana! Hoje fui na Missa de Natal, na capela Dom Bosco, e teve uma coisa que eu achei muito legal … no final da Missa, teve a apresentação de um coral de surdos-mudos, e você logo de cara pára e pensa: “Peraí, eu li direito ? Um CORAL de SURDOS-MUDOS ?!” Pois é, isso mesmo… Eu também achei meio estranho no começo, mas putz ! Colocaram uma imagem do menino Jesus na manjedoura, no centro, e ficaram 3 homens de um lado e 3 mulheres de outro, todos vestidos de branco, como que anjos cantando “Glória a Deus nas alturas, e Paz na Terra aos homens de boa vontade”, algo assim. E uma mulher de vermelho na frente deles, de costas pra galera, “regendo” o coral. O pessoal da música cantou/tocou Noite Feliz, eles tavam muito inspirados! E o pessoal do coral fazia os gestos, coisa mais linda! Sabe, quando as pessoas que estão na frente não fazem de qualquer jeito, só por fazer, mas por mais simples que seja o que elas têm pra apresentar, toca no fundo do coração, só pelo Amor com que eles estão fazendo ! Nossa ! Foi muito profundo !!

Então, gente … Não sei se alguém que lê esse blog ainda acredita em Papai Noel … Eu acredito de todo o meu coração que não, mas … enfim. Poxa… Não. Eu não vou falar isso não. (Que bizarro isso, eu estou pensando em algo pra escrever aqui, e ao mesmo tempo conversando comigo mesmo, me negando a escrever o que estou pensando…) Pois é. Eu ia falar sobre o verdadeiro sentido do Natal, toda aquela história do menino Jesus, da mudança e da transformação que Ele veio trazer, etc … Mas não vou falar disso não. Acho que vocês já devem estar carecas de saber disso. E deve ter uma galera que lê isso aqui que nem é cristão, e nem acredita nessa baboseira toda de Natal, Jesus etc, e acha que isso tudo é mais uma ocasião para beber, comer ou ir pescar … sei lá. Acho que todos nós já estamos meio cansados de ouvir discursos. Não só sobre Natal, sobre tudo. As pessoas falam, falam e falam … faça isso, não faça aquilo, acredite nisso, não acredite naquilo, vá por este ou aquele caminho … Acho que a gente (eu digo a gente enquanto Humanidade) tá precisando de mais Vida e menos palavras… eu diria “palavras-Vida”… “falar” pras pessoas fazerem algo ou viverem deste ou daquela maneira FAZENDO, ou VIVENDO, e não falando. Isso convence mais … bem mais! É assim que se muda o mundo. Fácil ? Bem … tem gente que acha fácil andar de monociclo tocando flauta, ou assobiar e chupar cana ao mesmo tempo … eu particularmente acho bem difícil, pra caramba, esse negócio de viver o que se acredita, e não só tentar impor a “sua verdade” pras pessoas. Mas difícil não é impossível. Ainda bem, né ! Então, vamos fazendo a nossa parte … discursando menos, vivendo e agindo mais .. ;-) (parece fácil né ?!)
Comentários


Quinta-feira, 25 de Dezembro de 2003, 04:03

Cortando a grama …
Descobri uma coisa fenomenal … tá bom, talvez nem tanto, mas no mínimo interessante … Passei os últimos dois dias (segunda e terça) cortando a grama do quintal lá da fazenda, o que significa um montão de grama, deve dar o equivalente a uns dois campos de futebol, mais os altos e baixos (campo de futebol é mais fácil por ser tudo plano). Até aí, beleza… Eu gosto de cortar grama, é legal e tudo mais, mas uma coisa eu não sabia, ou acho que ainda não tinha notado.. é incrível o tanto de idéias que surgem, e no tanto de coisas legais que eu penso enquanto estou cortando grama ! Impressionante ! A única coisa chata disso tudo é que eu não consigo lembrar de tudo o que eu pensei depois… Algumas coisas eu lembro, por exemplo, uma solução para esse problema de não lembrar das coisas: toda vez que for cortar grama, carregar um gravadorzinho de bolso, daqueles que usam fita de secretária eletrônica, sabe ? E ir falando o que eu vou pensando, gravar tudo, e depois escutar e passar a limpo (ou não), escrever um livro quem sabe… Sabe-se lá o que pode sair, o quanto de criatividade que pode vir a brotar de um dia produtivo inteiro cortando grama, vai ver eu até me torno algum escritor famoso, sei lá …

Mas depois eu pensei um pouco nisso, e é meio inviável … Acho que não vou conseguir expressar vocalmente tudo o que eu estiver pensando, toda a riqueza dessa imaginação extremamente fértil, especialmente durante o ápice do corte de grama … Uma alternativa seria um “suposto” scanner de pensamentos, supondo que em algum futuro próximo essa geringonça (ou instrovenga, como diz a minha amada avó) seja inventada por algum cientista maluco … nesse caso fantasioso, eu me pouparia o trabalho de gravar tudo em fita, e isso envolve ficar apertando os botões REC, STOP, etc (uau! que trabalho imenso!), passar tudo a limpo etc… Bastaria pensar, e o tal scanner de pensamentos jogaria tudo num arquivo em um cartão de memória de tantos gigabytes… uma outra questão seria o formato do arquivo … Complexo!!! Nossa, quanta viagem, quanta bobeira, eu hein … acho que esse foi o post mais viajado de todos os tempos, você deve tá pensando que eu tomei LSD, ou coisa do tipo antes de escrever toda essa abobrinha … Mas eu gostei, tava com saudades dessas coisas, dessas viagens… é legal viajar um pouco de vez em quando. Ah, outra coisa rapidinha, antes de finalizar, que eu lembrei agora … esse lance de viagens, corte de grama etc .. me fez lembrar do filme Passageiro do Futuro, não sei se você já assistiu … é bem legal, é sobre um cara meio jacu (jeca tatu, bicho do mato, etc) que corta grama pra um cientista (acho que é cientista, não lembro direito) que trabalha com realidade virtual … ele começa a participar de algumas experiências dele, e acaba se tornando um psicopata maníaco homicida lunático com super poderes. Bem louco mesmo. ;-)
Comentários


Quarta-feira, 17 de Dezembro de 2003, 03:55

Metacomentários divagantes saudosistas
Comecei o post, mas ainda não sei exatamente o que vou escrever aqui … Estava com uma vontade doida de escrever alguma coisa no blog, só isso … Tava dando uma olhada nos posts antigos, aliás, essa é uma das coisas mais legais de se ter um blog: relembrar dos fatos legais e não tão legais acontecidos no passado, lembrar das circunstâncias nas quais você tava escrevendo tal coisa, é como olhar álbum de fotografias de família! Muito gostoso! E é engraçado também … Eu começo a desejar ter escrito mais coisas, a lembrar de algumas coisas que aconteceram entre um post e outro que eu não coloquei no blog por este ou aquele motivo, e putz! Começo a querer tentar “blogar” mais a partir de agora, mas sei que isso acaba sendo só um fogo de palha, que daqui uns dias volta tudo ao normal, com posts quase mensais … sei lá … a gente faz o que pode, né! ;-)
Comentários


Terça-feira, 16 de Dezembro de 2003, 02:58

Mais pérolas do Irmão Roger… Alegria !
Então… hoje estava lendo um trechinho daquele livro legal pra caramba, “Seu Amor É um Fogo”, do irmão Roger de Taizé.. e achei muito bacana, muito mesmo, um texto que fala sobre a alegria, sobre o “espírito festivo”.. Resolvi colocar aqui, o texto é bem pequeno, vale a pena gastar uns 5 minutinhos pra ler.. ajuda a gente a crescer, a viver, especialmente nessa semana da Alegria ! ;-) (A Igreja Católica celebra na sua liturgia dessa semana, a Alegria!) Boa leitura…

Desde a alvorada, uma festa

Um dia, um dos meus jovens irmãos descobriu este pensamento de santo Atanásio: “O Cristo ressuscitado faz da vida do homem uma festa contínua”. E quando ele me disse essas palavras pela primeira vez, não respondi, mas disse com meus botões: “contínua” tem alguma coisa de exagero…

Hoje em dia, acho que santo Atanásio sabia porque usava “contínua”. Nossa existência de cristãos consiste em viver constantemente o mistério pascal: pequeninas mortes sucessivas, seguidas de inícios de ressurreição. Daí em diante, com todos os caminhos abertos, nossa vida prossegue, usando o que temos de bom e de menos bom. Um espírito de festa ressurge até nos momentos em que já não sabemos muito bem o que está acontecendo conosco, até na provação mais dura, uma ruptura afetiva. O coração está despedaçado, mas não endurecido: e começa a viver novamente.

Como animar dentro de nós um espírito festivo? Em primeiro lugar, acreditando na nossa própria humanidade. Por causa de Cristo, nada está perdido. Ele refaz tudo, a tal ponto que, cada manhã ao despertar, o espírito de louvor pode prevalecer. Seja qual for a dificuldade que se apresente no decorrer do dia, uma animação interior a modifica e a transforma, reergue o homem acabrunhado.

O espírito de festa não nasce de excesso artificial de excitação. A festa se constrói. Na monotonia da vida, descobre-se pouco a pouco uma manifestação de alegria.

As refeições renovam a festa. Sabem como às vezes viajamos com nossos irmãos? Quando vamos de trem, levamos nossa comida. Se for à noite, apagamos as luzes, acendemos uma vela bem grossa e convidamos os desconhecidos que lá estão a comerem conosco, para nos alegrarmos não apenas entre nós, mas também juntamente com quem está ao nosso redor.

Quanto mais envelheço, mais busco uma felicidade do coração nas testemunhas que me servem de apoio. Muitas vezes, leio duas ou três frases de João XXIII. Eu o amava, e o sentimento era recíproco. Tenho necessidade do seu rosto e confiança na sua oração, ele, que está na eternidade de Deus.

Para se permanecer no espírito festivo, os rostos são ainda mais importantes do que as palavras. Eles traduzem a amizade, e a amizade é o rosto de Cristo. Nada é mais belo do que um rosto que se tornou transparente graças a toda uma existência de combates e lutas. Todos os rostos são belos, sejam tristes ou radiantes. Minha vida é perceber nos outros aquilo que os devasta que aquilo que os alegra, é comungar com o sofrimento e com a alegria das outras pessoas.

Desde a adolescência, e durante toda a vida, desejei nunca condenar ninguém. Para mim, o essencial em relação a quem quer que seja sempre foi compreender tudo. Quando consigo compreender o outro, já é uma festa.

1970, Que tua festa permaneça
Comentários


Sexta-feira, 12 de Dezembro de 2003, 12:56

Programa de rádio na MUDA
Então… Ano que vem estou com uns planos bem legais…. fazer um programa de rádio na MUDA bem legal mesmo, estou pensando em tocar músicas que exaltem as pequenas coisas da vida, que dão mais Alegria e mais sabor a esta, músicas como “Don’t Worry, Be Happy”, “Raindrops Are Falling On My Head”, “Samba da Bênção”, entre outros.. Sabe, aquelas musiquinhas gostosas de ouvir, que faz você se lembrar de momentos legais e felizes e nostálgicos e saudosistas da sua vida … pois é. Um programa que fale do Amor.. por aí.. Talvez o meu irmão até faça o programa comigo, se ele passar na Unicamp.. acho que ele passa sim. Já estou começando a juntar músicas, pegar umas na net, fazer uma coletânea bem legal pra tocar o semestre todo… Legal né? ;-) Ah, se alguém tiver alguma sugestão de música para o programa, me mande por e-mail por favor, vou ficar muito feliz!
Comentários


Quinta-feira, 11 de Dezembro de 2003, 22:01

TCC sobre o Projeto Universidades Renovadas
Recentemente, uma amiga nossa (minha e de um pessoal aí), a Ariana de Bauru, defendeu a Tese de Conclusão de Curso dela (TCC). Ela se formou em Jornalismo e resolveu fazer o TCC sobre o PUR, e a tese dela foi aprovada com nota máxima. Vale a pena dar uma conferida, principalmente quem não faz a menor noção do que seja PUR… ainda não tive a oportunidade de ler a tese toda, mas pretendo fazê-lo o quanto antes… parece que tá muito legal mesmo!! Ah, esqueci de falar, a tese foi publicada pela Universidade do Porto (IJI) em parceria com a USP (CEMOrOc). ;-) Abaixo estão os links para uma página do site do Jean com algumas fotos da defesa, e para a página com a tese na íntegra, respectivamente. Depois eu coloco os links junto com os outros, na coluna da esquerda, bonitinho…

http://jean_lauand.tripod.com/page17a.html
http://www.hottopos.com/videtur24/

Comentários


Quinta-feira, 11 de Dezembro de 2003, 21:18

Festa da Li
Uau ! Quanto tempo ! Como sempre acontece quando eu fico sem escrever um bom tempo, não vou ficar contando o que aconteceu no passado, pelo menos não tudo… só o que for realmente interessante e “ininencontável” (o que não se pode deixar de contar).. Certo. Estou já em Campo Grande, desde sexta-feira passada, no aconchego do lar, gozando da doce companhia dos meus queridíssimos pai, mãe, irmão e irmã. Tem algumas coisas que eu quero contar nesse post…

A primeira delas é sobre a Festa da Li, a super ultra mega hiper festa de aniversário que teve lá na casa dela na sexta retrasada, dia 28 de novembro. Foi bem legal mesmo, pra caramba ! Deve ter ido algo em torno de 150 pessoas no total.. Acho que ninguém se preocupou em contar, mas a casa é super grande e ficou lotada, de não ter espaço pra se locomover direito… Fiquei muito feliz (e a Li mais ainda!) que quase todo o pessoal da minha república foi, e o meu irmão também (que tava em Campinas pra fazer vestibular). Digo quase porque aconteceu um imprevisto muito chato, o David foi pra Unicamp de tarde e esqueceu de avisar o pessoal quando voltava, pra onde ia, etc … Eles iam de carro com o Marcos, e ficaram esperando até umas 19h por ele, tentaram ligar no celular, e depois foram embora … o David chega em casa uma meia-hora depois e não encontra ninguém !! Poxa ! Fez muita falta ele lá na festa ! Mas fazer o que, agora não adianta chorar o leite derramado … ano que vem vamos todo mundo !! ;-)

A festa tava bem animada, tinha mais ou menos duas “facções” distintas: um povinho reunido na sala, aliás, que sala !! Aqueles dois super sofás-esquema, virados um de frente pro outro, e a sala em si, nossa! Super acolhedora, aquele ambiente bem caseiro mesmo sabe.. Ficou um povinho lá tocando violão, flauta e gaita, (o Leoziho, eu e o João), o resto da galera cantando junto, muito gostoso !! E tinha o outro pessoal que ficou dançando forró lá fora, no “quintal” (que, aliás, é super grande!) e ouvindo outras músicas … de vez em quando as pessoas das duas “facções” se misturavam ..

Teve também o super bolo ultra delicioso da minha super sogra, a amada Lúcia, estava simplesmente divino! Sem comentários! Só quem experimentou sabe do que eu tô falando … Pra quem não foi, fica a intimação pro ano que vem ! ;-) E deu certinho pra todo mundo o bolo, só umas 2 ou 3 pessoas repetiram… Mais pro final da festa, começou uma quadrilha super animada, foi engraçadíssimo, cada um puxava algum passo estranho, conhecido ou não, e foi aquela festa! Canguru, caminho da roça, baile, “olha a chuva!”, túnel do amor, entre outros … O pessoal se empolgou tanto com a quadrilha, parece que a idade foi reduzindo, teve um efeito fonte-da-juventude … e começaram a brincar de esconde-esconde, ocasião na qual o Helder, meu querido amado salve-salve irmão quebrou o dedão do pé… Foi super engraçado os vizinhos chegando pra participar da festa também, e vendo aquele pessoal estranho se escondendo, eles com aquela cara de “o-que-esses-loucos-estão-fazendo” … Depois rolou até uma dança da cadeira, super engraçada …

A festa durou até umas 4:30 da manhã, foi simplesmente fantástico, memorável, pra ficar na história … Muito legal mesmo! Outra coisa engraçada que aconteceu foi o William, um amigo nosso de lá, que também resolveu dormir na casa da Li (junto com o povo da Éramos Seis, meu irmão e o Kalamar)… todo mundo oferecendo colchão, colchonete pra ele “não quer dormir um pouco William?!” e ele irredutível “não, não gente … só vou esperar até umas 5h pra pegar o primeiro busão, não vou dormir não..” … na manhã seguinte, eu acordo e tá lá ele jogado no sofá, roncando feito um condenado … hehehehehehe…

Outra coisa à parte também foi a presença mais que marcante do digníssimo Luiz Paulo, um dos caras mais gente boa que eu conheço na face da Terra ! No dia seguinte à festa fiquei com o corpo todo dolorido, só de “cumprimentar” o cara … Calma, não se assuste .. é que a gente tem uns “cumprimentos” não muito “normais” para os padrões da sociedade, e em “a gente” se inclui também a Li, o Che e outros doidos … a Li conta que uma vez ela e o Luiz Paulo (de agora em diante chamado “LP”) se viram na Av. Corifeu em São Paulo, os dois estava a uns 50 metros de distância um do outro, e os dois deitaram no chão com o rosto por terra, como que se prostrando um em relação ao outro, tamanha a admiração, amor, carinho, e porque não, loucura entre eles … ;-) Quando encontrei o LP na festa da Li, um pulou em cima do outro, nos abraçamos, um carregou o outro, caímos no chão, rolamos, foi aquela festa … a gente se diverte .. ! ;-)
Comentários


Quinta-feira, 20 de Novembro de 2003, 21:43

“Livro é tudo igual: as letras são as mesmas, só muda a ordem!”
Professor João Meidanis

Comentários


Quinta-feira, 20 de Novembro de 2003, 12:41

Remendos no Tau / Chuveiro estranho
Duas coisas rápidas, mas rápidas mesmo, que eu ainda tenho que dar conta do meu trabalho de Arquitetura de Computadores… Uns dias (ou semanas) atrás a cordinha do meu tau arrebentou.. Eu gosto demais desse tau, não tinha a mínima intenção de comprar outro. Fui remendar, e ficou até legal, o remendo fico bem em cima de um dos nós. Fui colocar de novo, e a cordinha arrebentou em outra parte. Remendei de novo, e depois deu certo. Só que a cordinha ficou bem menor, mas ainda assim deu pra colocar no pescoço. Agora está com 3 nós gigantes e um pequenininho… tá até engraçado! ;-)

A outra coisa é um comentário sobre o chuveiro lá de casa. Ultimamente ele tem apresentado uma característica bem estranha, e extremamente chata: um dos zilhões de filetezinhos de água solta água fria… imagina, você tomando um banho quente, e aquele único filete de água fria no meio, aquele choque térmico, fantástico !… (sendo irônico, caso alguém não tenha notado) Bom. Era isso. Eu acho. De volta ao trabalho. Ah!! Hoje cedo meu irmão chegou de Campo Grande pra fazer as provas do vestibular aqui. Estou super feliz. ;-)
Comentários


Terça-feira, 18 de Novembro de 2003, 17:31

Mudança / Aniversário de Casamento / Chuva
Já faz um tempinho que eu não escrevo… Caramba! Muitas coisas acontecendo, aliás, talvez nem tantas assim. O semestre tá terminando graças a Deus, fechei quase todas as matérias sem exame, só falta mais uma, Arquitetura de Computadores, que tem um trabalho pra essa semana e uma prova pra semana que vem. Essa matéria atrasou porque o professor que a ministra (o Ducatte) resolveu entrar em greve, aí deu no que deu. De qualquer maneira, eu ia ter que ficar em Campinas no mínimo até dia 13 de dezembro, pois nesse dia vai ter uma apresentação do coral Taizé. Enfim.

Esse fim de semana que passou agora eu fui pra São Paulo, a Li e as meninas da república dela (a Gi, a Rô e a Carol) estavam fazendo mudança, e eu fiquei ajudando elas. Foi bem legal. A casa nova é gigantesca, muito grande mesmo. A velha era extremamente minúscula, as 4 dormiam num quarto só, bem pequeno, quando elas estavam dormindo não dava pra andar dentro do quarto… Era realmente muito pequeno! A nova tem 3 quartos imensos, uma cozinha muito grande, e uma área bem grande mesmo no fundo, que dá pra fazer churrasco, festa, e o que mais a imaginação permitir! Aliás, na sexta da outra semana vai rolar o aniversário dela, quem quiser ir, saber onde é, combinar de ir junto etc, é só me mandar e-mail ou conversar por ICQ mesmo, que a gente dá um jeito.

Outra coisa legal: precisamente hoje, meus avós maternos (vô João e vó Madalena) completam 59 anos de casados, legal né ?! Eu liguei pra eles no domingo, tava tendo aquela festança com toda a família reunida, dei os parabéns pra minha vó, ela ficou super feliz de eu ter ligado. Na verdade, eu fiquei sabendo disso meio que “por acaso”, tinha ligado pro meu irmão, e ele falou que tava indo pra casa dela, pra festa e tudo, e falou que ela ficaria muito feliz se eu ligasse pra ela … Aí eu liguei, e batata! Ela ficou muito feliz! =) Eles dois são um exemplo muito bonito pra mim e pra um monte de gente, veja só, 59 anos é tempo pra caramba !!!!

Que mais ? Nossa, esse post tá bem heterogêneo, com várias coisas pingadas, aparentemente sem conexão uma com a outra, mas .. enfim. Na volta de São Paulo, peguei o Limeirense direto da USP pra Unicamp, quando tava indo pro ponto peguei o maior toró, eu e a Li, ficamos ensopados… E foi meio chato, porque o busão chegou meio de repente e nem deu tempo da gente se despedir direito… Mas tá bom. Dentro do ônibus também tava chovendo, o teto devia estar furado, sei lá. Tava uma chuva muito forte!! Foi bem engraçado porque logo depois que a gente chegou no ponto, parou de chover completamente … e depois que eu entrei no busão começou de novo. Em Campinas teve até inundação no centro! Ainda fui pra reunião de Iniciação Científica com a mochila cheia de roupas molhadas, e depois pra reunião do grupo de Arquitetura de Computadores … só depois fui pra casa tomar um banho quente e botar uma roupa seca … ! ;-)
Comentários


Sexta-feira, 07 de Novembro de 2003, 14:21

A alegria dos múltiplos de 5
Talvez este seja o título mais estranho desse blog.. talvez não. Só quero dividir com vocês um pouco da minha alegria. Bom, deixa eu explicar. Quando você entra na BC (Biblioteca Central), você apresenta o RA (Registro Acadêmico) e pega uma chave de armário, bota suas coisas dentro (mochila, casaco etc) e sobe pra estudar ou o que quer que você tenha ido fazer. Pois é. A questão é a seguinte: os armários estão dispostos como se fossem uma tabela de 5 linhas e muitas colunas, não sei se estou sendo claro o suficiente. Ah, os armários também são numerados. E os que são numerados com múltiplos de 5 são os mais altos. Enfim. Vocês não têm idéia do quanto eu fico feliz, quando vou no balcão pra pegar a chave, e a tiazinha me dá algum que é múltiplo de 5, você deve tá se perguntando.. Porque?! Uma coisa tão banal … Então, quem me conhece sabe que eu sou alto, bem alto … E é muito chato ter que ficar me abaixando pra colocar a mochila no armário. Talvez seja um pouco de egoísmo da minha parte… talvez não. Sei lá. Mas fato é que toda vez que eu vou na BC (e graças a Deus eu tenho ido bastante nos últimos tempos, sinal que eu estou estudando, ou pelo menos tentando) e pego uma chave “legal”, fico muito muito feliz e alegre. E era isso que eu queria falar. Só isso mesmo. ;-) p.s. daqui a pouco vai ter ensaio dos flautins, e à noite tem apresentação da Tríade (grupo que o Carlão dos Flautins toca) êêêêêê!!!
Comentários


Segunda-feira, 03 de Novembro de 2003, 19:32

Balada na Toca / Cruzadas
Sexta-feira de manhãzinha fui na Missa do Carmelo, e encontrei a Aline (a não-minha-namorada) e a Rúbia… elas me perguntaram umas coisas sobre a Toca de Assis, que eu respondi na maior das boas vontades.. Até que elas me perguntaram isso: “Você já dormiu na Toca?” … Eu fiquei sem resposta… Eu respondi assim: “Sabe que eu nunca parei pra pensar nisso? Taí, acho que hoje é um bom dia pra ir dormir lá..” Fiquei super feliz na hora. Fui pra aula, depois fui pro ensaio dos Flautins, de noite fui ver a peça “Cruzadas”, que aliás é muuuiito boa, muito legal, muito tudo … Bom, deixa eu falar um pouco sobre a peça, vai ..

Uma coisa que eu achei bem bacana foram as arquibancadas móveis. O lugar era um galpão da Estação Cultura, uma antiga estação ferroviária daqui de Campinas, e tinha 2 palcos, um em cada extremidade do galpão. As arquibancadas (4) tinham rodinhas, e entre uma cena e outra, a galera do elenco empurrava as arquibancadas no braço mesmo, de um palco pro outro. Era muito louco, enquanto eles empurravam, ficavam cantando músicas sinistras, ficava aquele clima super legal de suspense, de mistério.

A peça em si faz um paralelo entre as Cruzadas da Idade Média, e as guerras atuais em Jerusalém, as brigas entre diferentes religiões, os extremismos, fundamentalismos, etc. Falaram muito da “cegueira”, de como as pessoas não enxergam quando estão envoltas por tanta discórdia e mergulhadas … putz, começou a ficar muito meloso isso, nem vou continuar. Vocês pegaram o espírito da coisa, né? Certo. Enfim.

Ah, esqueci de falar, encontrei a Ju lá, e consegui entrar graças ao meu amigo Tarcísio (do CACo), que estava na bilheteria e me deixou entrar sem convite. Eles distribuíam os convites 1 hora antes de começar (entrada franca), e já estava esgotado a hora que eu cheguei. Santa “migué”!!! ;-) Depois que saí de lá, fui pra Toca, primeiro na São Pio, que fica bem pertinho de lá… Tava fechada, tudo apagado.. e a campainha com defeito. Fui pra Casa da Aliança, que ficava um pouco longe de lá, mas nem tanto. No caminho, encontro com 2 irmãos da Toca ajudando um irmão bêbado a ir pra lá… Ajudei eles a carregar o cara, cheguei na Toca, tomei um banho … super legal, eles me emprestaram toalha, sabonete, cobertor pra eu dormir, etc…

O João, um irmão de lá muito simpático, falou que eu tenho “espírito de toqueiro”, só porque eu dormi no chão, sem nem mesmo estender um cobertor por baixo … eu acabei usando o cobertor que ele me deu como travesseiro.. Só depois, mais de madrugada, ficou meio friozinho, aí eu peguei um outro cobertor pra me cobrir. Aliás, você deve estar se perguntando: “Como foi que você acordou?!” Com o frio? Não … Pois é, eu dormi bem na porta da Capela, não sei se todo mundo sabe, mas na Toca eles têm adoração perpétua, ou seja, sempre tem alguém lá, 24h por dia, 365 dias por ano. Mais ou menos 3h da manhã, eu acordo com alguém abrindo a porta da Capela e me cutucando.. “Ei, você sabe onde irmão Fulano tá dormindo? É a hora dele agora”… Fiz um sinal de negativo com a cabeça, peguei um cobertor e voltei a dormir.

Acordei no outro dia às 6:20 da matina (tinha ido dormir mais ou menos 00:30) e fui na Missa com 2 irmãos, lá no Templo Votivo do Ss. Sacramento. Foi muito louco, o padre tinha cabelo comprido e era barbudo, é o primeiro padre com cabelo comprido que eu vejo na minha vida! E mais: ele fez a homilia (sermão) um pouco antes da Comunhão, depois do Cordeiro… Eu achei super estranho, mas tudo bem … tá valendo ;-)
Comentários


Quinta-feira, 30 de Outubro de 2003, 00:06

PlayStation volta ao trono na E6 (pra ficar?)
É tempo de festa na Éramos 6 … Depois de quase um ano de ociosidade, o famoso e querido amigo PlayStation voltou à ativa, não com força total, mas… jogável. Bem. Parece que tem uma falha bem complicada no leitor ótico do CD, e as chances de um certo jogo X funcionar é totalmente aleatória. O jeito é partir pra estratégia da “tentativa e erro” mesmo … Mas dá até pra relembrar os velhos tempos da E6, quando, no comecinho do ano, o pobre PlayStation não tinha sossego: todo santo dia os 5 marmanjos se aglomeravam em volta dele para passar o tempo (horas) jogando Gran Turismo, Street Fighter etc… ;-)
Comentários


Quarta-feira, 29 de Outubro de 2003, 22:48

Primeira apresentação (que eu participo) dos Flautins Matuá
Antes de falar sobre essa apresentação dos Flautins, quero falar de duas outras coisas. Primeiro, um negócio muito engraçado que o professor de Prob. (o “Tião Amorzinho”) falou numa aula… desde já deixo uma advertência: pode não parecer tão engraçado vocês lendo, mas eu garanto que na hora foi. Enfim. Ele tava falando de como os seres humanos são superiores aos outros animais, que tem o incrível dom de pensar, de raciocinar, etc. Aí ele me solta essa: “Nós por exemplo, estamos aqui assistindo aula, felizes da vida, e os pássaros voando, idiotas, lá no céu … ” Eu e a Kelly lembramos disso na aula de FeTransp hoje, foi muito engraçado… (Dá uma risada aí POR FAVOR, só pra eu não ficar sem graça!)

Hoje também aconteceu algo interessante, e, no mínimo, doloroso… Eu tava indo pra casa do Léo a pé, depois de descer do busão, e a minha havaiana resolve arrebentar! Putz! Foi um desastre total! Fazer o quê? Botei o chinelo na mochila e segui em frente descalço. No começo foi até legal, eu gosto de andar descalço, principalmente quando eu NÃO estou andando no concreto e no asfalto… Mas tudo bem … Fiquei de 15:30 até agora, andando descalço pela cidade. Meu pé tá com umas 5 ou 6 bolhas agora … mas foi legal! Você já andou na grama descalço? Grama molhada? É muito gostoso!!! ;-)

Agora finalmente o assunto do título do post… Rolou o “fuá” (depois eu explico, ou não) lá na BioArt. Foi muito louco! Pra começar, hoje ficou pronto o meu querido porta-flauta, de crouchê, muito lindo!!! A alça é laranja e marrom, e o saquinho onde vai a flauta em si é verde, amarelo e marrom… muito lindo mesmo!!! Gostei demais. Toquei com o povo com uma saia azul por cima da bermuda, a camiseta do avesso, um colete marrom, cabelo solto e rosto pintado de vermelho … muito legal mesmo!! Tava todo mundo com roupas bem coloridas e bem doidas … Gostei demais da conta! Tocamos no meio da galera, todo mundo dançando, pulando, se alegrando … foi tudo de bom! Como eu disse, a cada dia eu fico mais apaixonado por esse grupo … Flautins Matuá !!! ;-)
Comentários


Sábado, 25 de Outubro de 2003, 00:03

Mais Flautins Matuá ! / SUBA !
A cada sexta-feira, a cada ensaio dos Flautins, estou mais apaixonado por aquele povo, pela música deles (nossa). Impressionante! Hoje a gente foi tocar no SUBA. Aliás, vou gastar 1 ou 2 parágrafos pra explicar rapidamente o que tá rolando. Se você quiser os detalhes, tudo mesmo tim-tim por tim-tim, dá uma olhada no site do CMI (Centro de Mídia Independente), tem um link na parte ‘etc’, logo abaixo de ‘bandeconet’.

Pois é. Faz mais ou menos uns 2 ou 3 meses que o SubWay, uma lanchonete que tinha na frente do bandejão, faliu, e o espaço deles ficou meio abandonado. Parece que alguns bancos (Itaú e HSBC) e empresas estavam brigando por esse espaço. Além disso, tem também a situação dos projetos de extensão comunitária da Unicamp, que não recebem verba, nem apoio institucional, nem um espaço para fazer reuniões, nem nada da Unicamp. A universidade dá uma ênfase maior aos cursos de ‘extensão’ pagos, que são caríssimos, e acabam restringindo muito o acesso a eles. Somente uma minoria pode pagar esses preços. O resto da sociedade fica a ver navios, e a extensão, que era pra ser uma forma da universidade retribuir para a sociedade o que esta investiu naquela, acaba não cumprindo o seu papel, ficando vazia e se desvirtuando completamente.

Com base nisso tudo, a galera da extensão, apoiados por uma outra galera bem grande, incluindo DCE, CAs de vários institutos da Unicamp, professores, alguns grupos sociais, etc, resolveram ocupar esse espaço. A ocupação começou na segunda-feira dia 20, e deram o nome de SUBA (Sociedade e Universidade em Busca de Alternativas). Acabou se transformando num novo espaço para vivência de toda a comunidade, tá rolando uma programação cultural bem variada, com oficinas, saraus, festas, apresentações, entre outros. O pessoal do SUBA tá tentando entrar num acordo com a reitoria mas tá difícil, eles sequer conseguem passar da porta de lá, são logo barrados pelos seguranças! Nem conseguem chegar na secretária. Bom .. acho que já tá bem contextualizado, né? Se quiser saber mais, novamente aconselho a você dar uma olhada nas matérias que o CMI publicou. O link tá lá do lado.

Certo. Hoje fomos tocar lá com os Flautins Matuá. Tinha pouca gente assistindo, e acabou ficando mais um clima de ensaio mesmo. Passamos muitas músicas do repertório deles, que eu quase não conhecia. Nos 2 outros ensaios que eu fui, aprendi só algumas músicas de capoeira. Foi muuuiiiito legal, muito bacana mesmo!! As músicas contagiam de uma forma! E estou fazendo grandes amizades também … aos poucos vou conhecendo a galera, me enturmando.. na semana que vem vamos nos apresentar na BioArt, na quarta-feira. Amanhã vou na feira hippie comprar umas roupas brancas de saco (aquelas bem baratinhas) pra tingir depois, e na segunda vou fazer uma máscara pra mim. Já pensou que louco!! Tocando flauta de bambu de máscara e aquelas roupas bem doidas… A Rê vai fazer uma sacolinha de crouchê colorida pra guardar a flauta também. Estou muito animado!

Bom, era mais ou menos isso que eu queria compartilhar com vocês.. Minha pequena alegria.. Hoje antes de ir pra lá, estava um pouco pra baixo (só um pouco mesmo, mas estava), mas saí de lá tão alegre!! Aquele pessoal é gente boa demais.. ;-)
Comentários


Sexta-feira, 24 de Outubro de 2003, 01:24

Seu Amor É Um Fogo!
Uns dias atrás, estava no meu quarto, arrumando umas coisas, quando encontro um pequeno livrinho, chamado “Seu Amor É Um Fogo”, de autoria do Irmão Roger (fundador da comunidade Taizé). Na época da Jornada da Confiança, evento promovido por essa comunidade aqui em Campinas no ano passado, eu e o David ganhamos esse livro (um pra cada) do Daniel, um cara super gente boa do Rio de Janeiro que agora já está quase se tornando um irmão de Taizé. O meu eu acabei dando de presente pra uma super amiga minha, de amigo secreto, a Chris, que regia um coral que eu cantava, o Cais do Canto, e se Deus quiser esse coral volta à ativa no ano que vem. E eu nem me tocava que o do David ainda poderia existir. Eu gostava demais daquele livro, e acho que nem tinha terminado de ler… São vários pensamentos e reflexões do irmão Roger, e não uma história que segue uma linha … sabe, aqueles livros que você abre em uma página, lê e fica pensando o dia inteiro… mais ou menos como livros de poesia. Enfim. Achei tão bacana, e fiquei tão feliz, alegre e contente de ter achado, e principalmente quando li de novo, que resolvi compartilhar com vocês minha alegria. A poesia abaixo está nas primeiras páginas, onde geralmente tem a dedicatória, antes do índice. Mais abaixo, eu coloquei a primeira reflexão do livro, que eu achei simplesmente fantástica. Muitas pessoas não curtem muito assuntos religiosos, mas acho que isso vai um pouco mais além… vai de encontro à necessidade do ser humano da busca do sentido da vida, do sentido da existência… sei lá. Enfim. Comece a ler, se achar que deve continuar, vá em frente. ;-)

Quando a noite
se torna densa
seu amor é um fogo.
Cabe a ti olhar
esta lâmpada acesa
na escuridão
até que
a aurora comece
a surgir no horizonte
e o dia, a nascer
no teu coração

Título da primeira parte:
O essencial escondido aos nossos próprios olhos

Amando com um amor de eternidade

“Tu me amas?”: esta é a derradeira pergunta de Jesus a Pedro. O discípulo estava entristecido, abatido, por haver negado por três vezes a Jesus antes da tortura na cruz. E eis o Ressuscitado diante dele. Mas Jesus não o condena por causa da negação. Não assume a atitude do forte. Não puxa a corda da consciência pesada, já presa ao pescoço de Pedro. No Cristo, há entranhas de humanidade: ele também, na sua vida terrestre, esteve próximo de caminhos obscuros.

A Pedro, Jesus diz apenas estas três palavras: “Tu me amas?” E Pedro responde: “Senhor, sabes que te amo.” Segunda vez, Jesus recomeça: “Tu me amas?” E Pedro responde novamente: “Sabes que te amo”. Pela terceira vez, Jesus insiste: “Tu me amas mais do que aqueles?” E Pedro, perturbado: “Senhor, tu sabes de todas as coisas, tu sabes que te amo.”

Desde aquele dia, Cristo pergunta incansavelmente a cada ser humano da terra: “Eu o amei primeiro. E você, você me ama?”

Há dias em que tampamos os ouvidos: essa pergunta torna-se insuportável, porque é verdade que uma pessoa não consegue amar por um ato da vontade.

Será que realmente sabemos disso? Cristo jamais obriga alguém a amá-lo. Mas ele, o que vive, nos ama primeiro. Fica ao lado de cada um de nós, como um pobre, como um obscuro. Está presente, até nos momentos mais difíceis, na fragilidade da existência. Seu amor é uma presença, não de um momento, mas para sempre. Esse amor de eternidade abre um futuro que se situa para além de nós mesmos. Sem esse espaço, sem esse devir, desaparece a esperança… e desaparece a vontade de ir em frente.

Diante desse amor de eternidade, pressentimos que nossa responsabilidade concreta não pode ser fugaz, válida apenas por um período, com a possibilidade de se voltar atrás. Nossa resposta tampouco pode ser um esforço de vontade: algumas pessoas ficariam despedaçadas. A resposta é, mais exatamente, abandonar-se.

Ficar diante dele, com ou sem palavras, é saber onde descansar o coração, é responder-lhe como pobre. Essa é a mola secreta da existência, o risco do Evangelho. “Mesmo se às vezes não sei se amo ou não, tu, Cristo, sabes todas as coisas, sabes que te amo.”

As grandes felicidades são oferecidas àquele que assume os riscos desse amor, sem avaliar as conseqüências. A partir do momento em que buscamos a felicidade para os nossos próprios propósitos, ela nos escapa. Quanto mais ardentemente procuramos agarrá-la, mais ela foge de nós.

E você, que busca com paixão o seu amor eterno, seja você quem for, sabe onde descansar o seu coração? Através da sua própria ferida, ele abre a porta de uma plenitude: o louvor do seu amor. Abandone-se, entregue-se. Nisso está a cura das feridas, e não apenas das suas: nele nos curamos mutuamente.

1974, Viver o inesperado
Comentários


Quinta-feira, 23 de Outubro de 2003, 17:56

Encontro com o Fr. Raniero Cantalamessa em Sampa
Finalmente!! Quase duas semanas depois do ocorrido, vou finalmente partilhar com vocês um pouco do que eu vivi naquele fim de semana. Antes de começar, quero dizer que estou num computador da BAE (Biblioteca da Área das Engenharias) tentando ver e-mail via ssh, e tá extremamente lento, estou quase desistindo! Mas a manaus tá relativamente razoável. Enfim. Calma, demora um tempinho pra eu lembrar tudo, afinal, faz tanto tempo! Mas não podia deixar isso passar batido.

Fui pra lá de carona com o Davi, super legal. Fomos eu, ele e o Che no carro, conversando sobre os mais variados assuntos. Aliás, esses 2, o Davi e o Che, estão entre os Top 10 da minha lista de “caras-que-eu-prezo-permanentes” ;-) Acabei chegando meio cedo em Sampa, e fui pra casa da vó do Che (de certa maneira minha vó também, eu a considero assim). Almoçamos lá, super comida gostosa do caramba, muito bom comer comida de vó !!! Além disso ficamos jogando aqueles joguinhos antigos de Super NES no emulador. Fui pro ginásio da Portuguesa encontrar o meu Amor, pensa que ficamos namorando e nos aproveitando?! Nada, quem dera… ficamos fazendo sacolinhas do encontro, colocando fitas de vídeo, folders e revistas nas sacolinhas…

Depois cada um (tinha uma galerinha do PUR lá pra ajudar) foi pra uma rodoviária, pra orientar o pessoal que estava chegando de outras cidades. Eu, a Katherine e a Rafaela fomos pra Barra Funda. Apesar de não ter aparecido ninguém por lá pra gente orientar, e de termos ficado lá umas 2 ou 3 horas à toa, foi beeeeem legal, pois tive a oportunidade de conhecer a Rafaela muito. Ficamos o tempo todo conversando, a maior parte do tempo ela falando da vida dela, que é muito sofrida …. e talvez também por isso, muito linda! Me encantei muito com ela, com a vontade de viver daquela menina.. Fizemos uma amizade e tanto!

Na sexta à noite, quando estávamos voltando do ginásio pra casa (da Li), começou a cair aquele toró, chuvão mesmo!! A Li e a mãe dela estavam com guarda-chuva e se molharam menos, mas eu e o José [5~(sim, o José também foi!) ficamos completamente ensopados! Imagina, ir do ginásio da Portuguesa até o terminal do Tietê naquela chuva, atravessar a ponte e tudo… dá uns 15 minutos a pé ! O Alê me emprestou a blusa dele, eu tirei minha camiseta encharcada e vesti a dele, pelo menos assim a chance de pegar um resfriado era menor. Mas a calça e o tênis continuavam molhados. Minha meia ficou simplesmente inutilizada, pois meu tênis é muiito furado, acho que nem tenho tênis sem furo… Mas uma coisa eu digo com vontade: gente, como é bom tomar chuva !!!!! Que delícia, que coisa maravilhosa !!

Ainda fomos jantar na casa da Li, ela e as meninas fizeram uma super janta deliciosa, apesar de simples. Tava bem bacana! No sábado, participamos (e trabalhamos, principalmente!) no encontro na parte da manhã, eu e a Li almoçamos com o Mococa e a Élen depois… Aliás, foi muuiiito bacana! Eles pagaram rodízio pra gente numa churrascaria lá perto, que custava R$ 17,90 !! Vocês imaginam o naipe da churrascaria, né? Nem preciso falar que dei P.T. (Perda Total), comi até estufar, nossa eu tava com muita fome! Além disso, também descobri que o Mococa é mais legal do que eu pensava que ele já era … Nossa ! Quando eu crescer, quero ser igual a ele! Na mesa, conversamos principalmente sobre as diversas teologias, focando mais RCC x Teologia da Libertação. Ele tem uns pontos de vista muito bacanas!!!

Saímos de lá já atrasados pra um casamento, do Léo e da Marcela (2 amigos da Li, que agora ficaram sendo meus amigos também). O casamento seria às 16:30, e saímos de lá às 15h. Resultado: não deu tempo de ir em casa trocar de roupa, e fomos direto pra igreja. Vocês imaginam a cena, a igreja cheia de gente super chique, com aquelas roupas e tudo mais … e aquela coisa cabeluda e barbuda e alta com camiseta do DCE-Unicamp, jaqueta da USP (emprestada da Gi, eu esqueci de levar blusa de frio), calça super folgada marrom com manchas brancas (a minha habilidade pra lavar roupa é uma coisa impressionante!), e sapato social… pelo menos o sapato estava social! Eu tive que usa-lo pois o tênis estava encharcado! ;-) Aliás, eu estava assim a manhã toda lá no encontro… ;-)

O casamento foi super bacana, foi muito bonito o Léo e a Marcela saindo da igreja juntos com a Clarinha no colo, a história deles é muito bonita !! O pessoal da comunidade fez uma festa surpresa pra eles, nossa, vocês precisavam ver a cara deles, quando entraram no salão todo decorado, não acreditavam!!! Tinha uns bombons muito gostosos, eu e a Polly roubamos um monte, foi engraçado! Depois de lá, ainda fomos pro apartamento do Luiz Paulo, asssitimos um vídeo da Chiara Lubich fazendo um super discurso no Congresso Mariano na Itália (pra quem não sabe, a Chiara é fundadora do movimento dos focolares), e também ligamos pra Má com um cartão que o Luiz Paulo tinha da Telefônica, que dá direito a 30 minutos grátis… Pro Canadá, no caso, foram só 13 minutos e uns segundinhos… Mas foi legal, deu pra cada um falar um pouco (eu, a Li, o Luiz Paulo e o José).

No domingo, participamos da Missa no encontro, com homilia do Fr. Raniero, e depois ainda teve a consagração do Lucas e do Sérgio, que também foi super legal. Depois da Missa, fomos todos pro Shopping D, assistir “Lisbela e o Prisioneiro” no cinema … na verdade, a idéia original era ver “Maria, Mãe do Filho de Deus”, mas fiquei muito feliz com a troca … depois ouvi muito comentários sobre o segundo, falando muito mal, que o filme era bem fraquinho, etc… Adorei o primeiro! Muito legal mesmo, recomendo! Ah, outra coisa à parte foi a nossa refeição! Vocês sabem como que comer em shopping é caro, né? Pois é… Tinha uma pizzaria na praça da alimentação, com uma promoção fenomenal: uma pizza grande de mussarela ou calabreza por R$ 8,80. E se comprar 2 pizzas (grandes), ganha grátis um refri de 2 litros. A gente fez o seguinte: compramos 4 pizzas, 2 de mussarela e 2 de calabreza, e ganhamos 2 refris de 2 litros. Ficou mais ou menos R$ 35,00, dividindo entre 10 pessoas, R$ 3,50 pra cada um! Legal né?! E o fim de semana foi basicamente isso… no outro dia (segunda) de manhãzinha fui pra USP pegar o Limeirense, que vai direto pra Unicamp… ;-)
Comentários


Domingo, 19 de Outubro de 2003, 23:54

Basquete na FEF / Mais Ivan Vilela & Orquestra Filarmônica de Violas
Eu ainda vou escrever sobre o fim de semana em São Paulo … daqui a pouco. Eu acho. Bem. Hoje foi um dia muito bacana. Começou eu chegando super atrasado na Missa, cheguei só pra Comunhão… também, não sei porque eles resolveram colocar o horário de verão em vigor logo hoje! Fala sério! Depois eu, o José e os 2 gêmeos da Elétrica (o Roger e o Leonardo) fomos jogar basquete lá na FEF. Nossa! Fazia décadas que eu não jogava basquete, aliás, nem me lembro quando foi a última vez que realizei alguma atividade física, a não ser andar de casa pra Unicamp e vice-versa. Foi bem legal, até que eu não estava tão ruim assim, perdemos 3 partidas de 21, mas todas muito disputadas e equilibradas. Só tinha um pequeno porém que eu precisava parar pra beber água e descansar de 5 em 5 minutos, condicionamento físico fantástico!

Ah, algumas pessoas reclamaram que eu escrevo muito, e que não divido em parágrafos, e isso desanima e desencoraja um pouco a leitura dos posts.. então pra essas pessoas, pronto, estou dividindo em parágrafos, gostaram? Enfim. Almoçamos todos juntos aqui em casa, eu, o José, o Mário (peruano), o Capixaba e o pessoal da casa (Marcos, David, Che) menos o Hanson. Depois fui ver o Ivan Vilela e a Orquestra Filarmônica de Violas, lá no centro, no encerramento do FEIA 4 (FEstival do Instituto de Artes). Tava muito louco, a Gabi foi com a gente, fazia muito tempo que não falava com ela, conversamos pra caramba, botamos o papo em dia… O Capixaba também foi com a gente, e lá encontramos a Denise e o Volnei. O legal da orquestra é que essa não é como as outras que eu conhecia, que tem 2 ou 3 solistas que ficam na frente cantando e tocando, e o resto da galera fica só no acompanhamento. Eles se dividem em naipes, e tem uns arranjos muito animais!! Curti muito assisti-los.

Aliás, tem uma mina que toca nessa orquestra que também toca com a gente às sextas, com os Flautins de Matuá… e não Matuaba como eu coloquei em um post anterior. Aliás, aliás … eu já estou com a minha flautinha de bambu, tô amando !! Daqui uns dias vou comprar uma sacolinha de crochê pra guardá-la, que uma menina vai fazer… Enfim. Depois ainda fomos na sorveteria nova daqui de Barão, é muito bom lá, apesar de ser meio caro.. tem sorvete de tudo quanto é tipo, você até se perde.. A Aline que ia adorar! ;-) Pra terminar, fui na Missa na Sta. Izabel, depois de muuuuiiito tempo … Como tava com saudade daquela Igreja, do povo de lá.. depois que comecei a namorar a Aline, tenho ido muito raramente na Sta. Izabel. A maioria das Missas de domingo eu vou lá em São Paulo mesmo, ou então em Ribeirão, quando vou pra lá. Dei um beijo e um abraço no padre mais gente boa das redondezas.. Ele é muito legal !!! Bom … era isso … eu acho …
Comentários


Quarta-feira, 15 de Outubro de 2003, 19:29

Coral Taizé + Comes e bebes na faixa (!!!)
Ainda tenho que escrever sobre o fim de semana em Sampa, e algo me diz que isso vai acabar ficando pra depois, depois, depois … bom. Vou falar um pouco sobre o ensaio de ontem, que tá mais fresquinho na memória. Pela primeira vez, foi praticamente todo mundo. O naipe das contraltos, poderosíssimo, com 6 vozes, era o que mais se destacava. Foram só 2 sopranos, 2 tenores (o Felipe e o Alan) e 2 baixos (eu e mais um cara do coral Trilhas, o Samuel, super gente boa e canta super bem!). Fiquei muito animado com o coral! Tem mais umas 3 ou 4 sopranos que não puderam ir (Thaís, Célia, Ana e mais alguém que não me lembro), e mais um baixo (o Guto). Todos estão muito bem afinados, e as músicas são lindíssimas, uma mais linda que a outra. Temos já umas 3 ou 4 “apresentações” marcadas até o fim do ano. Coloco entre aspas porque na verdade não são apresentações, mas celebrações religiosas (orações de Taizé e Missas) que o nosso coral anima. O foco não somos nós, mas as celebrações em si. O coral serve para ajudar as pessoas a rezarem. Enfim. Quando eu souber das datas com certeza eu coloco aqui para intimar vocês a irem. ;-) Depois do ensaio teve um super ultra lanche … tava tendo uma festa pra comemorar o aniversário da mãe da Célia, quando a gente saiu do ensaio a festa tava quase acabando, a galera indo embora.. Comemos muuuiiito salgadinho, bebemos um monte de refrigerante, e depois ainda teve brigadeiro e bolo ! Foi muito bacana !! ;-)
Comentários


Segunda-feira, 13 de Outubro de 2003, 15:31

Fotos !
Coloquei na parte de ‘fotos’ um link pras fotos que um camarada tirou durante a festa de casamento do Léo e da Marcela, que foi esse sábado agora em São Paulo. O link é ‘sampa’, coloquei esse nome pro link porque as fotos em si não tem nada a ver com o casamento, eu vi que o fotógrafo tinha uma câmera digital, aluguei ele um pouco, pedi pra ele tirar um monte de foto dos meus amigos e pra ele me mandar por e-mail depois … ! ;-) Mais tarde eu escrevo mais sobre o que rolou no fim de semana …
Comentários


Quinta-feira, 09 de Outubro de 2003, 21:14

Matuto Moderno / Suruba na prova de Prob.
Ontem à noite fui num show de encerramento do Seminário Caipira, que aconteceu nos dias 6, 7 e 8 no auditório do IA (Instituto de Artes). Deixa eu só contextualizar pra vocês entenderem o todo da situação. Desde as 15h e pouco eu tava estudando Prob. na biblioteca, pra prova de hoje, e deu umas 16:45 eu fui pro IA, pois o show começaria 17h. Demorou pra caramba, foi começar era quase 18h. A primeira banda a se apresentar foi uma tal “Conversa Ribeira”, com uma mulher no vocal, um cara na viola caipira e outro tocando sanfona e piano, dependendo da música. Muito lindas as músicas deles, lindas mesmo ! No começo do show eu estava meio preocupado, pois o estudo à tarde não tinha rendido quase nada, e eu ainda tinha muuuuiiita coisa pra estudar. Demorei pra “entrar no clima” do show. Mas entrei. E a música deles me envolvia. Me preenchia. Eles cantam umas músicas de raiz, antigas, e algumas novas também… A voz da menina é muito linda, muito doce, suave … gostei demais! E a combinação viola/piano e viola/sanfona soa muito bem, extremamente! Depois foi um carinha, só ele mesmo, voz e viola, eu achei um tanto quanto meia-boca, as músicas eram até legaizinhas, mas nada de muito novo ou criativo. Não gostei. Depois veio o pessoal do Matuto Moderno. Curti!! Um baterista, um percussionista, um guitarrista, um violeiro e um baixista, os três últimos também vocalistas. O som deles é bem legal, é música caipira, de raiz, com toques de rock & roll, distorções, ritmos rápidos. No meio do show, em algumas músicas, eles pedem pra galera participar, bater palmas, bater os pés etc. Muito legal! Também coloquei o link na parte de ‘música’, embaixo de viola caipira. No final, todas as bandas de juntaram para tocar e cantar Cálix Bento, que é uma música super antiga, lindíssima. Aliás, acho que vou até colocar a letra aqui. Pronto, coloquei (lá no final). Depois disso fui pra BAE estudar, aliás, tenho estudado bastante lá, muito legal! Fiquei estudando uma hora e pouquinho, o resto enrolando. Lá tem uma salinha com uns 6 ou 7 computadores, super esquema, que pouca gente sabe. Aliás, você que está lendo isso, não espalhe! Fiquei na net lá, fuçando, vendo e-mail e conversando. Até encontrei a Má! Fui pra casa, cheguei umas 22h e pouco. Deitei um pouco no sofá, enquanto esperava o Che sair do banheiro pra eu tomar banho. Falei pro David e pro Marcos: “Me acorda quando o Che sair do banheiro”. Eles bem que tentaram, tentaram, até falaram que o Chicão (sanduíche gigante super esquema de R$2,50) tinha chegado, e depois me falaram que eu abri os olhos, balbuciei algumas coisas e voltei a dormir. Fui acordar 3h da manhã, todo babado, o travesseiro molhadinho de baba. Minha idéia era tomar um banho e estudar até 1h da manhã mais ou menos. Pensei: vou estudar … Mas, putz, 3h da manhã, ninguém merece! Coloquei o celular pra depertar 4h, e voltei a dormir, no sofá mesmo. Às 5h, eu acordo de novo, vou pro banheiro, escovo os dentes e faço as outras “coisas de banheiro”, e quando volto pro sofá, o Che tinha deitado lá. Beleza, fui dormir na minha cama, e só acordo às 6:30, tomo um banho, fico enrolando um pouco, e começo a estudar as 7h e alguma coisa, junto com o Che, que tá na minha turma. Depois chega também a Kelly. Ficamos algumas horas, menos de 2, estudando, e vamos juntos pra prova. Eu pensando que com certeza tiraria uma nota baixa, algo em torno de 5, e já me preparando pra estudar bastante pra outra prova. Acho que queria tirar uma nota baixa pra aprender, tomar vergonha na cara, sei lá. Eu manjava mais ou menos da matéria, mas eu pessoalmente não achava que seria suficiente pra tirar uma boa nota. Chegamos pra fazer a prova, foi uma suruba total. Quem deu a prova foi o monitor, não o professor. Ele estava resolvendo todas as dúvidas da galera, dando todas as dicas, falando o que tava errado, onde tinha que mudar, só faltou resolver as questões no quadro. As provas eram diferentes, mas a galera se agrupou de acordo com as provas. Foi praticamente uma prova em grupo. Fiquei feliz porque vou tirar uma nota muito perto de 10, com certeza. Mas fiquei triste porque isso pode acabar contribuindo pra agravar a minha tendência maligna para não estudar, para ser relaxado com minhas responsabilidades acadêmicas… enfim. Resumindo, tudo acabou em pizza! E aí vai a letra de Cálix Bento.

Cálix Bento
(Milton Nascimento)

Ó Deus salve o oratório
Ó Deus salve o oratório
Onde Deus fez a morada, oiá meu Deus
Onde Deus fez a morada, oiá

Onde mora o Cálix Bento
Onde mora o Cálix Bento
E a hóstia consagrada, oiá meu Deus
E a hóstia consagrada, oiá

De Jessé nasceu a vara
De Jessé nasceu a vara
E da vara nasceu a flor, oiá meu Deus
Da vara nasceu a flor, oiá

E da flor nasceu Maria
E da flor nasceu Maria
De Maria o Salvador, oiá meu Deus
De Maria o Salvador, oiá
Comentários


Terça-feira, 07 de Outubro de 2003, 20:34

Alegria, Alegria, Alegria !!!
Tava pensando hoje, acho que vou fazer um plano de expansão pro meu coração… construir umas salas extras, uns cômodos a mais, uns “puxadinhos”, sei lá… não tá mais tendo espaço pra tanta Alegria, tanto Amor !! Que dia lindo!! Que dia maravilhoso!! Que Alegria!! Hoje foi simplesmente profundo demais, fora do sério… Pra começar, fui na Missa bem cedinho junto com o David. Foi dia de N. Sra. do Rosário, e foi bem bacana. Começou tudo muito bem, já! Depois teve aula do Ducatte, legalzinho… Fui na cantina da Artes tomar café da manhã com a Kelly, com a tradicionalíssima combinação pão-na-chapa + toddy. Notei que a Kelly tava muito alegre, muito exultante… falei assim pra ela: “Você está muito feliz!”… Ela me responde: “Obrigada!” . Eu não esperava essa resposta. Ela encarou a minha frase como um elogio, e no fundo, foi mesmo. Achei super legal. O fato de estar feliz, que à primeira vista parece um estado da pessoa, pode também ser muito maravilhosamente visto como uma qualidade! E que qualidade! Também encontrei a Laura, que fazia tempo que não via… Não tô conseguindo estudar flauta todo dia, na verdade, só tô tocando mesmo na Missa e no GOU, não estou estudando nada em casa. Por isso, nem estou tão motivado assim pra fazer aula. Mas quero muito mudar essa situação. Estou com saudades das aulas, e também dela. Ela é muito bacana, um doce de pessoa! Enfim … Fui pro IC, fiquei vendo uns e-mails, imprimindo um material pra estudar pra prova de Probabilidade que vou ter na quinta, e depois fui pro GOU. Foi bem bacana, bem profundo, em especial a oração. Muito profundo ! Foi falado também sobre a necessidade da leitura da Palavra na nossa vida, sobre a leitura orante, etc. Fechamos o GOU cantando aquela música “O Amor de Deus em mim está também em você .. está vivo em nós ..”, todos abraçados e juntinhos, cantando juntos.. foi muito bonito. Saímos do GOU e tava aquela chuvona. Fazia tempo que não chovia daquele jeito, tava um calor infernal, e eu fiquei muito feliz quando vi aquela chuva. Fui pro auditório do IA com a Ju, assistir uma oficina de viola caipira, e no caminho fomos tomando chuva.. na verdade, ela foi de guarda-chuva, mas eu tomei muuuiiiita chuva e foi muuiiito bom, muito gostoso.. Nossa! Como é bom tomar chuva !!!! Que delícia !! A oficina de viola foi com o Ivan Vilela (cujo link já está na seção de música, logo abaixo do Almir Sater), que eu não conhecia. Fiquei sabendo disso por um cartaz que vi logo de manhã, antes de ir pra aula, sobre um seminário de cultura caipira. Fiquei um pouco decepcionado pois ontem teve uma apresentação da Orquestra Filarmônica de Violas, do Núcleo da Cultura Caipira. Deve ter sido muuuiiito bom mas .. Enfim. A oficina foi tudo de bom. O Ivan falou de tudo da viola, como começou, a história, as origens, as diferentes afinações, os nomes que marcaram (Almir Sater, da minha terra!!!), e é claro, tocou várias músicas lindíssimas, uma mais que a outra! Ele tem um jeito super simples de ser, humilde, alegre, gostei demais dele !! Abriu o espaço pra galera fazer perguntas, e respondeu a todas com todo o carinho. Aliás, tenho que mandar um e-mail pra ele agradecendo pela maravilhosa experiência musical que ele nos proporcionou (eu e a Ju). A Ju, aliás, já conhecia o Ivan, e ficou muito boba quando falei que ia ter essa oficina, ela topou na mesma hora ir comigo, até perdemos o bandejão por conta disso, mas valeu a pena, e como valeu !!! Ela até se declarou pra ele, falando que uma música que ele compôs, “Armorial”, era praticamente a vida dela, que ela se identificava profundamente com aquela música (calma, não foi uma declaração de amor)… Depois que saímos do IA, ainda fomos pra casa da Ju almoçar, isso às 16:30! A casa dela é muito fofa, toda de madeira, com uma super varanda em volta, bem pertinho da Unicamp. Tem também 2 cadelinhas maravilhosas, uma com uma história de vida bem sofrida, tadinha. Chama ‘Mel’ e foi achada num lixão, atropelada. As meninas da república dela pegaram pra elas, e cuidaram dela … Isso em si já é sofrido, e como se não bastasse, um dia um baita cachorro branco imenso entrou, quando ela estava no cio, e … ahn … violentou-a … E ela ficou prenha, imagine aqueles filhotes imensos na barriga dela .. Ela é bem pequenininha mesmo, e no parto ela quase morreu.. foi muito sofrido o parto, e todos os 6 filhotinhos morreram. Depois disso a Ju fala que ela ficou muito carente … muito fofa ela !! ;-) Ficamos lá comendo macarrão, ouvindo um CD do Ivan Vilela que ela tem, e conversando à toa, partilhando as nossas vidas, falando de coisas bonitas do dia-a-dia… Depois que saí de lá, indo pro IC encontro o Paulinho, da ABU, fiquei um tempinho trocando uma idéia com ele … e depois ainda encontro a minha queridíssima amiga Julie Ann na internet, tudo bem que ela tava meio com pressa, mas bastou pra completar o meu dia! Fazia décadas que não conversava com ela… A parte ruim de tudo isso foi que não estudei nada, mas no fim das contas valeu a pena. Eu posso estudar depois, mas esses momentos felizes e profundos e alegres não voltam !!! Daqui a pouco ainda vou pra biblioteca ficar estudando até umas 23h … Bom. Gente. Quero fazer um convite a vocês. Um convite à vida. À Vida ! Vivam a vida, não como quem não tem outra opção… “Tô aqui mesmo, vamos levando do jeito que dá, fazer o quê?” … Não! ESCOLHAM viver! Desejem do fundo do seu coração VIVER !! Viver em plenitude, viver em profundidade! Se alegrar com cada pequena coisa que acontece, se encantar com as pessoas, com as situações que aparecem, coisas tão simples! E como o simples é belo !!! ;-) bom … Era isso !
Comentários


Segunda-feira, 06 de Outubro de 2003, 22:11

Ritmo de festa !
Ontem teve uma reunião do pessoal do Projeto (Universidades Renovadas), com todos, ou pelo menos era pra ser, coordenadores de GOUs de Campinas. Depois da reunião, a gente foi na Missa na Basília N. Sra. do Carmo, e foi bem engraçado … no mínimo interessante. Tava fazendo um calor infernal, muito quente mesmo. E a Igreja estava lotada de mosquitinhos, que eu particularmente chamo de “bichinhos da luz”, por todos os lados. Era engraçado ver as pessoas tentando espantar os coitados, se abanando… Eu fui pro fundo da Igreja, ficar quieto no meu canto um pouco, curtir o silêncio.. E olhava para o todo da Igreja, pra coisa meio que olhando de fora, e era tudo tão lindo! Parecia tempo de festa, cada mosquitinho voando de um lado pro outro, doidos, alegres, festejando os lustres, que parece ser a fonte da alegria deles. A maioria se concentrava perto dos lustres, mas tinha também muitos deles voando pela Igreja, entre os bancos, enchendo a paciência das pessoas… Mais pro meio da Missa, a nuvem de bichinhos foi se dissipando pouco a pouco, no final não se via mais nada.. Mas foi legal ! ;-)
Comentários


Sexta-feira, 03 de Outubro de 2003, 17:41

Flautins de Matuaba
Nossa ! Vocês não fazem idéia!! Agora há pouco fui num ensaio de um grupo de flautistas, se não me engano o nome é esse mesmo, Flautins de Matuaba, se não for, é alguma coisa bem próxima… Os caras são muito gente boa, muito abertos, e fazem um som animal !!! Eles tocam flauta de bambu, a maioria pelo menos, tem também alguns percussionistas, com zabumba, pandeiro, chocalho, etc. Até emprestaram uma flauta pra eu tocar! Já encomendei a minha também, semana que vem vou pegar com o Carlão, o cara que faz as flautas. Fiquei apaixonado pelo grupo, pela união deles, a forma como se comportam entre si, parece mais uma família mesmo! Impressionante! Vou ver se consigo ir nos ensaios deles, que são de sexta, às 15h, lá na Praça da Paz. Mas nossa!! Que bacana !! Depois que saí do ensaio fiquei até meio bobo de tão legal que foi a experiência pra mim ! ;-)
Comentários


Sexta-feira, 03 de Outubro de 2003, 01:59

Comentários !!!
Finalmente !!! Já era tempo, né?! Para os que estava me enchendo a paciência há anos e anos, taí. Depois de tanta espera, meu blog conta com um super sistema de comentários novo em folha. Agora não pode mais reclamar, podem comentar todos os posts um por um viu! Espero que tenham gostado ! ;-)
Comentários


Sexta-feira, 03 de Outubro de 2003, 01:57

Puxões de orelha …
Esses dias, acho que segunda agora, tava conversando com minha super amiga Má(rina), que, como eu já falei, eu acho, tá passando uma temporada no Canadá, fazendo intercâmbio. Fiquei super feliz, foi a primeira vez que a encontrei online no ICQ. Ficamos umas 2 horas conversando, e num certo momento ela me pergunta: “E aí, como andam os estudos?” … Eu fiquei meio sem graça, pois acho que desde o começo do semestre que eu não estudo nada descentemente. Inclusive fui muito mal numa prova de FeTransp, um pouco por conta disso. Aliás. Minto. Esse assunto começou de outro jeito. Ela tinha me perguntado o CEP da casa da Li, pra ela mandar correspondência, e ficou espantada quando eu falei assim na lata… Aí eu disse que sabia de cor porque mandava 2 ou 3 cartas por semana pra ela. Depois ela me disse uma coisa muito bacana que me fez cair do cavalo.. A Má é muito doce, e usa formas bem doces pra puxar a orelha mesmo.. E era disso que eu tava precisando naquele momento. Ela falou assim “Será que você não poderia amar a Li muito mais sendo um bom aluno, se dedicando aos estudos, dando a sua vida na faculdade, e assim sendo exemplo pra ela (A Li também tem uns certos problemas com estudo parecidos com os meus), do que às vezes ficar escrevendo mil cartas ou ficando pendurado no telefone por horas … ?” … Eu parei. Pensei. Aí que foi cair a ficha. Nossa !!! Não é que é mesmo verdade ?! Poxa ! Depois daquele dia, eu tenho tentado viver uma vida nova… Me esforçar bem mais, muito mais, pra ser uma pessoa melhor, um namorado melhor, um amigo melhor, um (futuro) marido melhor. E isso também nas pequenas coisas. E tem sido muito bom, muito gratificante … Pouco a pouco a gente vai mudando .. devagar e sempre! ;-) Muito muito obrigado viu Má, você é legal pra caramba !!!
Comentários


Sexta-feira, 03 de Outubro de 2003, 00:50

Dia legal na Toca de Assis com o amigo Lucas ;-)
Que dia bacana!… Hoje. Aconteceram coisas muito legais. Matei as 2 aulas da manhã pra estudar pra prova das 14h. E olha que estudei hein! Não sei se é porque o livro é bem fácil, mas li 220 páginas de texto em 3 dias, e achei até bom! Acho que fiz uma boa prova.. Não dá pra saber bem ainda .. devo ter tirado algo em torno de 6, talvez 7.. Mas o mais legal foi depois da prova. Fui lá pra Toca de Assis ajudar meu querido amigo Lucas que veio de São Paulo pra fazer umas filmagens pra um documentário que ele e mais uns colegas tão fazendo pra uma disciplina da faculdade.. Ele tá no último (ou penúltimo, sei lá) ano de Jornalismo. Ele tava meio perdido, parece que não deu tempo de preparar muito bem o que ele ia fazer, o que filmar, mas no fim das contas acho que foi bem legal. Ficamos um tempão conversando com um toqueiro, o Felipe, lá da Casa São Pio, na Vila Industrial. Ele tava contando da experiência dele com a Toca. Entrou faz uns 5 meses, e partilhou muito com a gente sobre como ele começou tudo, onde achou forças pra largar faculdade, namorada, família, emprego etc … e servir na Toca. Muito profundo! Depois ainda jantamos um super macarrão com salsicha com eles, e por pouco não participamos do Pascio Domino (não sei se é assim que escreve), que é uma adoração especial deles, tem toda quinta das 21h à meia-noite (período que Jesus passou no Horto das Oliveiras), e sextas do meio dia às 15h (período que Jesus ficou pregado na Cruz). Fui levar o Lucas na rodoviária, e ficamos conversando um tempão antes do busão chegar, sobre os assuntos mais variados… principalmente sobre os meus “conflitos”, toda aquela história de consagração … Foi muito legal! Depois ele ainda me emprestou um CD da Hermana Glenda, poxa ! Fala sério! Esse cara é demais !!!! Aliás, tenho que me lembrar de devolver o outro cd que ele me emprestou, do Renato Borghetti (também não sei se é assim que escreve), que tá comigo há séculos… Ah! Depois de tudo isso, o José ainda me liga, falando que tava tendo um churrasco pra comemorar o aniversário do Mário … cheguei lá umas 23h e pouco, tava todo mundo indo embora, mas deu tempo de eu pegar a “rapa do tacho”.. tinha alguns espetinhos de carne esperando por mim, um pouco de pão, refrigerante, e umas sobras de bolo… !! Até ganhei carona pra voltar pra casa, legal né? ;-) Pra finalizar, um trechinho de uma música da Glenda que eu tô ouvindo agora…(traduzido pro Português)

“De que me vale ganhar o mundo inteiro, se perco a Alegria?!”
Comentários


Segunda-feira, 29 de Setembro de 2003, 17:58

Por que as pílulas azul e vermelha na parte de “amigos” ?! / Decisões !
O Che veio me perguntar isso logo que eu mostrei pra ele a “nova versão” do blog, com umas figurinhas a mais em lugares estratégicos. E antes que surja a dúvida em mais pessoas, eu resolvi esclarecer isso logo de uma vez por todas. Então. Primeiro de tudo, porque eu não tinha uma figurinha realmente legal com o tema “amigos”. Depois, percebi que faz até um certo sentido bem bacana… olha só: os amigos, assim como tudo o mais na vida, é uma questão de escolha, de decisão. Você decide quais amigos quer ter, quais estão na sua “lista privilegiada”, mais ou menos como o Neo quando vai tomar uma das pílulas. Decisão. Decisão é tudo na vida. O resto, as não-decisões, são somente estopa, enchimento de lingüiça, não vale nada. Nós somos as nossas decisões, somos o que decidimos. Já parou pra pensar nisso? Profundo, né? Também acho ! Bom. Acho que ajudou a esclarecer, né? Se quer saber mais, me manda um e-mail perguntando que eu respondo com todo o prazer … ;-)
Comentários


Segunda-feira, 29 de Setembro de 2003, 17:51

Churrasco em Jundiaí / Egberto Gismonti
Ontem visitei pela primeira vez uma cidadezinha muito bacana perto de Campinas… Jundiaí. Teve um pequeno churrasco na casa dos pais da Rô(berta),uma amiga nossa que mora com a Li em São Paulo (exceto nos fins de semana). O churrasco foi para comemorar o aniversário dela (da Rô), e foi um monte de gente.. eu, a Li, o Lucas, a Carol, o Kalamar, o Celso, … nossa, só isso? Ok, talvez não tenha ido “um monte” de gente.. só um pouco de gente então. Pois bem. Foi bem bacana. Depois do almoço, a gente tava no quarto da Rô ouvindo cds diversos. O Lucas falou pra eu colocar um cd pra tocar, do Egberto Gismonti, que eu não fazia a menor idéia de quem era, na música 9 (“Palhaços”). Eu fiquei impressionado, era um som de primeiríssima qualidade… “Poxa, que música bacana” eu falei. Aí ele disse: “É pra você”. Eu pensei que ele tava falando da música, como que dedicando a música que tava tocando pra mim … Até perguntei pra confirmar: “você tá falando da música, né? pra mim ..?” Ele responde: “não, o cd mesmo … é pra você”. Nossa! Eu fiquei bobo. Como assim?! Era a coisa que eu menos esperava naquele momento! Poxa !! Dei um super abraço daqueles, foi super legal. O Lucas é gente boa demais, demais da conta! Meu Deus!!! Como que pode ?! Como diz a Marina… “Ele não existe!” … ;-) Agora tô começando a descobrir melhor a música do cara.. É meio difícil de descrever, tão difícil quanto descrever Hermeto Pascoal (isto não é uma comparação). Curti demais ganhar. ;-)
Comentários


Domingo, 28 de Setembro de 2003, 04:40

Divagações sobre o slashdot, e outras inutilidades…
Coloquei um iconezinho de um pé muito legal que eu achei no site do slashdot.org … Aliás… duas coisas. Primeiro eu preciso colocar um link pra esse site em alguma seção de links do meu blog, que aliás eu nem sei qual, mas eu penso nisso depois. Segundo, putz, qual era o segundo mesmo ?! Caramba ! Vocês não vão acreditar, mas sim, eu ESQUECI! … Ah ! Lembrei ! Então. A maioria daqueles iconezinhos também são do slashdot, será que eu preciso pagar direito autoral pra eles?! Aliás, puta coisa inútil isso, direito autoral… quem foi o energúmeno (nossa, gastei hein!) que inventou isso ?! Enfim. Só pra vocês saberem. Aliás, esse tal de slashdot é um capítulo à parte na minha vida de computeiro. Acho que eu mantenho ele como minha home page pra ver se tem iconezinhos legais pra colocar no meu blog, mas ler as notícias mesmo, eu nunca leio !!! ;-) Bom. Era isso. Quanta bobeira !!!!!!!! Lembrei de mais uma coisa que eu queria falar. Nossa. Aliás, duas. Esses últimos posts eu tenho colocado muita coisa depois do fim, que eu vou lembrando depois que eu termino de escrever, e acaba não sendo o fim, mas o quase-fim, ou sei lá o quê. Tá. A outra coisa. Putz, não acredito que eu vou esquecer de novo !!! Ah, sim. O pé. Então, achei que se identificava um pouco comigo, porque eu tenho um pé, ahn … digamos … diferente do da maioria do povo. Pra ser mais direto… grande. E cheio de perebas. Nossa, tenho que ir num dermatologista! Tem muita, muita pereba no meu pé! Mas porque eu tô falando tudo isso?! Eu hein! Vai ser doido assim lá não-sei-onde … !
Comentários


Domingo, 28 de Setembro de 2003, 02:31

Inscrição para Estágio na Bosch
Uns dias atrás, recebi um e-mail falando que abriram as inscrições para estágio na Bosch, e justo naquele dia estava pensando nisso, que eu precisava trabalhar em alguma coisa, ganhar uma graninha … o dinheiro da Iniciação Científica ajuda, mas é pouco … eu tô querendo começar a juntar pra ir pra Jornada Mundial da Juventude em 2005, ir pra Taizé na França, ir pra Eslováquia … nossa, tantos planos… enfim. Fui fazer minha inscrição, e fiquei surpreso quando me deparei com algumas perguntas no mínimo incomuns, pelo menos pra mim que não preencho formulários de inscrição estágio todos os dias… eis as respostas que eu dei.. achei tão interessantes que resolvi colocar aqui pra vocês verem. Divirtam-se! ;-)

Quais são as suas expectativas em relação ao estágio na Bosch?

Colocar em prática um pouco dos conhecimentos que aprendi na faculdade, não só os técnicos, mas tudo o que eu tenho aprendido na parte humana, lidar com pessoas, resolver problemas, etc. E, é claro, um dinheirinho no fim do mês, que não faz mal a ninguém né! ;-) Estou sendo bem sincero nas minhas “colocações” .. não tenho praticamente nenhuma experiência anterior, e sinto que isso vai dificultar um pouco (ou bastante!) a minha seleção no processo. Mas creio que posso aprender rápido as coisas, e se eu realmente for selecionado, posso dar uma contribuição e tanto.

O que você entende por ‘valores pessoais’?

Pergunta difícil … Valores pessoais. Aquelas coisas que a maioria dos pais ensinam a seus filhos, para servir como guia durante a sua vida … e que mais tarde, conforme crescem e amadurecem, os filhos descobrem na prática, começam a viver e a experimentar o que só sabiam de ouvir falar da boca dos pais. Esses “valores” hoje em dia estão muito deturpados. Corremos constantemente o risco de cair no fundamentalismo. Uma família com “valores” seria uma família onde tudo dá certo, segundo uma ótica fundamentalista … Mas valores são realmente o que você tem para se segurar quando a barra pesa, quando tudo o mais parece dar errado. ;-)

Cite 5 valores que norteiam a sua vida.

Amor, e tudo o que está envolvido nisso. Os atributos do Amor, em si, dariam mais de 5 valores… pra citar alguns: humildade, entrega, doação de si, paciência, mansidão, justiça, paz … são tantos! Procuro nortear a minha vida de acordo com a “lógica do Amor” … tomar a iniciativa, amar sem esperar nada em troca, gratuitamente. Dar a minha vida pelas pessoas que amo e pelas coisas que faço. Em tudo amar e servir. E tudo é tudo. No trabalho, na família, com os amigos, na faculdade … Dar a vida em cada pequena situação. Isso norteia a minha vida. ;-)
Comentários


Domingo, 28 de Setembro de 2003, 01:05

Pedreira, a cidade das lojinhas de coisinhas fofinhas
Estou extremamente feliz. Por vários motivos. Primeiro, porque é a primeira vez que estou escrevendo nesse blog ao lado do Amor da minha vida. Depois porque eu fui citado no blog de uma amiga muuuuiiito especial e muito querida, a Má (Marina), que está passando uma temporada no Canadá. Ela citou aquela frase do post com título “Sampa Pur”, que eu falei que se fosse escrever tudo de legal que acontecesse na minha vida, eu não ia viver… nó, achei mó legal !!!!! ;-) Pois é.. Ah, pra quem não sabe, tem um link pro blog dela na seção de “amigos”.. Enfim. (Nossa, eu falo muito “Enfim”!!! Apesar de esse ser o primeiro agora) Acabei de voltar de Pedreira, fui visitar uma das minhas cunhadas mais queridas, a Fabi. O Vi(nícius), o filhinho querido (isso não é ironia, apesar de parecer) dela, tava fazendo aniversário de 8 anos, e foi uma pancada de gente. Tava bem legal. Hoje fomos em um monte de lojinhas no centro da cidade, é impressionante a quantidade de lojinhas de bugigangas que tem naquela cidade !!!! Comprei zilhões de coisas, na verdade, 5. Uma plaquinha de barro pro meu quarto e do David, escrito “Deus abençoe esta bagunça”, e outra que a gente pendurou na entrada da casa (que é na cozinha) escrito “Sejam bem-vindos, tragam cerveja GELADA”. Muito bacana! Também comprei um pingüim de porcelana para colocar em cima da geladeira, e uma caneca com um monte de coisa legal escrito, de presente pro David. Ah, também comprei uma imagem muito linda da Mãe do Mundo, uma N. Sra. muito magrinha e muito bonitinha, cheia de charme (de acordo com a Li, “N. Sra. do Regime”)… ;-) Quem quiser ver é só dar um pulo aqui em casa. Bom. Acho que era isso, sei lá .. estou meio sem idéias, depois de tanta bobeira que eu escrevi .. apesar de algumas pessoas (né Li) não acharem que foi bobeira mas enfim. Tchau. Uma última coisa que eu acabo de lembrar (ou de ser lembrado, simultaneamente)… Ontem fez exatamente 2 meses que eu e a Li começamos a namorar … legal, né? ;-) Mais uma outra coisa (putz, aquela então acabou não sendo a última! E agora?!?! Oh meu Deus!!!!) .. ganhei 3 vezes do meu sogrão no xadrez, e com um super tabuleiro de mármore (ou granito, sei lá) e pecinhas de uma pedra super bonita que eu também não sei o nome… Ah, sabem qual o nome do meu sogro?! Mussi! Puta nome esquisito meu! Mas no fundo ele é legal … eu acho, pelo menos. Acho que agora acabou… Se a Li não me lembrar de mais alguma coisa que eu esqueci … .
Comentários


Quinta-feira, 25 de Setembro de 2003, 02:00

Conflitos…
Descobri uma coisa super legal, que na verdade eu já sabia, mas estou passando a explorar todas as potencialidades agora. Dá pra dar ssh na máquina manaus do IC, e editar normalmente o meu blog usando o nano.. Na verdade eu queria mesmo era usar o vim, mas não consegui fazer funcionar os acentos. Mas o que importa de tudo isso é que vou poder escrever no meu blog estando em casa. Pra fazer isso antes eu tinha que baixar o arquivo html, editar no notepad (argh!), e depois mandar, tudo por ftp. Agora posso fazer direto! Se você ficou boiando com algumas palavras, siglas estranhas ou gírias que eu escrevi, me manda um e-mail perguntando que eu respondo com todo o prazer. Enfim. Ultimamente acho que eu tenho escrito demais sobre coisas religiosas.. talvez eu devesse escrever um pouco menos sobre isso, sei lá .. ou.. quer saber? Vou continuar escrevendo, o blog é meu mesmo.. se não quiser ler, troque de página, você ainda tem o livre arbítrio. Pois é, estou vivendo um conflito muito grande, interiormente. Estou lendo um livrinho que a Li me deu de presente, o “Tratado da Verdadeira Devoção à Santíssima Virgem Maria”. E estou pensando seriamente em me consagrar a Jesus por Ela. Mas mil e uma coisas estão aparecendo. Muito do que está escrito no livro não bate com o que eu acredito. Tudo bem que o livro foi escrito em 1600 e lá vai pedrada, que era uma época bem trash.. mas sei lá. Andei conversando com algumas pessoas, e minha cabeça está quase dando nó, estou com muitos questionamentos e dúvidas. E isso é bom. Estou tentando discernir o que Deus quer da minha vida. É um processo, e eu sou meio lerdo pra compreender as coisas. Mas vamos vivendo … vivendo e aprendendo. Tudo é uma questão de manter a mente quieta, a espinha ereta e o coração tranqüilo… ;-)
Comentários


Segunda-feira, 22 de Setembro de 2003, 23:47

III Sampa Pur
Ainda não está tão ruim assim … menos de um mês sem atualizar! Estou dentro da média. Sabe, aindei pensando. Se eu realmente for escrever aqui todas as coisas legais que acontecem na minha vida, eu não vou viver. Acho que é porque ultimamente tem acontecido muita coisa legal. Mas vou tentar compartilhar com vocês, assíduos leitores das tranqueiras que eu aqui escrevo, um pouco do que eu tenho vivido. Esse último fim de semana aconteceu em São Paulo o III Sampa PUR, o encontro arquidiocesano do PUR em São Paulo (acho que o nome é meio auto-explicativo, né?!). Foi muito legal, muito legal mesmo… O David foi comigo pra lá, ficamos na casa da Aline ela, eu, o David, a Ariana (que veio de Bauru pra pregar), a Carol, a Rô, e na sexta também tava Joaquim… Todo mundo chama ele de Ju, às vezes até ele mesmo se apresenta como Juliano, mas o nome verdadeiro dele é JOaquim. Engraçadíssimo o cara, especialmente as imitações de Pe. Joãozinho e Pe. Jonas. O encontro em si foi muito profundo.. o tema foi “Onde está o Espírito, aí está a Alegria e a Liberdade”. Durante o encontro todo estava um ambiente muito gostoso de fraternidade, como se fosse uma grande família mesmo .. foram umas 30 ou 40 pessoas mais ou menos, mas apesar da pouca quantidade de pessoas, sobrou qualidade !! Reencontrei um monte de gente que eu tava morrendo de saudade, conheci outro tanto de gente legal pra caramba.. só foi uma pena que não deu pra encontrar com a Elaine, uma super amiga minha de Campo Grande que estava em São Paulo, em um encontro de teatro, e não pôde de jeito nenhum vir pro lugar que tava acontecendo o Sampa Pur. Pois é … tava pensando que eu ia acabar esse post assim, sem mais nem menos, é? Acertou ! ;-)
Comentários


Quarta-feira, 10 de Setembro de 2003, 23:22

I ROCC Unicamp
Fim de semana passado, agora. Primeiro Retiro de Oração Católico Carismático. Foi simplesmente tudo de bom! Muita coisa aconteceu, muita água rolou. Foi um total de 37 pessoas, um número relativamente grande, considerando que o retiro foi só pra Unicamp. Um acontecimento e tanto. A comunidade é muito bonita, é uma chácara com um salão bem grande, uma capela, um monte de quartos para retiros, com beliches de 3 andares, que aliás é super legal. Vocês não tem noção do quanto é legal acordar de manhã e olhar “lá pra baixo”… Eu dormi no último andar, claro. Durante o retiro todo não consegui ligar pra Li, fiquei muito agoniado. Escrevi uma carta bem grande pra ela, pra aliviar um pouco a saudade, a “irmã Saudade” como a gente costuma chamar. Coloquei um monte de coisas do retiro: folha de cantos, lembrancinhas, crachá com o nome dela, etc. O retiro em si foi muito bacana, o pessoal tava super aberto e várias pessoas, a maioria, tiveram experiências muito bonitas com Deus… Formamos também um ministério de música. Foi muito louco, cada um sabia tocar uma coisa, e nunca tínhamos ensaiado nada juntos. A galera foi se aglutinando e no fim das contas ficamos super unidos, numa sintonia incrível. Os pregadores viravam pra gente pra pedir música e já estávamos tocando uma que era mais adequada ao momento .. tava muito legal. Eu também adorei ficar tocando flauta e cantando com o povo. Teve algumas dinâmicas bem engraçadas, como o “xaran xan xan” e o “guri guri” (coisas do Peru), aquela outra de dividir em duplas, e um ter os olhos vendados enquanto o outro conduz só falando, sem encostar. Só dava a galera tropeçando, uns correndo à toda (eu), outros super cuidadosos, medindo muito bem cada passo. Enfim. Foi um retiro que marcou muito, foi o início de algo que, se Deus quiser, ainda vai durar muito tempo … ;-)
Comentários


Sexta-feira, 5 de Setembro de 2003, 13:35

Lucas Bracher e seu cello
Ontem foi muito bacana. Um dia legal. À tarde consegui terminar o cartaz do SampaPUR (Encontro arquidiocesano do PUR de São Paulo) que a Paula tinha feito quase tudo já, só faltava colocar algumas informações como contato, local, e os logos do PUR e da RCC. Depois fui pro GOU Nau em Alto Mar, tava muito 10. O Nau tem uma coisa que às vezes falta muito no Beraká: ambiente acolhedor. Não sei, talvez por ser um grupo com bem menos pessoas que o Beraká, mas no Nau se sente um acolhimento maior, muito bacana. A gente saiu do GOU e foi todo mundo bandejar, eu, o Olívio, o Lívio, o José, o Renato, o Justo, o Mário e o Dudu. A Thaís tava no GOU também mas teve que ir embora. Muito louco, cada um falando mais merda que o outro, só risada que saía daquela mesa. Depois ainda chegou o Lucas, meu xará violoncelista. Fomos eu, o Justo, o José, o Olívio e o Lucas pra Montanha Pequena, e o Lucas deu uma verdadeira aula de violoncelo pra nós. Tocou várias músicas lindíssimas, uma mais que a outra. E explicava as particularidades, as “manhas” do violoncelo. Coisas como uma determinada posição do braço que dá 2 notas na mesma corda. Sinistro! Maluquices da Física…Era engraçado ele falando “ai, que horrível” quando ele errava uma nota no meio de uma música, a gente nem percebia.. A música em si era tão linda, nossa! Foram momentos muito profundos vividos pela gente. A música é algo muito fantástico, muito transcendente. Eu fico até meio bobo quando lembro. Sei lá. ;-)
Comentários


Sexta-feira, 5 de Setembro de 2003, 13:25

Algumas observações
Estou desencanando temporariamente de escrever em inglês, muito trampo. Quase não tô conseguindo escrever em português direito!! Só hoje, quase 3 semanas depois so Sarau, que eu fui terminar o post sobre ele e colocar o link pras fotos, que já existe faz um tempão. Mas tá bom. Esse fim de semana agora vai ter o Retiro, lá em Limeira. O busão sai hoje à noite da Unicamp, e esse retiro promete muito. No mais, tá tudo mais ou menos na Paz comigo, tirando é claro a saudade imensa que eu tô sentindo do Meu Amor, vou ter que ficar 3 semanas sem poder vê-la! A primeira já foi, faltam duas. Vou levar umas folhas pra Limeira, ver se durante o retiro eu escrevo uma carta bem bacana pra Li … acho que ela vai gostar ;-)
Comentários


Sexta-feira, 5 de Setembro de 2003, 13:09

Pizzada na Montanha Pequena
Sábado passado (dia 30 de agosto) rolou uma pizzada lá na Montanha Pequena, pra arrecadar uma graninha pra ajudar o I ROCC (I Retiro de Oração Católico Carismático / é um retiro que o nosso GOU tá organizando pra galera da Unicamp), além é claro de reunir a galera de novo, botar a prosa em dia etc. Quem nunca comeu a pizza do Olívio não sabe o que tá perdendo! Ele trabalhou de pizzaiolo nos EUA por alguns meses, e depois que voltou pra cá resolveu colocar em prática a sua arte, não pra ganhar dinheiro, mas pra reunir os amigos mesmo. Ter momentos bacanas de discontração. Enfim. A pizza dele é maravilhosa, uma melhor que a outra. Comi até doer a barriga. Depois das salgadas ainda teve uma de chocolate maravilhosa, muito boa mesmo. Eu e o Felipe ficamos tocando flauta e violão, respectivamente, e a galera toda cantando, até umas 2 e pouco da matina. Foi muito bom! Foram umas 30 e poucas pessoas, algumas que eu não via fazia mó tempão, como a Bia, a Lígia (que não encontro mais por não ter mais ensaios do Coral Taizé), o Tom, que eu nem conhecia … Pois é. Acabei dormindo por lá mesmo. No domingo, levantei meio-dia, fui pra casa tomar um banho, voltei pra lá, também foi uma galerinha pra ajudar a limpar e comer as sobras, claro! O Olívio ainda fez mais umas 2 ou 3 pizzas, e esse foi o nosso almoço (e que almoço!). ;-)
Comentários


Segunda-feira, 25 de Agosto de 2003, 11:20

II Sarau Éramos Seis
Quem não foi, perdeu, e perdeu muito… tava tudo de bom, demais mesmo. Foi bem menos gente do que eu tava esperando, mas mesmo assim foi divino. A galera levou bastante coisa, teve um bolo de banana com canela muito bom, que a Déia fez (namorada do Dinho), um de chocolate do Capixaba, outro do Marcos que ficou meio duro, mas muito bom mesmo assim.. Teve o merengue do Che, o brigadeiro com bolachas de maizena da Li e da Gi. Muita comida, muitas delícias … As apresentações começaram mais ou menos às 14h, com a Gê e o Rafa fazendo a abertura oficial, uma super imitação de gaita de fole. O Rafa fazendo a nota grave no fundo, e a Gê fazendo os “solos”. Ilário! Eu e o Meu Amor cantamos “Eu sei que vou te amar”, com algumas partes acompanhada pela Sônia (a flauta transversal). Teve a Gê cantando (e tocando violão) Sal da Terra, e logo depois, Kelly Key, com a Thaís, Déia e Bianca fazendo as “kellykettes”. Teve o Márcio declamando um poema do Victor Hugo em francês, e logo depois a sua respectiva tradução. O Olívio declamou um soneto do Vinícius enquanto fazia malabarismo com bolinhas. E depois fez com batatas, declamando o “batatinha quando nasce”. A Thaís declamou um poema do Fernando Pessoa. Eu e o Ekler cantamos uma música sertaneja ultra-brega (e o Ekler também tocou gaita). A Gi e o Luiz Paulo (Jesus) cantaram “Stragne Amore” (não sei se é assim que se escreve, provavelmente não .. sei lá) e a Gi tocou violão, ficou muito bonito demais !!! O Volnei tocou clarineta, enquanto ele tava tocando “Asa Branca”, o Che e o Pietro não se aguentaram e começaram a dançar forró. Foi engraçado! Ficamos lá em casa até umas 10 e pouco da noite, tocando e cantando, conversando à toa, trocando idéias, experiências, contando piadas, etc. Tava um clima muito gostoso, muito acolhedor. Depois todo mundo foi pro Santa Fé comer aquela pizza super especial. Foi muito bom mesmo, um dia pra lembrar! Ah, quem quiser dar uma olhada nas fotos que o Marcio (eu tirei algumas também) tirou, elas já estão disponíveis na net. Gente, quem ficou com água na boca, já comece a se organizar pro próximo semestre, pra não ter desculpa. O Sarau geralmente é no comecinho do segundo mês de aula, pra dar um tempo pra galera preparar as coisas. Ano que vem quero ver TODO MUNDO lá hein !!
Comentários


Domingo, 17 de Agosto de 2003, 22:09

Enquanto isso, na Unicamp…
Então, fazia tanto tempo que não escrevia aqui que agora também empolguei de vez!! As aulas começaram, estou fazendo 37 créditos, mas na prática são somente 26 … 6 de Iniciação Científica, que não tem aula, só tem que estudar pra caramba uns artigos e escrever umas coisas… 3 de Participação Cultural, uma matéria ultra relax, pra desestressar mesmo, não tem prova, trabalho nem nada … é só ir na aula. E 2 créditos de Apreciação Musical, que nem teve aula ainda, e nem sei se vai ter por causa da greve. (Sim, grande parte da Unicamp tá em greve, até 1 (um!) professor do IC, o Ducatte). As matérias tão bem bacanas. Anal 2 tá sendo estranho… o jeito do professor (Setubal) levar a disciplina é meio “novo”.. ele dá um cronograma no primeiro dia de aula, com a matéria que vai ser dada em cada aula.. Cada um tem que ler o livro antes da aula, e trazer as dúvidas pra aula.. No começo da aula, ele passa recolhendo as dúvidas, e fica a aula só explicando as dúvidas da galera … se ninguém tiver dúvidas, ele simplesmente vai embora. Louco né? Vamos ver se funciona.. Arquitetura tá parado, é o Ducatte que dá aula, e ele só volta quando a greve terminar. Redes tá legalzinho, o professor (Fonseca) tem cara de carrasco, mas no fundo, bem no fundo, parece que ele é gente boa. A professora de FeTransp (Fenômenos de Transporte) é bem legal, muito extrovertida e brincalhona, tá conseguindo fazer com que a galera pelo menos não tenha nojo da matéria. Essa matéria, assim como ResMat (Resistência dos Materiais), é obrigatória simplesmente porque o curso tem a palavra “Engenharia” no nome, mas não vai ajudar em praticamente nada no curso em si. Serve pra gente poder assinar plantas de prédios de até 2 andares. ;-) Aliás, eu nem fui na aula de ResMat esse semestre ainda … nem sei quem é o professor, só o nome dele (Coelho). Pelo jeito, parece que é coxa, pelo que me falaram algumas pessoas. Bom sinal. O professor de Probabilidade também é super legal, chama-se Amorim, mas o pessoal carinhosamente apelidou ele de “Tião Amorzinho”, não sei porque. Ele é dinossauro da Unicamp, daqueles que viu a Unicamp ser fundada (mais ou menos 35 anos atrás), e gosta pra caramba de dar aula. Tem também os 2 professores de Participação Cultural, o Rossi e o Paulo, que se revezam nas aulas, cada semana é um que dá aula. Os 2 são extremamente gente boa, o Rossi é muito engraçado, muito cativante … ele fala muito das viagens dele pelo mundo, com um entusiasmo que só ele mesmo !! Ele também é juiz, além de turista de carteirinha … O Paulo é super bacana, teve um monte de gente que não gostou tanto dele, não sei porque .. eu adorei. Gostei muito dos pontos de vista dele, muito legal. Tem também o Vanini, até agora só teve a aula de apresentação. Ficou tudo meio parado por causa do congresso da SBC, essa semana que tudo vai voltar ao normal (espera-se). Bom. É isso. ;-)
Comentários


Domingo, 17 de Agosto de 2003, 21:45

Jefferson, o profeta
Sexta retrasada, dia 8, a Li tava aqui em Campinas, a gente tava saindo da Missa na Catedral e estava indo pra rodoviária, a caminho de Ribeirão, quando encontramos ninguém mais ninguém menos que o Jefferson ! No primeiro dia do ENUCC ficamos sabendo que ele não tinha ido porque tinha resolvido ir de vez pra Toca. E foi mesmo. Ficamos super felizes de ter reencontrado ele, e ele ficou extremamente surpreso de ver a gente namorando. Foi muito legal. Parece que ele tá muito feliz nessa nova etapa da vida dele … Imagine só, largar tudo, a faculdade, a família, os amigos, e ir pra Toca.. Entregar tudo. Muito bonito o gesto dele. E é isso que a gente quer fazer também, mas em outra dimensão … Dar tudo de nós mesmos, um pelo outro … É um desafio muito grande … mas vale a pena !!! ;-)
Comentários


Domingo, 17 de Agosto de 2003, 21:33

Ninguém acredita!
Quando eu falo isso que eu falei lá embaixo, que eu achei a mulher da minha vida, que vou casar com a Li, etc etc… Pouquíssimas pessoas acreditam. Acham que esse negócio de “vou te amar pelo resto da vida”, “quero dar minha vida por você”, é coisa de casal apaixonado, que daqui uns dias ou semanas tudo isso vai passar. Pode ser. Não sei. Mas eu tenho uma certeza muito forte no meu coração, de que a Aline é A Muhler, que a gente realmente foi feito um para o outro. Não tem lógica! Não mesmo. A lógica do Amor é meio doida. Eu não acredito em coincidências. Ainda mais essa seqüência fantástica de coincidências, a gente ter se conhecido, tudo que aconteceu entre a gente… pra mim é simplesmente impossível ser SÓ um simples acaso… destino. Não. Eu acredito no Amor. Sim. O Amor. E isso vale! Vale a pena. Vale dar a vida. ;-)
Comentários


Domingo, 17 de Agosto de 2003, 20:50

Sônia, a minha mais nova companheira inseparável
Pra quem ainda não teve a honra de conhecê-la, Sônia é o nome da minha querida flauta transversal, que recentemente foi incorporada à família. Estou perdidamente apaixonado. A Li morre de ciúmes dela hehehe ;) Esse semestre estou me propondo a pegar firme, estudar pra valer mesmo … a meta é uma hora por dia, mas eu fazendo 3 ou 4 horas por semana, já me dou por satisfeito. Já estou pegando as manhas dela, tô fazendo aula com a Laura toda semana. Aliás, vocês conhecem a Laura? Uma pessoa adorável, incrível mesmo. Amigona minha do coração. Um amor de pessoa. Conheci no Cais, velho Cais, quanta saudade… a gente cantava junto lá. Depois comecei a fazer aula de flauta doce com ela, conheci a magia da transversal e me apaixonei. Ela se propôs na maior das boas vontades a me dar aula sem cobrar nada. É muito legal, a gente tem se tornado muito amigo, se aproximado muito por conta disso. Quero ver se até o fim do ano eu já estou tocando razoavelmente bem, se bobear no Sarau no ano que vem eu não apresento Peer Gynt ?! ;-) A Li uma vez me contou uma coisa que eu fiquei impressionado: uma vez ela teve um sonho, há muitos anos, que tinha um homem tocando flauta pra uma criança num berço, pra ela dormir… Presume-se que o homem seja o marido dela (ou pai do filho dela, sei lá) e a criança seja filho dela… E isso que me impulsiona, entre outras coisas… Fico às vezes sonhando, eu, tocando flauta pro meu filho dormir… que lindo!!!! hehehe ;-) acho que eu tô meio bobo…
Comentários


Domingo, 17 de Agosto de 2003, 20:16

Mega-Festa de Aniversário da Thaís, do Che e da Kelly (RODÍZIO!!!)
Rolou na quinta-feira da semana retrasada… Foi muito bacana, apareceu gente de tudo quanto foi canto, tava muito legal. A Thaís conseguiu um super esquema no Solar dos Pampas, por causa do aniversário dela e dos outros: cada um paga R$15,00 e come e bebe o que quiser: rodízio de massas, de pizzas, de sorvete, mais cerveja, refrigerante e água à vontade. Foi a média de umas 50, 60 pessoas! Eu quase passei mal de tanto comer, só foi uma pena a Li não poder ter vindo. Mas … ! Então, já tem foto na net, depois dêem uma conferida.

Mega-Birthday-Party for Thaís, Che and Kelly
It happened on Thursday (7th), very very nice… Thaís talked with the people from a very nice restaurant, called “Solar dos Pampas”, and she arranged this: everybody who goes to celebrate her and the others’ birthday could pay R$15,00 (something like US$5,00) and eat and drink whatever they wanted, how much they wanted. Isn’t awesome?! Around 50, or 60 people showed up, it was very funny. There are some pictures on the net if you wanna take a look. Ah, about the post below this one.. It is kinda big, as you can see… I will find some time later on to translate it, right now I’m not in the mood … ;-)
Comentários


Domingo, 17 de Agosto de 2003, 20:04

Uma Linda História de Amor
Pois é … (acho que eu já comecei algum post com “Pois é”) Vou falar um pouco da minha história com a Aline (vulga ‘mulher da minha vida’). Tudo começou mais ou menos no segundo semestre do ano passado, eu mandei um e-mail pra lista pur-br, a lista nacional do Projeto Universidades Renovadas, falando sobre ecumenismo e perguntando algumas coisas a respeito. A Aline me respondeu, explicando um monte, e se abrindo pra esclarecer quaisquer dúvidas posteriores. A partir disso, ela não sabe porque, começou a rezar por mim, sempre, o tal do ‘Lucas Superman’ da lista nacional, que até o momento ela não fazia a menor idéia de quem era.

Tivemos a oportunidade de nos conhecer no EEUCC (Encontro Estadual de Universitários Católicos Carismáticos – 4 a 6 de abril), que tem um post falando sobre o que rolou. Não sei porque, mas na época não cheguei a escrever nada sobre a Aline, e também vou fazer uma pequena “errata” aqui. Fiquei sabendo depois que o Lucas, meu xará de São Paulo, ficou um pouco chateado por eu ter falado que ele era “lerdo”. Pois é, eu também sou lerdo, e muito. Falei mais num tom amistoso. Na época ele não me conhecia direito, hoje somos super amigos, praticamente irmãos de sangue, e aposto que ele nem se importa mais com aquilo, com certeza. Enfim.

No fim do encontro, uma menina de São Paulo veio me procurar, a chefa da caravana. Disse que queria me agradecer por tudo que eu tinha feito, pela pureza do meu coração, e por mais um monte de coisas. Ela foi tão sincera, e me agradeceu de uma forma tão verdadeira … Eu abracei ela muito e chorei pra caramba também. Foi um momento muito rico. Era a tal da Aline, que mal sabia eu, viria descobrir mais tarde que era a mulher da minha vida. Mas até esse ponto, não tinha nada a ver entre a gente, era a primeira vez que nos encontrávamos pessoalmente. Ela fala que sentiu uma vontade muito grande de vir me agradecer, agradecer o tal do ‘Lucas Superman’, o cara esquisito que andava tocando flauta. ;-)

Depois do encontro, pouca coisa aconteceu. Praticamente não nos falamos até o dia que teve um retiro pra servos dos GOUs de Campinas, no final de junho. A Aline veio fazer uma pregação pra nós, eu nem sabia que ela viria. Fiquei extremamente feliz quando a vi no sábado à noite, se me lembro bem, foi nesse dia que ela chegou. Ficamos conversando um monte, durante os intervalos do retiro, o famoso “chá com bolo”. Depois que terminou o retiro, a gente foi pra casa do Jefferson, eu, ela, o Jerso (como a Li chama o Jefferson) e o Rodrigo. No carro rolou uns assuntos de namoro, o Jeff ficou falando um monte de coisas, perguntando da Li. Chegando na cada dele, tava rolando aquela canjica esperta, muito muito deliciosa, lembro como se fosse hoje. Uma hora o Jeff fala que eu tinha que namorar a Li, assim do nada, só de brincadeira mesmo. O cara é profeta !! Foi muito providente aquela declaração dele. A partir daquele dia começou a pintar um “sentimento”. Só não sei bem ao certo se esse sentimento já não existia antes, só Deus sabe ! ;-)

Enfim, depois fomos só eu e ela (o Jeff e o Rodrigo iam pra outra Toca) pra Toca da N. Sra. das Dores, que é onde a Fernanda super amiga dela estava morando. Foi muito legal, eu ainda não conhecia aquela Toca, é uma casa só de meninas, mas que acolhem tanto mulheres como homens, mas somente pacientes terminais, aqueles maaaaaaais necessitados mesmo. Quando a gente vai pela primeira vez, choca um pouco.. Mas depois de ver o Amor que existe na casa, o sorriso que todo mundo transborda no rosto, a gente vai se sentindo mais em casa, mais acolhido. Ficamos muito tempo lá, fiquei sabendo de muita coisa da vida da Aline, das aventuras dela com a Fer em Ribeirão (as duas são de lá), foi muito bacana… A Fer é muito gente boa, aliás, tô com muitas saudades dela !! ;-) Depois fui levar a Li na rodoviária, pra ela pegar o busão pra São Paulo, na época que o Pretinho (meu carro) ainda estava no auge do seu vigor.. Dessa vez trocamos telefones, e a partir desse dia passamos a nos falar mais, mandar e-mails, ligar etc.

A coisa começou a se intensificar mais algumas semanas antes do ENUCC de Goiânia, quando eu tava de férias em Campo Grande. Liguei um dia pra ela, de noite, e ficamos nos falando uma hora e meia no telefone ! E isso se estendeu, nesse tempo a gente ligava um pro outro quase todo dia, e sempre era no mínimo uma hora de conversa. A Li, tadinha, ficava acabada, pois a gente sempre falava de madrugada, que era mais barato. Ela levantava um caco, e ficava que nem um zumbi de dia, morrendo de sono. Mas era bacana. A gente tinha muita coisa em comum, as idéias, os pontos de vista, os sonhos, tudo muito parecido. Tinha uma unidade muito grande, que hoje se fortalece mais a cada dia. Cada vez que eu falava com ela me encantava mais, e queria conhecer mais, descobrir essa pessoa maravilhosa que ela é. E o coração não se continha, não agüentava esperar o grande momento, o ENUCC. A gente finalmente ia se encontrar. Mas até aqui, nada, nada mesmo tinha rolado. Só muito bons amigos e nada mais. Sério mesmo. Pelo menos da parte dela. Mas, o dia que ela me ligou 11 e pouco da noite, simplesmente pra falar “Boa noite”, aí eu pensei comigo mesmo: “Pronto, tudo agora é uma questão de tempo… Obrigado, Jesus !!!!!”. Mas ela não tinha se tocado ainda, eu acho. Sei lá.

Fui pra São Paulo dois dias antes da ida pro ENUCC, cheguei na terça à noite. Passei a noite em claro conversando com a Li, ficamos muito felizes de nos reencontrar, foi muito bom !! Passei o dia com ela, almoçamos no bandejão da USP, fui na casa do Lucas, e depois fui deixar ela na rodoviária, pois ela teve que ir antes pro ENUCC por conta de uma reunião da equipe nacional (gente importante é outra coisa). Ah, também fomos (eu, ela, o Jair, a Marina e a Taty) enrolar a Patty Mansfield (uma mulher que estava presente no fim de semana quando se iniciou a Renovação Carismática Católica, em Duquesne nos EUA… foi pregar pra nós no ENUCC), enquanto ela tinha que esperar a conexão pra Goiânia no aeroporto de Guarulhos. Enfim. Fiquei com ela umas 15, 16 horas, foi tudo de bom. Ainda, nada até aqui, tudo na amizade, na camaradagem. Tá certo que já começaram a rolar uns carinhos uns abraços mais afetuosos, mas… nada. Fui dormir na casa do Lucas, ele não tava lá. Fiquei um tempo conversando com o Gustavo, que mora com ele.. Ele é GEN (parte jovem do movimento dos focolares), e como todos os GENs que eu conheço, muito gente boa. ;-) Mas teve que sair. Fui logo dormir.

No outro dia levantei bem cedo, fiquei um tempo conversando com o Lucas, que tinha chegado de madrugada (me acordou pra falar pra eu deitar na outra cama que era maior… eu tava com os pés pra fora na que eu tava dormindo. Achei isso super legal da parte dele! ;-). Ele me emprestou um cd super legal de um acordeonista, Renato Morghetti, acho que é assim que escreve. O cara é muito bom, tem até as Bachianas Brasileiras do Villa-Lobos !! Aliás, tenho que lembrar de devolver pra ele a próxima vez que for pra São Paulo. Também emprestei pra ele um cd instrumental do Almir Sater. Ele tem um gosto musical bem bacana! ;-) Depois fui pra casa do Che, comemorar o aniversário dele… A Cíntia também foi, tava super bacana. Dei um cd gravado com zilhões de modas de viola em mp3 de presente pra ele, ele curtiu muito. Comemos a comida da vó dele, que eu gosto muito (da comida E da vó ;-) hehehe. Fomos também no cinema ver “Procurando Nemo”, eu e a Cíntia já tínhamos visto, mas não nos importamos nem um pouco de ver de novo. O Che foi a primeira vez, ele adorou. Depois peguei minhas coisas e fui pegar o busão pro ENUCC.

O nosso busão tava bem animado, conheci um monte de gente muito legal. Uma das coisas que eu mais gosto é conhecer pessoas novas. Diferentes. Diferentes de mim, pontos de vista diferentes, idéias diferentes. Me fascina muito. Foi tudo muito rico. Mas legal mesmo foi durante o encontro, fiquei praticamente o tempo todo com a Li. Conversamos pra caramba, matamos a saudade um do outro, e uma coisa tava me inquietando. Por que não começar um namoro ? Aquilo tava muito forte no meu coração… Até que criei coragem no sábado à noite, chamei ela pra conversar e fiz a pergunta: “Então, Aline … você tá sentindo alguma coisa com relação a namoro … eu, você … ?” … E ela abre aquele sorriso: “Sim!!”. A partir daí foi só alegria. A gente não tinha começado a namorar propriamente dito ainda, mas só de saber que a coisa era recíproca… Na verdade eu já sabia há algum tempo, mas não com tamanha certeza, e direto da boca dela ;-) Foi muito bonito, lá em Goiânia começamos a viver algo muito profundo, muito maior do que nós. Deus simplesmente tinha me dado a coisa mais preciosa que alguém como eu poderia ter recebido. É Amor demais!!

A gente começou a namorar mesmo no ônibus, voltando do ENUCC… lá que a coisa se oficializou, a perguntinha clássica: “Quer ser meu namorado?” .. e a resposta tremendamente óbvia .. “Sim!” … e o primeiro beijo, tudo muito profundo… muito grande. Muito Amor. Ela ficou em Ribeirão, com a Gi, o Kalamar e a Taty. Eu fui embora pra Sampa, peguei minhas coisas na casa do Lucas e vim embora pra Campinas. E foi basicamente isso que aconteceu. De lá pra cá, estamos nos vendo todo fim de semana. Já fui pra Ribeirão, no fim de semana passado, conheci o sogrão, os amigos dela de lá, a tia Maria Eulália, o tio Neto, o Caetano (família muito abençoada, os Dallora), e mais um monte de gente legal pra caramba. Ganhei até uma pinga de presente do tio Neto. Hoje voltei de Sampa, ontem teve uma festinha de despedida da Marina, ela tá indo pro Canadá pra ficar uns 10 meses lá estudando. Foi bem bacana, reencontrei um monte de gente que tava com muitas saudades.

Mas uma coisa eu vou falar pra vocês, e eu tenho que falar: eu estou vivendo, sem sombra de dúvidas, a maior experiência de Amor da minha vida. Muito profundo, muito além da maior coisa que eu poderia ter imaginado. Deus é bom demais, é Amor demais. Só Ele mesmo. E acho que era isso … chega né? Acho que esse post bateu todos os recordes, com certeza é o mais extenso de todos !!! E ainda tem a versão em inglês, que eu não vou fazer agora … daqui um tempo eu faço, quando tiver com mais paciência. Pra quem não conhece a Aline, em breve vai ter foto na net. Vai rolar o Sarau lá em casa, no próximo sábado, e ela vai. E o Márcio vai estar lá pra registrar tudo com sua fiel câmera digital. ;-) Bom. Era isso. Depois escrevo mais sobre o ENUCC (não, não foi só a Aline) e outras coisinhas mais que tão rolando… Aquele abraço gente !
Comentários


Domingo, 17 de Agosto de 2003, 18:25

Voltando …
Gente, foi mal por ficar quase um mês sem escrever aqui nesse querido blog, mal mesmo … Muita água rolou, tem um montão de coisas pra escrever, nem sei se vou dar conta. Provavelmente vou fazer um mega-resumão de tudo, e desencanar, começar a escrever sobre o presente de novo. Enfim. Tô aqui no IC, depois de acabar de escrever no blog pretendo mexer alguma coisa da minha iniciação científica. Mas já tá meio tarde, vamos ver se eu dou conta. Vou dividir as coisas por temas. Não necessariamente na ordem que aconteceram.

Getting back …
Guys … I am terribly sorry for not writing anything here for about a month, a lot of stuff happened, and I don’t even know if I will manage to write everything here. I will probably do a mega compilation, not telling all the details of course, and begin once again to write about the present. So. I am here at IC (again), and I plan to do something with my Scientific Initiation project after writing on this blog. I hope I can make it ! ;-) I will divide the stuff by themes. Not necessarily in the order they occured. Enjoy.
Comentários


Sexta-feira, 18 de Julho de 2003, 09:26

Uma musiquinha ultimamente tem ocupado meus pensamentos… A Mariposa. Há uns 2 ou 3 meses, comprei um cd chamado ‘A Alegria Continua’, um show ao vivo com Elton Medeiros, Mariana de Moraes e Zé Renato. Nesse cd tem essa música, que eu achei muito fofa, muito meiguinha. Como diz a Mariana, “bucólica… tragicômica…”. Dá pra se fazer paralelos com várias coisas, não vou nem dar exemplos aqui, dê asas à sua imaginação. Ela é em ritmo de marchinha antiga de carnaval, muito linda. Até já tirei a introdução na flauta doce. Qualquer coisa, a primeira vez que você me vir pessoalmente, é só pedir que eu toco. ;-)

A Mariposa
(Wilson Batista)

A mariposa, triste e coitada
Veio ao mundo pra morrer queimada
E sofreu muito por ver a borboleta
Que vive no jardim beijando o cravo e a violeta

A mariposa sonhou que vivia
Entre as flores num lindo jardim
Que era mais linda que a rosa
Namorava o lírio e beijava o jasmin

Quando acordou, não era nada
Voou pra luz, morreu queimada
Coitada da mariposa

A little song has been recently taking place in my thoughts. ‘The Moth’. 2 or 3 months ago, I bought a cd, ‘The Joy Goes On’, a live concert with Elton Medeiros, Mariana de Moraes and Zé Renato. And listening to the cd, I found this song, very nice and cute. You can make parallels, using the metafore of the moth, with many things in life. I’m not gonna give examples in here, give wings to your imagination. It goes with the rythm of old Brazilian carnival songs, very beautiful. I even learned how to play the introcuction with the recorder! Enjoy…

The Moth

The moth, sad and unfortunate
Came to the world to die burned
And suffer a lot for seeing the butterfly
Who lives at the garden kissing the pink and the violet

The moth dreamed that she lived
Among the flowers at a beautiful garden
That she was more beautiful than the rose
Dated the lily and kissed the jasmine

When she woke up, she was nothing
Flied to the light, died burned
Unfortunate, the moth…
Comentários


Terça-feira, 15 de Julho de 2003, 18:45

Jethro Tull e a magia da flauta
Pra falar a verdade, nem sei muito bem o que escrever aqui agora… O título desse post ainda é “Título”, e vocês não percebem isso pois quando eu tiver publicado, ele já vai ter mudado (ou não, talvez eu até deixe assim mesmo…). Eu estou esperando que, conforme eu vou escrevendo, apareça algum assunto legal na minha cabeça pra eu escrever aqui pra vocês… Enquanto isso fico aqui ouvindo Jethro Tull, aliás. Olha só que legal, achei ! Vou escrever sobre a minha mais nova banda preferida: Jethro Tull. Pois é. Há umas 2 ou 3 semanas quando eu ainda tava em Campinas, descobri, com a ajuda da minha querida amiga e professora de flauta Laura, que eu tenho dom pra tocar flauta transversal. Fiquei super empolgado. Já planejei comprar uma flauta no semestre que vem, com a ajuda do meu queridíssimo irmão, e fazer o possível e o impossível pra estudar uma hora por dia, pra aprimorar meu talento. Aí você pergunta: “Tá, mas o que isso tem a ver com a banda?” Certo. Jethro Tull é uma banda que começou no fim da década de 60, e revolucionou na época por ser a única banda de rock com um vocalista flautista. Ian Anderson é o nome da fera. O cara é simplesmente fantástico. Antes de alguém falar alguma coisa, sim, eu sei que existem flautistas excelentes, e pra falar a verdade, estou doido pra conhecê-los, conhecer o trabalho de um monte de gente boa que tem por esse Brasil afora. Mas recorri primeiro ao ‘Tull’ porque já conhecia mais ou menos o trabalho deles antes. Meu primeiro contato foi quando eu ainda tava fazendo intercâmbio nos EUA, tinha uma super amiga que mantenho contato até hoje, a Julie Ann. Lembro como se fosse hoje, a gente tava voltando de um sarau no qual ela e o pai fizeram uma performance (muito bacana diga-se de passagem, ela canta maravilhosamente bem!). No som do carro começou a tocar Locomotive Breath, eu amei o som, muito bom mesmo … me apaixonei. A gente foi a viagem toda curtindo Tull (o sarau foi numa cidade meio longe, tipo uns 20 minutos de viagem, algo assim). Uns dias depois eu comprei um cd deles, “The Best Of Jethro Tull”, edição comemorativa de X anos de banda.. acho que 30. E depois que voltei de lá, o Tull ficou meio pra escanteio, nem escutava muito. Agora voltou com força total. Baixei umas 20 mp3s, alguns vídeos de performances ao vivo, papéis de parede, etc. Viciei. Agora só falta comprar a minha flauta mesmo, começar a estudar pra caramba, e montar uma banda … os planos são ambiciosos.. aliás, eu não chamaria de planos, mas sonhos. São porque tem que ser. ;-) Acho que não vou parar quieto enquanto não ter uma flauta transversal nas minhas mãos ….. hehehehe
Ah, mais uma coisa… vocês não vão acreditar, mas justo quando eu tava escrevendo isso, bateu uma saudade da Julie, faz mó tempão que não converso com ela… Pensei “será que ela tá online? não custa nada tentar…” Tentei. E bingo! Ela tava lá como eu imaginei. Fiquei muito feliz, mas pena que ela já tava meio de saída, conversamos menos que 5 minutos, mas já foi suficiente pra matar um pouco da saudade. Descobri que ela também toca flauta! ;-) Bom vou ficando por aqui …

Jethro Tull and the magic of the flute
I could translate exactly what is written up there, but I will not do that. Too boring. Instead I will do something even nicer. I will write here something totally new, so you English-speaking folks will have the wonderful chance of reading something the Portuguese-speaking guys will never ever dream of. Ok. Are you happy for that? No? Doesn’t make a heck of a difference? Oh, ok. Oh well, that’s ok. Anyway. I have a brand new affair, with the flute, the supernatural entity ‘flute’. Weird? I know. I found out, with the help of my teacher and very good friend Laura, that I have talent for playing the flute. Even I didn’t believe. I’ve been playing the recorder for about 2 or 3 months now, and to be honest I think the flute has never gone thru my mind. One day Laura was playing it, before one of our classes, and I asked her if I could try to play. In some 15 or 20 minutes, I was playing a note. It is very hard to get a note, you have to blow in a certain angle, faking a smile with your lips when you blow. Next, I asked her the positions for each note, and I didn’t rest until I played “Happy Birthday to you”. She told me very few people can manage to play the C low in the flute, the hardest note to play. And also that when you blow into the mouth hole, a triangle is supposed to be formed with the vapor of your blow. And I have this. I don’t know how, but I do. Anyway, the thing is: I have talent. And I need to practice! I just can’t wait to buy myself a good flute and start studying.. I will try to study one hour a day. Ok, so what does all of this have to do with Jethro Tull? Everything. Jethro Tull was the first rock and roll band to have a flute among its musical instruments. The guy who plays it, Ian Anderson, is just fantastic. He sings too, I mean, he is the lead singer of the band. They started in the late 60’s. My first contact with their sound was in 1999, or 2000 I don’t remember exactly the year. I was doing an exchange student program in the U.S.. One day, I was coming back from something I don’t remember the name, with my super friend Julie Ann and her dad. I was completely amazed with the sound of ‘Locomotive Breath’, the very first song. I loved it. In the next few days I was buying the 30th Anniversary Edition ‘The Best of Jethro Tull’ cd. After I got back to Brasil, I almost never listened to it anymore, I don’t know why … But now that I found out about my flute mania, the Tull love came back with full throttle. I’ve downloaded lots of mp3’s, wallpapers, videos from live concerts, etc. And I am still waiting anxiously for my flute, so I can begin to study !!! ;-)
Comentários


Terça-feira, 15 de Julho de 2003, 01:49

Pedrinha Azul – Morte e Renascimento
Quer saber ? Acho que vou desencanar de vez de escrever sobre aquele monte de coisa, afinal de contas já faz mais de 2 semanas que aconteceu ! Vou voltar a escrever sobre o presente. Aliás, quase. Uns dias atrás, aconteceu um desastre quase irreparável. Tava tirando minha pedrinha azul pra tomar banho, quando a cordinha preta que já tava meio frágil arrebentou, a pedrinha caiu no chão e se fez em mil pedacinhos… Pra ser mais exato… Quatro. Mas na hora pareciam tantos… Enfim. (Nossa, eu perco bastante tempo verificando se eu já não escrevi nenhum “enfim” nesse post!) Fiquei triste na hora, afinal a pedra representava muito pra mim, mas logo desencanei. Uns dias depois, tava estudando flauta numa mesa, a mesma mesa que eu tinha colocado o que sobrou da pedra em cima dela (nossa, que frase horrível). Olhei, e comecei a juntar os pedaços, e vi que eles se encaixavam (quase) perfeitamente. Pensei: “porque não colar com super-bonder?!” Peguei um tubo emprestado com minha irmã, e fiz o que pude. Imagine a pedrinha como uma pizza. Agora imagine que eu cortei um dos 12 pedaços da pizza (sim, ESTA pizza tem 12 pedaços, e daí?!). Pois é, foi assim que ficou. Eu até achei que ficou com estilo. Mas ainda teve outro fator agravante. A cordinha preta que arrebentou ficou menor do que já tava (e olha que já tava pequena). E se eu amarrasse no pescoço de novo, não ia dar pra tirar sem cortar. Não quis nem saber. Pedi pra minha irmã amarrar (eu não consegui, pra falar a verdade, nem tentei), e pronto, estou com ela pra sempre. Não tiro nem pra tomar banho, nem pra dormir, e nem tenho como. E nem quero. Gostei do negócio. No fim das contas acho que até acabou tendo uma conotação meio legal na minha vida. Algo que se quebrou, que se acabou … algo que já foi muito bonito e estimado antes, se foi de repente … E agora volta à vida de uma maneira nova, diferente, à primeira vista pior, mas com muito mais estilo, e no fundo, até melhor do que antes. Bacana né ? Acho que tem a ver com minha vida espiritual, com a minha amizade com O Cara. Não sei porque, mas gosto de chamá-Lo (Deus) de “O Cara” … talvez porque pra mim Ele seja mesmo O Cara. ;-) Sei lá.

Little Blue Stone – Death and Rebirth
You know what ? I think I will just not write about all the very nice stuff that happened about 2 or 3 weeks ago, who knows if someday I will … the original idea was to write about it so I could remember later on, but it will take too much effort (or not)… so. I will write once again about the present. Or almost that. I was taking off my little blue stone (if you have no idea of what the ‘little blue stone’ is, and want to know all the truth, just e-mail me asking) to take a shower, and the black string which was already weak broke. The stone fell on the floor, and got broken in a million pieces… actually, four. But it looked like so many at the time.. anyway. I was a little sad, because the stone represents a lot for me, reminds me of very very good things and very nice people. But soon I got better (a couple minutes later). So, one day I was studying flute at the same table I had put the pieces of the LBS (little blue stone), I looked at them and tried to put it together again. And I saw they matched almost perfectly. And I glued (glued?! does this verb exist?) them again. Imagine that the LBS is a pizza. Yes, a pizza. Now, imagine I cut off one of the 12 pieces of this pizza (yes, THIS pizza has 12 pieces). That’s the way the stone looks now. And I even think that it is more beautiful, more stilish now. But there was still one problem. The string became too short, so shot that if I put it with the stone on my neck, I wouldn’t be able to take it off. And so I did. Now I don’t take it off even to take shower or to sleep. Funny … I think it might have some relation with my life, my spiritual life. Like something that was beautiful and worthy, then all of a sudden got broken. A little later, or a lot later, everything was put together again, and even though it looked weird or ugly at the first time, it ended up to be very beautiful, even more than before. It might have something to do also with my friendship with The Guy … I don’t know why, but I like to call him “The Guy” .. Maybe because, for me, He (God) is really The Guy, The Man … ;-) … Whatever…
Comentários


Sábado, 5 de Julho de 2003, 10:45

“O Homem Que Copiava”
Estranho isso … escrever sobre coisas que aconteceram há mais de uma semana… Mas vamos lá. Foi na quarta passada, nem sei que dia. Tava de saco cheio de fazer trabalhos pra entregar naquela semana, não via a hora de me ver livre daquilo tudo logo e vir pra Campo Grande. Chamei um povo, alguns aceitaram o convite, e fomos no shopping ver “O Homem Que Copiava”, eu, o Felipe, o Márcio e uma amiga dele, a Fabiana (da Música). Acabamos chegando atrasados pra seção das 19:10, e compramos ingresso pra das 21:50. Ficamos todo esse tempo enrolando no shopping, fomos tomar milk shake no Bob’s, tomar chimarrão naqueles sofás pretos que tem lá, até bronca do guardinha por causa do chimarrão gente levou (o Felipe ficou puto…). Descobri mais uma entusiasta da flauta, a Fabiana também toca flauta doce e transversal. Trocamos umas figurinhas, ela tocou um pouco a minha flauta (que eu sempre levo onde eu vou, aliás lembrei que tenho que estudar!). Depois a gente ainda foi jogar fliperama, e rodar na fnac, comprei o ‘Instrumental Dois’ do Almir Sater, e finalmente fomos no cinema. Se você ainda não assistiu o filme, e vai ficar bravo se souber o final ou dicas do que acontece no filme, pare de ler aqui mesmo, ou se decepcione. O filme foi muito, muito bacana. É sobre um operador de xerox que se apaixona por uma menina, e resolve fazer cópias de notas de 50 reais, e comprar coisas pra conquistar a mina. Depois fica amigo dum cara, se envolve numas tranbicagens, etc etc… Tem umas partes muito engraçadas, a Luana Piovani tá demais .. O mais legal é que no fim das contas a menina já sabia de tudo, o tonto na história foi ele mesmo !! ;-) Depois que voltei do cinema, deixei cada um na sua respectiva casa, cheguei na Éramos Seis e ficamos jogando presidente até umas 3 da matina, eu, o Marcos, o Che e a Thaís, que tá aparecendo mais lá em casa (legal isso). E foi isso!

“The Man Who Copied”
This is very strange … to write about things that happened more than a week ago. But let’s go. It was last wednesday, don’t remember the day. I was pissed off because of so much work and stuff to hand in on that week, I couldn’t wait to go back to Campo Grande. I invited some people to go to the movies, some of them accepted the invitation, and there were we, Felipe, Marcio, Fabiana and I, getting there late for the 19:10 session we wanted. I bought the ticket for the 21:50 session, and stayed this whole time there at the mall doing the most varios things… drinking milk shake, chimarrão (a popular drink in the South), playing video games, and shopping around … I had the chance to talk a lot with my friends, specially Fabiana, who I had just met. She studies music, and (!!!) flute. We talked a lot about music, about recorders, flutes, etc. Finally, we saw the movie. It was awesome, it is a Brazilian movie, the story is about a guy who works with copies (xerox), and fell in love with a girl. He then decided to make copies of money, to buy her things and get her attention. If you are gonna watch this movie yet, and I hardly recommend you to do so, please stop reading NOW. (Like those pages with the Neo/Architect dialogue). The best thing is that in the end, the girl knew everything already, and was kind of playing with him the whole time… ;-) After the movies, I got home and played “President” (a card game) with Che, Marcos and Thais (she is going to my house more often now, good!) until about 3 in the morning … it was nice !!! ;-)
Comentários


Sábado, 5 de Julho de 2003, 00:15

New times for DWBH …
I don’t know if you noticed, but this blog has gone thru very deep changes. First of all, the home address… Now it is http://www.dwbh.cjb.net/, a little bit easier to memorize (not too much though). You might be asking yourself (or me).. Why change? Well, times change, people change … why not blog addresses change too? I was kind of pissed off because of some problems I had with Blogger.com and hpg.com.br. So I decided also to do all changes in my blog from now on ‘by hand’… Using the old Emacs (at least here in Campo Grande, where I can’t use VIm!) It will take a little more time and work to do it, but it will be better. I figured out how not to show the outline around the linked images … just add a border=0 to the img tag. Easy, isn’t it? Let’s see what else … I think this is it for now … I still have tons of stuff to write, but I just wanted to keep you guys up-to-date as to what is going on around here … ;-)

Novos tempos para o DWBH …
Não sei se deu pra perceber, mas esse blog passou por modificações drásticas. Drásticas mesmo … Mudei de endereço, pulei fora do Blogger.com e do hpg.com.br, e agora tô fazendo o blog tudo no braço, na raça … html baixo nível mesmo. Fiquei de saco cheio dos paus que tava dando. Espero que mude tudo pra melhor, muito melhor.. vai dar uma trabalheira do caramba, mas pelo menos eu vou ficar muito mais feliz mexendo em código limpinho, do jeito que eu gosto.. e olha que vai demorar um tempo pra limpar tudo, hein… Eu troquei o layout da data, vou colocar uma data e hora pra cada post, olha só que legal!! Bom.. Era isso, daqui uns tempos eu acabo de escrever todo o resto que ainda falta pra atualizar isso aqui … Só queria mantê-los informados do que se passa. ;-) Outra coisinha… tô desencanando de colocar acentos usando aqueles códigos doidos de html, dá muito trabalho … se não tiver dando pra ver em algum browser/sistema específico, me avisem que eu troco (ou não).
Comentários


Quarta-feira, 2 de Julho de 2003, 13:27

Recuperando o tempo perdido… / A melhor manhã da minha vida
Tem coisa pra caramba pra escrever, faz mais ou menos uma semana que eu não atualizo isso aqui ! Mas como diria Jack, o estripador, “vamos por partes”. Nossa, tava enumerando todos os assuntos que eu vou escrever, acho que vou ficar aqui fazendo isso a tarde inteira, mas tudo bem, vamo lá. Primeiro de tudo: o retiro de servos que teve no fim de semana depois do feriado (dias 20, 21 e 22 de junho). Foi bacana pra caramba, muito mesmo, conheci um monte de gente nova, gente boa demais: o pessoal da banda Kerigma, de Salto … Uma galera do PUR daqui de Campinas que eu nem fazia idéia que existia … encontrei minha amiga Aline de São Paulo, que não via desde o EEUCC (Encontro Estadual de Universitários Católicos Carismáticos) em abril, ela veio fazer uma pregação pra nós. Enfim. Pude repensar um monte de coisas sobre a minha vida, que estavam indo pra um lado e deviam ir por outro, conheci outros pontos de vista, pude avaliar muitas coisas de uma outra maneira. Duas coisas me marcaram muito nesse retiro: uma delas é o título desse post. Na manhã de sábado, depois da primeira noite que a gente tinha passado no lugar do encontro, acordei ao som de Jesus, Alegria dos Homens, com côro e orquestra, muito, muito alto mesmo … já vinha sonhando com aquilo tudo alguns momentos antes de acordar. Levantei do colchão (que tava no chão, pois a cama era muito pequena) pensando “putz, morri e estou no Paraíso !!!” Aquela melodia celestial me preenchia completamente, viajei muito naquela música. Eles deixaram tocando um tempão, olha que maravilha, escovando os dentes ao som de uma obra desse naipe !! Foi maravilhoso ! A outra coisa que marcou foi uma frase que um carinha de São Carlos disse, se não me engano, o Rodrigo (que mora na “República São José – Só não vai quem não quer!”). “Ai de mim se eu não pregar o Evangelho”. Eu achava que eu gostava de ajudar as pessoas, de me doar pra que os outros pudessem ser mais felizes. Eu achava que eu fazia isso porque eu gostava. Mas nesse retiro descobri que é, além de gostar, porque eu PRECISO! Se eu não falar de Amor, DO Amor, para o mundo, essa coisa toda não vai mudar nunca ! E eu quero que mude ! As pessoas precisam ouvir falar do Amor !! É urgente ! Bem … foi isso, pessoal. Teve mais um monte de coisa legal que aconteceu também, o famoso “chá com bolo”, a visita à Toca (N. Sra. das Dores): tive a oportunidade de conhecer a Fernanda, amiga da Aline, e de conversar melhor com a Aline também, a gente quase não tinha se falado no EEUCC … Foi tudo muito bom, graças a Deus … ;-)

Recovering the time lost … / The best morning of my life
I got A LOT of stuff to write, I haven’t updated this for about a week ! But I believe my patience, I know that sooner or later I will get this thing done. I still have the whole afternoon and night .. ok, let’s go. First of all, I will talk about the retreat I went to on the weekend after the Corpus Christi holiday (20th, 21st and 22nd of June). It was very, very nice, I I met a whole bunch of very interesting new people (by the way, isn’t it just awesome when you get the chance to meet new people?! =) from the band that played for us during the retreat; I met my old friend Aline, from S?o Paulo, and had the chance to talk a lot to her. We almost never talk this much, because we are a couple of miles apart … Just e-mails once in a while. I went with her to Toca de Assis, a fraternity where religious people take care of the poor, give baths, food, shelter, bed, clothes … above all, Love. A friend of hers, Fernanda, lives there helping around, and we went to visit her too, after the retreat had ended.
Two things were very special for me in this retreat: On Saturday morning, I had the best morning of my entire life. I woke up listening to Jesus, Joy of Men with chorus and orchestra, very very loud. At the time, I just thought I was in Paradise. Really. And they kept playing it for a while, I even brushed my teeth listening to that music of Heaven ! It was just amazing !! The second thing was something a guy said, I think his name is Rodrigo (from São Carlos)… He said that we don’t have to talk about Love, or work hard so that more and more people have an experience of God’s Love, or live our lives according to Christ’s teachings because we like to do so … no. But because we MUST do it. We need to. Other people need it, they are thirsty !! People need to hear about Love, they have to experience it ! The world has to change, it just can’t keep going the way it is now ! And the change has to start somewhere, why not me ? ;-)
Comentários


Terça-feira, 24 de Junho de 2003, 23:01

Fotos / outras coisas
Acho que os posts daí de baixo vão ficar sem versão em inglês mesmo … talvez nas férias eu até traduza-os … quem sabe ? Enfim. Esse post é só pra falar das fotos da biscoitada, já estão disponíveis aqui, agradeçam ao Márcio, ele que tirou as fotos e teve todo o trabalho de colocar na net … ;-) Tem também as pérolas que o Gus fez, umas montagens bem legais de algumas fotos… aqui. Divirtam-se. Ah, tô quase acabando os 2 trabalhos que faltam (o de Eng. de Soft. já entregamos hoje), não vejo a hora de me mandar pra Campo Grande !!!

Pix and other stuff
I still have to find some time to make an English version of the posts below, maybe I’ll do it when I am on vacation … this one is intended to let you know about the pictures from the “cookie party”, which you can see here and other pictures edited by a friend, very funny … here. I am almost done with my end-of-semester projects, only 2 of them remaining … Can’t wait to get them done and go to Campo Grande to see my family !!!! ;-)
Comentários


Sexta-feira, 20 de Junho de 2003, 04:21

Que absurdo … Estou aqui no IC, plenas 4:17 da manhã, escrevendo nesse blog … daqui ainda vou pra casa gravar um CD pra tocar no Desordem e Progresso, na rádio Muda, e depois ainda vou pra padaria Alemã …. e depois ainda vou dormir! e depois ainda tenho que fazer as versões em inglês dos 2 últimos posts (esse é um deles) ! Caramba!

Terrible … I am here at IC (Institute of Computing), 4:17 in the morning, writing this post … and I am still gonna go to Muda (unicamp’s free radio) at 6 to do my radio program, “Desordem e Progresso” (disorder and progress, a program about progressive rock), and after that eat breakfast at Padaria Alemã (“german bakery”, a popular place where you can buy a whole breakfast with bread w/ jam, toasts, orange juice, chocolate milk, cake and other things for very a cheap price)… and, finally, after all of that, to sleep quietly and peacefuly on my bed …
Comentários


Sexta-feira, 20 de Junho de 2003, 04:08

Legal … reparei que eu tô escrevendo numa certa linha: primeiro eu escrevo um monte sobre fatos, contando-os quase sempre na íntegra (aliás, contrariando os princípios inicialmente definidos deste blog) e depois eu desenvolvo algumas idéias que achei interessantes … (quase sempre as mais non-sense). Legal isso ! ;-) Continuando essa mesma linha … vou desenvolver um pouco o que eu falei sobre “estudar pra caramba” … Foi legal esse pequeno período que antecedeu as duas provas que tive na terça … de Análise de Algoritmos e de Sistemas Operacionais. Consegui estudar como não estudava havia muito tempo. A matéria estava fluindo, a coisa tava rendendo de um jeito que eu não via há muito … Acho que tenho que fazer isso mais vezes ! (ou não…) …

Nice … I noticed that I am following a certain line in my writings … First, I write a lot of stuff about facts, telling almost everything about them (going against the principles of this blog …) .. After that, I write about some ideas which I found interesting (most of the times, these are the non-sense ones). This is very nice ! Keeping that same line, I will write a little more about “studying hard” … this little period of time before the 2 tests I took on Tuesday (Algorithm Analysis and Operating Systems) was very nice … I could study for both of them as I hadn’t in a very long time (years), the topics were flowing like water on a waterfall … I think I need to do this stuff more times !!!
Comentários


Quinta-feira, 19 de Junho de 2003, 22:49

Tradicional Biscoitada de Fim de Semestre Ímpar
Foi ontem, lá em casa. Muita gente, muita mesmo. Deixa eu ver se lembro de todo mundo… Além do pessoal da casa (Eu, o David, o Che, o Marcos e o Hanson, o biscoiteiro da noite), tinha: Dinho, Dinha (Andréia EC03), Diego, Dani (EC03), Gorgonzola, Thaís, Tássia, André, Gê, Rafa, Kelly, Raffles, Ciça, Virgínia, Clarissa, Lucas Bracher, Obi-Wan (aniversariante da noite), Doubiky (não sei como escreve o nome dele), Márcio, acho que tinha até mais gente, mas no momento não tô lembrado de mais ninguém … enfim, mais ou menos umas 20 pessoas. Gente pra caramba. Tava muito legal, muito legal mesmo … Rolou umas performances da “Banda VJFH” – Bracher no cello, Dinho na guitarra, Hanson no baixo, Dinha na gaita e eu alternando entre violão e flauta doce. Muitas e muitas fornadas de biscoitos, panquecas recheadas, entre outras coisas… No meio da noite aconteceu um negócio meio chato … aliás, dois negócios meio chatos… Primeiro o Rafa e a Gê queriam ir embora, a Gê tava meio morta de cansaço, mal se aguentando em pé. A Dinha ia pro HOTEL levar não sei quem, e o Rafa ficou muito puto, porque foram mais 2 pessoas no carro que não precisavam ir, foram só de alegre mesmo, e ele e a Gê tiveram que ir a pé … :( Depois foi a Ciça que queria ir embora mas tinha esquecido a chave da casa dela. Ninguém quis emprestar a chave pra ela, parece que ela já tinha feito isso antes, enfim. Ela ficou chorando num canto, fui ver o que era … Peguei uma chave emprestada com a Clarissa, levei ela pra pra casa dela, ela pegou as coisas e fomos pra rodoviária. O Gorgonzola foi com a gente, ficamos um tempão lá conversando à toa, o ônibus pra cidade dela só ia sair às 6:20 da manhã. Ela ficou fazendo um monte de trancinhas no meu cabelo. Fui pra casa, cheguei e já tinha todo mundo ido embora, deitei e dormi na cama do David, que tava dormindo na sala, e o Dinho tava dormindo na minha cama. Foi isso. Agora que eu tô pensando … putz grilo, como eu vou escrever tudo isso em inglês?! Tem coisa pra caramba !!!!! Mas vamos lá, fé que a gente consegue …

End-of-Odd-Semester Traditional Cookie-party
You might be thinking: “it sounds weird”. I know … it really does, even in Portuguese. Anyway … It is the traditional party we do every year in June, to celebrate the end of the Calculus tests. Some of my friends still are taking it .. I did it already, my last one was last semester (Calculus 4). We invite a lot of people, and almost everybody came … around 20 people in our republic, the “We Were Six”. It was a very pleasant night, with a very special performance by the “VJFH Band” (VJFH means “Você Já Foi Hoje?”, literally, “Have you already gone today?” … it has a funny connotation … it is also the name of our group of friends). Lucas Bracher playing the cello, Dinho in the electric guitar, Hanson with the bass, I play the recorder and the guitar, depending on the song, and Andréia plays the harmonica. Also, the main theme of the night, yes, cookies !! Lots of them, for everybody … There were pretty delicious. The best part is when we are making them … each one gives his cookie the weirdest form possible … among the most peculiar ones, we some integral signs, derivatives, simling faces, names of people, everything was a reason to turn into a cookie. Later on, around 2 in the morning (just to give an idea of time, the party started around 9 pm and ended around 4 am of the other day) I took a friend to the bus station, she was going to her home town. We stayed a while with her, while she was waiting for her bus … talking about life … I came back home around 4:30, and went right to bed …
Comentários


Quarta-feira, 18 de Junho de 2003, 17:55

Felicidade …
Agora eu tô feliz … Depois do Hanson me dar um toque, comecei a usar o Phoenix, em vez do Mozilla … eu já sabia que tinha no IC mas ainda não tinha me tocado. Outro motivo pra minha felicidade: fui muito bem nas duas provas que fiz ontem… Estudei pra caramba … quer dizer, “pra caramba” comparado com os meus padrões, com o que eu tô acostumado a estudar (ou seja, nada). Estudei sábado a manhã toda, segunda o dia todo, e terça de manhã antes da prova. Rendeu muito !! O problema agora são os trabalhos que tem pra entregar na semana que vem ! O projetinho do jogo da velha no Altera vai ser trabalhoso ! …

Happiness …
Now I am happy … I remembered I could use Phoenix instead of Mozilla (actually, my friend Hanson told me) ! Another reason of part of my happiness : I did very good on both of the tests I took yesterday (all my trouble seem so far away). I studied quite a lot, “a lot” for my standards, of course. Saturday the whole morning, Monday the whole day and Tuesday morning, before the tests. The only thing remaining now are the 3 works I have to hand in on the next week … the little project tic-tac-toe for logical circuits lab will require a lot of work …
Comentários


Quarta-feira, 18 de Junho de 2003, 17:48

ABU
Penúltima semana de aula … aliás, aula que é bom já acabou mesmo … agora só faltam 3 trabalhos pra entregar na semana que vem, aí eu estou finalmente livre. Faz um tempinho que eu não escrevo aqui … deixa eu lembrar o que tem rolado de bom… Sexta passada fui na reunião de oração da ABU (Aliança Bíblica Universitária, um grupo de protestantes de várias denominações), esse semestre foi a primeira vez, eu acho. Já tava ficando com saudades daquele pessoal, eles são extremamente gente fina, gosto demais de todos eles. Ano passado comecei a freqüentar mais ou menos na época da Jornada da Confiança, e foi através desse evento que perdi um pouco do medo de conviver e rezar junto com outros cristãos não-católicos. Também encontrei a Lívia (da Pastoral Universitária) por lá, era a primeira vez que ela ia. Depois da reunião propriamente dita, ainda ficamos um tempão tocando violão, cantando, conversando à toa… Foi bem gostoso…

ABU
We still have 2 more weeks until the end of the semester, I have only 3 more works to hand in next week. It has been a while since the last time I wrote here … let me remember what have happened … Last Friday I went to a prayer meeting at ABU (Biblical Universitary Alliance), where I used to go a lot last year, but this year was the first time. I was missing those guys, they are incredibly nice !! I started attending the meetings over there in the middle of the last year, because of the “Journey of Thrust”, a religious kind-of-congress for youths. By that time I began to lose a bit of my “fear” of having contact with people from other beliefs, with other christians non-catholics. I have some spetacular memories from that time … anyway . After the meeting, we played guitar and sang some songs together, for some hours … It was awesome … !
Comentários


Quarta-feira, 11 de Junho de 2003, 21:36

Estou triste … o Firebird tá dando uns paus estranhos aqui no IC, já mandei um e-mail pro povo do GPSL-CACo, mas até agora nada… já estou com saudades … vai ser difícil aguentar mais tempo usando o Mozilla !

I am upset … I am going thru some problems with Firebird (a web browser) here at IC. I’ve already e-mailed the GPSL-CACo people, but so far, nothing was done. I miss it !! I don’t know how much longer I can take, using Mozilla …
Comentários


Quarta-feira, 11 de Junho de 2003, 21:32

Festa de Aniversário da Dina
Foi sábado à noite … Fiquei sabendo meio em cima da hora, mas fui do mesmo jeito, e curti pra caramba. Revi um monte de pessoas super legais que não via há décadas… Gosto demais da Dina, ela é um amor de pessoa, e acho que não podia deixar passar essa oportunidade de revê-la. Ela tá morando em Bragança faz quase dois anos acho, mas agora parece que finalmente conseguiu alguma coisa bem legal aqui em Campinas, e vai voltar de vez pra cá a partir do próximo semestre. O Jesus tirou umas fotos, eu já copiei pra minha página de figuras (no link “figuras bacanas” aí do lado), os arquivos são dina[00..09].jpg . Aliás, aproveitando a oportunidade … Não sei se todos vocês (estimando um público-alvo-leitor-assíduo de umas 10 pessoas mais ou menos) já sabem, mas eu mantenho um repositório de imagens engraçadas e/ou interessantes e/ou inúteis, tá no mesmo link … figuras bacanas. Tudo quanto é coisa legal que eu recebo por e-mail, vou guardando lá. Tem uns 15 MB só de tranqueiras. ;-) Mas enfim, o bolo tava bom pra caramba, toquei violão com o povo, dancei forró, me diverti . Foi muito bom !

Dina’s Birthday Party
Last Saturday I went to a very special friend’s (surprise) birthday party. I met a lot of people I haven’t seen in decades, people from the prayer group, from church … I was missing them! This friend of mine, Dina, I love her !! She is such a nice person. And she got very very happy because of the party, she wasn’t expecting it at all. The dinner and the cake were wonderful. I also played the guitar, sang, danced ‘forró’, talked a lot about many stuff with many people … had lots of fun . It was a special night. If you wanna take a look at some pictures we took there, I uploaded them already to my picture directory … try the link “figuras bacanas” at the left side of the website. By the way, for those who don’t know, I keep a whole bunch of interesting images I receive by e-mail. I think most of them are in Portuguese, but they’re funny anyway . You might wanna take a look. So. This is it, folks.
Comentários


Quarta-feira, 11 de Junho de 2003, 21:00

Caramba, como é difícil achar um título bacana !!
Tava vindo aqui pro IC, agora há pouco, depois da reunião com a Célia (minha orientadora de iniciação científica) … Que aliás eu lembrei quando tava saindo do bandex, com uns 20 minutos de atraso.. mas deu tempo. Então, voltando … eu tava vindo pro IC, quando de repente o chão some dos meus pés … perto da escadinha, tem uma pequena valeta, e eu distraído, pisei dentro, perdi o equilíbrio e vi tudo vindo abaixo … Foi engraçado. Ralei minha mão toda, tá meio sangrando até agora … Por falar em sangue … Domingo passado foi bacana, descobri um super esquema!!! Fui no Hemocentro pra doar sangue, e fiquei sabendo que eles dão lanchinho antes e depois da doação, e você ainda pode repetir! Comi uns 3 ou 4 mistos quentes, uns 2 refrigerantes, todinho, suco, tudo do bom e do melhor. E sem contar que ainda tô ajudando alguém que precise de uma transfusão! A parte ruim de tudo isso é que só pode doar de 3 em 3 meses (mulher é de 4 em 4)… Se pudesse eu ia todo dia!! ;-) Outra coisa legal que também aconteceu esse fim de semana: conseguimos finalmente montar a rede da Éramos Seis, fui sexta com o David comprar os cabos e os conectores, e no sábado já tava tudo praticamente pronto… Agora ficaram faltando só as canaletas … Por enquanto tá aquele monte de cabos azuis espalhados pela casa, coisa linda … Mas isso é o de menos … o que importa agora é que a gente pode jogar StarCraft com 4 pessoas!

I think I will just not do this boring title thing …
Hey! Again … Good to see you! ;-) Let me just go over the stuff I am supposed to talk here … my hand bleeding, my blood donation (?!) last Sunday, the newest “We Were Six’s Fully Operational Network”, what else …? I think this is it … Let us begin. At this time you might be a little curious because of the “hand bleeding” thing I just said … Ok, don’t panic. I just stambled on a hole when I was coming to IC (Institute of Computing), and smashed my hand on the floor. No big deal. But it’s still bleeding, and some people might be not comfortable with that … well, who cares? Next topic. Last Sunday I found out about a very nice thing: I can donate blood every 3 months, and I get free snacks before and after the donation. Isn’t that awesome? My left arm got numb and purple for a couple hours, but it was ok after that. I survived. And it is a nice experience, by the way … To know that you might be saving some lives with a simple act… It’s a good feeling! ;-) Network . (Network?!) Yes, Network. Finally we have a network at our republic the “We Were Six Republic”. David and I bought the cables last Friday, and on Saturday everything was in place … well, kind of … there are a whole bunch of blue cables all over the house yet, but what matters is that the computers are all linked, and we can play StarCraft (among other cool games) with 4 people at the same time! ;-) The next step is to install high bandwidth Internet !!! Wait and see …
Comentários


Quarta-feira, 11 de Junho de 2003, 20:17

Pequena Calmaria antes da Tempestade
Essa semana até que enfim está terminada … Hoje tive meu último compromisso acadêmico, agora só as duas provas, de ANAL (Análise de Algoritmos) e S.O. (Sistemas Operacionais)… Ontem foi prova de B.D. (Banco de Dados), e apesar de eu ter estudado bem pouco, fui bem pra caramba. A prova tava relativamente fácil … Estudei um pouco na terça, das 22h até umas 23:30, e depois acordei às 3h … tomei um banho e fiquei num estado intermediário entre dormindo e acordado, no tapete da sala, até umas 6:30h, comi alguma coisa e fui fazer a prova. Batata! ;-) E hoje à tarde foi o laboratório de Circuitos Lógicos, o último. Agora falta o pior … as 2 provas na terça, mais projeto final de Engenharia de Software (argh), de Sistemas Operacionais (alterar o código do kernel do Linux para privilegiar os processos de um determinado usuário) e de Circuitos Lógicos (implementar um jogo da velha na plaquinha do Altera). Isso tudo em 2 semanas … Vamos ver se eu vou conseguir sobreviver! ;-)

Still trying to think about an English title …
Ok, here we go… I am on the final countdown (nice song!) for vacation! Just about 2 more weeks. This week I took a test and, although I studied very little for it, I think I might have gotten a good grade … it’s was quite easy … I spent about 4 or 5 hours of studying the night before the test. Anyway … I still have 3 more works to hand in and present to the teacher, and 2 very hard tests to take … lots of stuff to study .. and still some texts from my scientific initiation … This end-of-semester promises a lot. I just wish I could survive to it ! …
Comentários


Quinta-feira, 05 de Junho de 2003, 22:30

Teoria dos Macacos Aleatórios
Tava hoje conversando com o Planta e o Dinho, indo pro bandejão. O Planta me conta uma história bem maluca (um pouco pior que a das fadinhas e hamsters). Parece que tinha um amigo dele que tava fazendo Probabilidade, e parece que, no infinito, tudo pode acontecer. Tipo, a probabilidade de alguem acertar na mega sena sozinho 10 vezes consecutivas é beeeeem pequena, mas no infinito ela existe. Enfim. Eles começaram a formular teorias em cima disso. Coisas como: “Já pensou se tudo o que existe que foi criado pelos homens, na verdade fosse construído por macacos, que fizeram tudo aleatoriamente? Existe a possibilidade, no infinito” E a partir daí, tudo o que se vê é obra dos tais macacos aleatórios. Sei lá, um chimpanzé pode ter escrito a Bíblia, digitando letra por letra no seu PC, tudo aleatoriamente. Um bando de macacos pode ter projetado foguetes, trabalho que consome anos e anos de pesquisa em engenharia … tudo aleatoriamente. Incrível né?! Esse povo que não tem mais o que inventar … Qualquer dia eu escrevo sobre a teoria do Planta (figuraça) sobre as fadinhas e os hamsters (parece que tem gnomos no meio também) ….

Random Monkeys Theory
I was talking with two friends, Dinho and Planta, going to eat something. Planta told about his friend’s crazy theory. When he was in the Probability course, he learned that, in the infinity, anything can happen. Like … to win the lottery, alone, 10 times in a row … impossible? In the infinity, it is possible. Anyway. They started wondering about the possibility that the whole world as it exists today was constructed by monkeys, randomly. Like … a monkey could, randomly, have written the whole Bible, pressing random keys on his keyboard (from his PC, randomly bought at a random store, with random money). A bunch of monkeys could have designed and constructed the rockets, the spaceships, studying (randomly) engineering, everything random. Crazy? yes, very! But in the infinity … it could happen … hehehehe ;-)
Comentários


Quinta-feira, 05 de Junho de 2003, 22:16

Mini-vacation
Ok, before anyone asks, yes, the order of the language is completely random. Sometimes English comes first, then Portuguese … other times, the opposite. Anyway … last Tuesday my parents, my sister and my grandma came all the way from Campo Grande (11-hour trip) to see my chorus presentation at the Municipal Theater. It was very very nice, we sang “California Dreaming”, “New York, New York”, “Seasons of Love”, “Hallelujah” and “Sociedade Alternativa” (in English, “Alternative Society”, a song by a Brazilian composer, Raul Seixas). Some of the songs have a coreography, usually they are the ones that get more applause from the audience (and lots of good laughs too). Last night I went to a party w/ my sister and some friends, a “June Party”, a typical Brazilian celebration … Man, I never thought it would be so hard to describe Brazilian stuff for foreign people … anyway, english-speaking folks, I am sorry but there is no way you can get an idea of what a June Party is, if you don’t go to one … kinda like “The Matrix” … “No one can be told what the Matrix is … you have to see it for yourself” . Well, as you might think, yes, i was very very happy, with my family here (I missed my brother a lot though, it would be great if he was here too). We also went to a pizza place, with live music. Awesome. A Place called Estação Santa Fé Pizza Bar, or “Holy Faith Station” … kind of … it was very nice … well … this is it, I think .

Mini férias
Putz … esse negócio de escrever nas duas línguas realmente está se tornando meio chato pra mim … escrever a mesma coisa duas vezes … sabe de uma coisa? Eu vou escrever coisas mais diferentes, bem mais diferentes. Putz, ficar escrevendo a mesma coisa em duas línguas enche o saco! Ok .. vamos lá. Minha família, menos o meu querido irmãozinho amado Helder, vieram pra Campinas me visitar, e em especial, ver a apresentação do Oficina Coral, que eu faço parte. Foi lá no Teatro Castro Mendes, um dos mais “chiques” daqui de Campinas. Foi super bacana, principalmente os comes e bebes depois! Eu tava sem comer nada naquele dia, dei PT !!! (Perda Total) Na quarta fomos passear na Unicamp, foi bem bacana, a gente comeu no IMECC e fomos dar uma volta na feirinha, sentamos um pouco pra bater papo com uns amigos meus que encontramos por lá… Fomos no Shopping Dom Pedro (programa de jacu de cidadezinha de interiorrrrrr) e de noite, no Santa Fé, um lugar muito animal que tem aqui em Barão. Música ao vivo de primeiríssima linha, pizzas maravilhosas, enfim. Foi tudo muito bacana. Mais de noite, eu e a minha irmã e mais um grupo de amigos fomos pra FEA Junina, tava meio chato porque meia-noite (pouco depois da gente ter chegado) apareceram o reitor (sim, isso mesmo, o reitor!), o vice-reitor e o prefeito do campus, falando pra festa terminar, ameaçando jubilar a galera. Acho que isso foi por causa da Festa do Parangolé (Arquitetura), na qual morreu um cara com 2 tiros na cabeça. Depois até apareceu a bandinha, tocando marchinhas de carnaval (o melhor da noite). O pessoal foi tudo embora hoje de manhãzinha. Ah! Ganhei uma super botina do meu pai, já tô usando ela… muito bacana mesmo! ;-)
Comentários


Quinta-feira, 05 de Junho de 2003, 21:59

Bobeiras gerais
Olá povo … quinta-feira relativamente tranqüila por aqui … Escrevendo no blog e vendo uns e-mails, conversando à toa no ICQ, e doido pra ir pra casa estudar um pouco de flauta e dormir bastante. Ainda tenho que ligar pra Dayse, que pediu na lista da Muda pra alguém ajudar ela a levar uns equipamentos pro conserto. Eu me ofereci, tenho que ligar pra ela confirmando. Hoje rolou um boato que era pra entregar uma tarefa de Engenharia de Software, felizmente só um boato … na verdade é pra terça, e por conta desse boato, meus queridíssimos companheiros de grupo, o Che e a Kelly, já fizeram quase todo o trabalho (nossa, que vergonha pra mim!) Eu e a Kelly ainda temos que fazer um trabalho de circuitos lógicos, sem contar o projeto final, para daqui umas 2 semanas. Ainda tenho que escrever um monte sobre as minhas “mini-férias”, os 3 dias que meus pais, minha vó e minha irmã vieram passar uma temporada aqui em Campinas … aliás, acho que já vou ter coisa o bastante pra escrever em inglês !!! Fica pro próximo post…

General Stupidity
Hey people… this Thursday was kind of quiet … writing on my blog, reading some e-mail, talking on ICQ, and can’t wait to get home, study my recorder, and sleep a lot. I still have to call Dayse, a girl who makes a radio program at Radio Muda (a free radio station at Unicamp). She asked for help to take some equipments to fix (car), and I said I could help. Today I was supposed to present a Software Engineering essay, but later on I found out they’d postponed it, it will be on next Tuesday. My beloved friends Che and Kelly did almost all of the job already (I love them!), and I still have to do a work for Logical Circuits, for next week too. I guess I will now write about my “mini-vacation” …
Comentários


Terça-feira, 03 de Junho de 2003, 05:35

Finally, an English version!!!
A long time ago I thought about running an English version of this blog, parallel with it … Not exactly the translation of all the posts, but something like it. The main reason is that I also want my international friends to read it (and, of course, understant it). So, from now on, everything I post here will have 2 texts: one in Portuguese and one in English. Let’s see how long I will be able to take this ;-) (hope the longest)

Finalmente, uma versão em inglês!!!
Faz um tempão que eu tô querendo fazer uma versão em inglês deste blog, principalmente porque tenho alguns amigos de outros países (EUA, Eslováquia, China…) que eu quero que entendam o que eu estou escrevendo. A idéia não é simplesmente traduzir cada post, mas fazer uma coisa que siga mais ou menos a mesma idéia. Então, a partir de agora, tudo que eu postar aqui vai ter 2 textos: um em português e outro em inglês. Vamos ver quanto tempo eu vou aguentar fazer isso … ;-)
Comentários


Terça-feira, 03 de Junho de 2003, 04:50

Tô aqui no IC, mais uma noite em claro… acabei agora há pouco um trabalho de Sistemas Operacionais pra entregar amanhã, agora ainda falta estudar um pouco do trabalho de Banco de Dados que tenho que apresentar junto com meu grupo amanhã de manhã. Como não ajudei muito a fazer (eu tava fazendo o de S.O.), não estou tão por dentro assim quanto os outros 2 integrantes do grupo. E parece que, pelo que rolou hoje, a Bauzer (professora, diga-se de passagem, chata) tá cobrando bastante de todos. Além disso, também tenho que estudar pra prova de Engenharia de Software amanhã. Ainda não sei qual vou fazer primeiro… Já dormi um pouco, de 1h a 3h da manhã, não estou com tanto sono assim. Bom. Sei lá. Estou feliz, pois amanhã (ou hoje, como queira) meus pais vão vir pra cá !! E também vai ter apresentação do Oficina no Castro Mendes ! ;-)
Comentários


Domingo, 01 de Junho de 2003, 02:24

Janta no apê da Chris
Também na quinta passada, à noite, fui no apartamento da Chris, a regente do madrigal Cais do Canto (que no momento está em recesso, mas tô botando uma fé que vai voltar com tudo no próximo semestre), que eu participava. Tava com muitas saudades dela, depois que o Cais deu uma parada a gente nunca mais se viu. Tava ela e o Ângelo (namorado dela) por lá, ficamos conversando um monte, até ajudei ela num problema com o MD que ela comprou. Parece que o programinha que vem junto não permite transferir músicas do MD pro computador via USB, somente o inverso. Acho que tem a ver com uns lances de direito autoral, mas eu não vejo sentido. Tô tentando achar algum programa livre que faça isso. Enfim. A janta tava meio … sei lá … não sei se é porque naquele dia eu tinha almoçado às 16h, uma baita pratada de dobradinha (que diga-se de passagem, tava deliciosa!!!) mas enfim … nossa, agora que eu tô pensando nisso: a Chris vai me matar se ela chegar a ler esse blog !!! Mas acho que ela não lê não … bom. Perguntei pra ela sobre o Cais, se vai voltar ou não, como que tá isso… ela me disse que tem uns 40% de chances de voltar, da parte dela. Independente de qualquer coisa, eu acho que vai voltar sim, aliás, eu sei. Boto muita fé nisso !! ;-)
Comentários


Domingo, 01 de Junho de 2003, 01:47

Experiência triste
Quinta passada, na hora do almoço, fui com o pessoal do GOU (Grupo de Oração Universitário) na Igreja Maria Porta do Céu, ou também conhecida como Santuário da Desatadora dos Nós. Fiquei muito triste com o que vi lá. Sério mesmo. Na entrada no andar de baixo, tem uma livraria completíssima, com livros, terços, bíblías, crucifixos, pulseiras, pingentes, cd’s e todo tipo de artigos religiosos. Na entrada da Igreja, tem um cartaz enorme dizendo mais ou menos assim: “Antes de entrar, veja se você está decentemente vestido. Entre e faça a genoflexão, depois ajoelhe-se e faça a sua oração. Ao sair também faça uma genoflexão”. Dentro da Igreja, tem uns murais, com textos impressos de e-mails que circulam pela internet, com boatos sobre Harry Potter, coisas como “criadora de Harry Potter admite pacto com o demônio”, daí pra pior. Tinha também um tonel gigante de mármore com água benta. Sei lá, a minha concepção de Igreja é meio diferente disso … aliás, radicalmente diferente, pra ser mais exato. Antes de ir lá, já tinha uma certa “aversão” àquela Igreja, pela fama que tem … agora a coisa piorou ainda mais, acho que nunca mais boto os pés lá de novo … infelizmente.
Comentários


Domingo, 01 de Junho de 2003, 01:24

Reencontros telefônicos
Fiquei muito feliz … depois de chegar de Limeira, fui pra casa e fiquei pensando para quem ligar … no fundo queria mesmo ir pra casa de alguém bater papo, jogar conversa fora … falar da vida. Pensei na Cassiane, que é uma amigona minha de São Paulo, conheci na porta do vestibular da Unicamp … ficamos conversando por telefone quase uma hora. Fazia um ou dois meses que não falava com ela. Foi bem bacana, falamos de um monte de coisas legais, e no meio da conversa ela me fala “Nossa Lucas você é tão legal, tenho muita sorte de ter amigos como você” … Eu fiquei tão sem jeito, sei lá … Achei muito bacana ela dizer isso. Aí lembramos de muita coisa do passado, de como nos conhecemos. Que feliz coincidência, pensa só … esperando pra entrar e fazer prova, no dia do vestibular da Unicamp… tudo bem que a coisa foi um pouco facilitada, os olhos azuis ajudaram bastante … mas enfim, foi uma coincidência. Legal.
Comentários


Domingo, 01 de Junho de 2003, 01:11

CRU em Limeira
Pela primeira vez, o CRU (Conselho de Representantes de Unidade) aconteceu em Limeira, no CESET. Foi um dia inteiro de discussões, conversas, muito bacana. Fui pra lá esperando quase nada, como indicado do CACo … “Vamos ver no que dá…” Rolaram discussões sobre assistência estudantil, reforma da previdência, lei de diretrizes orçamentárias, e também sobre o FU, o Festival da Unicamp… Que foi a mais bacana. O FU é um projeto grande do DCE, um mega evento que vai abranger todas as áreas do conhecimento … pelo que eu entendi a idéia é mais ou menos os alunos da Unicamp darem oficinas nas suas respectivas áreas para pessoas que não tem acesso à universidade, e para estas conhecerem um pouco mais do que rola dentro do campus, do que é vivenciado. Mais um grande intercâmbio de conhecimento e experiências. Mas enfim, não era sobre isso que eu queria falar. Durante o CRU, nos intervalos entre uma discussão e outra, na viagem de ida e de volta, dentro do busão etc, deu pra conversar bastante com o pessoal do DCE, e o que foi bem legal é que eu fiz uma das coisas que eu mais gosto de fazer: falar de Amor. Acho que consegui “abrir os olhos” da Viviene e da Gislaine, duas pessoas muito bacanas do DCE. E como é gostoso falar de Amor né!! Sei lá, eu sou meio bobo às vezes mesmo … Falei do “amar” como “dar a vida, esvaziar-se de si e se doar pelos outros” … Parece que elas pegaram mais ou menos a idéia … ;-) Também troquei umas idéias com a Letícia e a Mariana, sobre a Jornada da Confiança … adivinha o que originou o assunto? Sim, como sempre, a famosa Pedrinha Azul !
Comentários


Quarta-feira, 28 de Maio de 2003, 23:22

Oficina Coral Unicamp / Clarineta
Hoje teve a primeira apresentação do ano do Oficina, foi lá no Colégio Rio Branco, aqui em Barão mesmo… até agora 5 músicas no repertório: Sociedade Alternativa, Hallelujah, New York, New York, Seasons of Love, e California Dreaming. Terça que vem vai ter outra, com o mesmo repertório, no Teatro Castro Mendes (um dos teatros mais bacanas de Campinas). E eu estou muito muito feliz, recebi uma notícia maravilhosa hoje. Minha mãe e meu pai (e talvez minha irmã) vão vir lá de Campo Grande só pra me ver cantando… legal né? Então … depois da apresentação fomos lá pro HOTEL, e o Volnei até me ensinou a tocar um pouco de clarineta, é bem difícil, mas acabei conseguindo tirar umas notas… Ainda tinha um trabalho de BD pra fazer e entregar amanhã, mas cheguei aqui no IC e tudo já estava consumado, meus queridos amiguinhos Che e Kelly já tinham feito tudo. Eles não são legais pra caramba?! ;-)
Comentários


Terça-feira, 27 de Maio de 2003, 21:16

Assembléia dos Estudantes de Computação (ufa!!)
Acabou agora há pouco a Assembléia convocada pelo CACo para discutir questões referentes ao espaço físico para o CACo e a Atlética, e a Comissão de Sindicância para apurar o mau uso dos laboratórios do IC-3. Foi uma surpresa incrível pra nós do C.A., não esperávamos que tanta gente assim fosse comparecer. Devia ter uma média de 100 pessoas lá. A discussão rolou tranquilamente, exceto no finalzinho, quando foram dar os encaminhamentos. Foi uma balbúrdia sem tamanho, em cima de coisas sem muita importância. Mas valeu. Decidimos o que tínhamos que decidir, e agora vamos ver no que dá! Temos que escrever ainda um documento falando tudo o que rolou na Assembléia e publicar pra galera (todos os alunos) e depois passar um abaixo-assinado pedindo o fim da Comissão de Sindicância.
Comentários


Terça-feira, 27 de Maio de 2003, 20:56

Festa do Contrário / Matrix Reloaded – O que rolou
A festa do contrário passou, Matrix Reloaded passou, e passou também um monte de coisa. Vamos por partes. A festa foi legal pra caramba, aliás, deve ter sido… fiquei a maior parte do tempo dormindo. Tava morrendo de sono e capotei num canto lá, e só acordei (na verdade, me acordaram) pra ir embora, em torno de 5 da matina. O Márcio tirou umas fotos, quem quiser dar uma olhada tá aqui. Tá bem engraçado, eu recomendo. A Paula me arrumou umas roupas bem legais, ficou quase parecido com a Tina Turner (que era a idéia inicial). Isso foi na quinta. Na sexta fomos todos assistir Matrix Reloaded, na sessão das 23h. Tinha bastante gente vestida a caráter (tudo de preto, muitos com sobretudo). Mas ninguém ganhou do Rafa, que foi IGUAL ao Agent Smith. Colocou terno e gravata, óculos escuros, gel, até mesmo o fone de ouvido (em um ouvido só) que é o mais imprescindível. E pra piorar ele interpreta muito bem, faz aquelas expressões do Smith … ficou o máximo. A galera tava zoando muito dentro do cinema, antes de começar o filme, cantando musiquinhas infames em côro. E foi basicamente isso…
Comentários


Segunda-feira, 19 de Maio de 2003, 20:20

Mozilla Firebird
Finalmente consegui configurar tudo o meu Firebird … a versão 0.6 saiu há menos de uma semana, e o Diniz (EC02) instalou agora há pouco na área do GPSL (grupo pró software livre) … aliás, o link já está lá do lado, não sei porque não coloquei antes… enfim. É tipo um Mozilla muito melhorado, bem mais leve, mais bonitinho, entre outras coisas (bugs arrumados etc). Eu recomendo fortemente pra todo mundo, ele é feito pra ser um browser multiplataforma, o arquivo de instalação pra baixar é 9 MB, e depois de instalado dá cerca de 25, 30 MB. Vale a pena. ;-)
Comentários


Sexta-feira, 16 de Maio de 2003, 12:11

Comissão de Sindicância
Tá rolando o maior clima de terrorismo nos últimos dias aqui no IC. Alguns equipamentos foram roubados de dentro dos laboratórios, como um notebook e alguns pentes de memória (RAM), e em virtude disso, e de outras irregularidades menores, como jogos, comida dentro dos laboratórios e o principal, que está causando mais polêmica, a entrada de pessoas de fora do IC nas salas dos computadores. Foi instaurada uma comissão de sindicância para apurar os fatos, e os alunos convocados procuraram o CACo (Centro Acadêmico da Computação, do qual eu participo ativamente) falando que foram tratados como criminosos, tinha 3 professores numa mesa, o aluno sentado numa cadeira em frente a estes, sozinho, tudo sendo gravado em fita e datilografado por uma secretária (ou “escrivã”). Fizeram um monte de perguntas tentando arrancar informações chave. Enfim, o CACo convocou uma reunião extraordinária para discutir esse assunto, e tiramos um documento que foi entregue aos membros da comissão e ao diretor do instituto (Prof. Anido). Agora há pouco conversamos com o mesmo, que tem uma retórica incrível, fala que você tá certo e você acaba sem argumentos. Ele foi sim bem receptivo, até perdeu meia-hora da reunião que ele tinha marcada, e se dispôs a esclarecer nossas dúvidas e a participar de um eventual fórum que a gente vier a organizar, sobre esse assunto.
O questionamento principal do CACo não é a comissão em si, mas a forma como tudo está sendo conduzido, sem nem mesmo avisar os estudantes ou o CA antes de formar a tal comissão, acho que isso seria o mínimo. Marcamos uma assembléia para daqui 2 semanas… Vamos fazer uma divulgação em massa, tentar arrebanhar o máximo de pessoas possível. Agora é ver no que vai dar, esperar pra ver! ;)
Comentários


Quarta-feira, 14 de Maio de 2003, 11:40

Festa do Contrário / Matrix Reloaded
Semana que vem promete… Vai ter um combo na quinta e na sexta. Quinta dia 22 tem a tradicionalíssima Festa do Contrário, da Eng. de Alimentos. As gurias da CDOM (Casa Das Oito Mulheres) tão combinando de ir de Village People… acho que eu vou de Tina Tuner, consegui arrumar umas roupas legais com uma amiga minha… Vai ser muuiiiito engraçado … esses dias tinha um povo lá no HOTEL (segundo nome da CDOM… House Of The Eight Ladies) experimentando roupas das gurias, tava muito cômico… e logo no outro dia, na sexta, já tem a estréia do Matrix Reloaded, que por sinal acho que eu e o David já vamos comprar o ingresso hoje, pra não correr o risco de esgotar … ;-)
Comentários


Quarta-feira, 14 de Maio de 2003, 11:37

Saga de Hades
O David teve a brilhante idéia de exibir a saga de Hades, dos Cavaleiros do Zodíaco, aqui na Unicamp, tipo cinema … pelo menos os 13 primeiros episódios, que foram os que saíram no Japão até agora. Tá sendo toda quarta feira, no auditório do IEL… Na primeira quarta-feira, semana passada, foi na sala do telão, e lotou muito muito mesmo, coisa de 100 pessoas, e ainda sobrou muita gente pra fora. Agora o David conseguiu no auditório, e vai caber bem mais gente. Tá sendo legal pra caramba, ontem vi o episódio 13 lá em casa, no computador do Hanson. Até o 13, a saga se passa no Santuário… Do 14 em diante, a galera vai pro Inferno pra enfrentar Hades (deus da morte) cara a cara. Parece que os outros episódios só vão sair lá pra setembro… vamos ver!
Comentários


Quarta-feira, 14 de Maio de 2003, 11:31

Fato engraçado…
Montes e montes de coisas acontecendo … deixa eu ver por onde eu começo… Ontem recebi uma carta de um grande amigo meu, o Claus, que tá fazendo intercâmbio no Japão. O tema principal da carta foi um fato engraçado que aconteceu: ele tava conversando com um cara de uma tal de CCC (cruzadas cristãs no campus), e por curiosidade perguntou como se rezava o Pai Nosso em japonês. O cara não sabia, teve que copiar de uma Bíblia que ele tinha. E depois o Claus foi dar uma olhada em casa, e tava faltando a parte do “seja feita a Vossa vontade”… Teoricamente, presume-se que todo cristão saiba o Pai Nosso, mas enfim… Ontem mesmo durante a aula de Engenharia de Software (a mais chata) comecei a escrever uma resposta pra ele, devo terminar hoje em algum momento …

Notícia triste
Tava escrevendo no blog exatamente agora quando li um e-mail do Paulo, regente do Oficina Coral, dando uma notícia muito triste. A Vange, uma amiga nossa que cantava nesse coral, faleceu num acidente de moto ontem à noite… o Paulo pediu pra quem puder aparecer por lá no enterro, pra gente cantar uma música coral. Vou ligar pra ele, talvez dê pra eu ir…
Comentários


Segunda-feira, 05 de Maio de 2003, 10:16

INTERCOMP 2003 – Amparo
Voltei ontem de Amparo depois de 4 dias de INTERCOMP, poucas horas de sono, muitas horas de zueira, gritaria, batuques, musiquinhas infames, entre outras estrepolias. Foi legal pra caramba! Tô destruído, minha mão está com alguns calos de tanto tocar surdo na “Valorosa” (a bateria da Unicamp), minhas costas e minha perna tão todos doloridos… Já tentou tocar um surdo por alguns minutos? Se sim, você deve ter notado que é pesado… pois é, eu toquei por 4 dias! :) Imagine a situação das minhas costas. Mas valeu a pena. Invadimos o alojamento IME (Instituto de Matemática e Estatística – USP) com umas 50 pessoas no mínimo, de várias faculdades, foi muito engraçado! Os caras tavam dormindo!! Sim, dormindo na Intercomp! Pode?! Ainda tô com as musiquinhas na cabeça: “Estrupa, estrupa, quem tá de camisa vermelha” … “Florentina Florentina, Florentina de Jesus” … “Toque toque meu bem, toque uma punheta arretada” … “Seu cu só sai de ré, seu cu só sai de ré” … entre outras bizarrices. Agora estou eu aqui de volta em Campinas, pronto pra mais uma semana de batalha… Tenho prova de Anal (calma … Análise de Algoritmos) na quinta, tô indo estudar daqui a pouco… Hoje não veio ninguém na aula da Bauzer (Banco de Dados), nem mesmo ela!! Ah, antes da Intercomp tomei uma suspensão da tiazinha-chata-pra-caramba da biblioteca do IMECC, por causa de UM DIA de atraso!! É mole?!
Comentários


Quarta-feira, 23 de Abril de 2003, 16:32

Fiz um “friendtest”, é uma daquelas coisas esquisitas que todos os meus amigos tão fazendo, então eu resolvi fazer também. Não somente porque todo mundo tá fazendo, mas no fundo achei meio bacaninha. É tipo um teste pra ver o quanto seus amigos te conhecem, mas que pra mim só tem a finalidade de divertir mesmo. Enfim. O endereço é http://swperman.friendtest.com/
Comentários


Quarta-feira, 23 de Abril de 2003, 16:20

Decisão radical
Tenho um post gigantesco pra fazer sobre o feriadão da Páscoa em Campo Grande, mas agora tô meio com preguiça, depois eu faço. Enquanto isso, vou partilhar com vocês uma decisão radical que fiz hoje de manhã: vou passar a usar única e exclusivamente o vi como meu editor de textos padrão. Sim, estou pendurando as chuteiras do Emacs. Virei a noite hoje, um pouco no programa do Diniz na Muda, um pouco no IC fuçando a net e lendo um livro que ele me emprestou, “Dominando o Linux”. Já tinha decidido usar vi há um tempo atrás, mas acabei desistindo pois não consegui descobrir como faz syntax highlight e auto-indentação. Agora sei que o vim faz isso automaticamente! ;) E também achei o syntax highlight do vim tão mais legal que a do Emacs, que aliás, no LaTeX dá uns paus bem estranhos…
Comentários


Segunda-feira, 14 de Abril de 2003, 23:03

Saldo do Retiro Inaciano em Itaici
Muitas, muitas horas maravilhosas de sono profundo … vocês não tem noção! Eu acordava de madrugada, tipo 2 da manhã, pensando que já tava “na hora de acordar”… fazia tempo que eu não dormia tanto! Por 2 dias fui dormir as 21:30 mais ou menos, e acordei as 7:00… que mamata hein!! A comida também tava maravilhosa! 6 refeições diárias: café da manhã, lanche, almoço, lanche, janta, lanche … é comida que não acaba mais! Pelo menos uma certeza você tem quando vai pra fazer esse retiro: fome você não passa de jeito nenhum!! Conheci também um monte de gente nova, e bacana também! Um pessoal de Sta. Rita (perto de Itajubá, sul de Minas) muito legal, um tal de Rafael, que depois a gente colocou o apelido de “mal espírito” ou ainda “inimigo da natureza humana”. Ele não parava quieto! Era um retiro de silêncio, mas mesmo assim ele ficava conversando com todo mundo ;-) Mas foi legal. O retiro em si foi bacana, deu pra pensar num monte de coisas sobre a minha vida, parar pra descansar um pouco, ouvir a voz silenciosa de Deus… Na volta pra Campinas, o Pedro, o Rafael, o Marcelo e a Mônica vieram comigo. Deixei o Pedro na casa dele, e o resto da trupe foi comigo conhecer a Casa das Oito Mulheres. Fui levar o povo na rodô na volta ainda comprei um ovo de chocolate que tinha prometido pra uma amiga minha, a Tássia… mas putz grilo, que ovo caro da peste! Quase 20 contos num ovinho de nada que não tem nem meio quilo !! Mas prometeu tem que cumprir, né ! Fazer o quê… Pelo menos vou aparecer por lá quando ela for abrir o dito cujo. Bom … acho que tá na hora de eu trabalhar um pouco né! ;-) fui
Comentários


Segunda-feira, 14 de Abril de 2003, 22:49

Ah, só um toque … se você curtiu aquela figurinha que eu mandei do “banco de dados”, tem mais um monte na minha área na Unicamp … o endereço é http://www.ic.unicamp.br/~ra009156/ tá tudo bem cru mesmo, não tem nem página nem nada, só os arquivos .jpg e .gif … eu fico guardando quase todas as coisas engraçadas que eu recebo por e-mail, que não são poucas… ;-)
Comentários


Segunda-feira, 14 de Abril de 2003, 22:36

Expectativas…!!
Tô doidinho pra chegar quarta à noite … Nessa madrugada, de quarta pra quinta, mais ou menos umas 2:00 (se eu for dormir às 20:00 na quarta) eu tô indo pra Campo Grande de carro, com mais 4 pessoas: o David (amigão meu que divide quarto comigo), a Lívia, o Ekler e a Silvana (os 3 do GOU). Desde que começaram as aulas que eu não vou pra lá, estou morrendo de saudades dos meus queridos irmãozinhos, do papai e da mamãe, dos amigos de lá, do pessoal da comunidade, etc. Mas ainda tem esse começo de semana super pauleira, com zilhões de coisas pra fazer… vamos ver se eu sobrevivo até lá ! :)
Comentários


Segunda-feira, 14 de Abril de 2003, 22:29

Pra variar, mais uma noite em claro…
Pra você ver até onde vai a decadência do ser humano… tenho uma prova de BD (Banco de Dados) amanhã, às 8 horas da matina, e vou começar a estudar daqui a pouco … isso quase 23h da véspera! Isso porque ainda tenho um relatório de circuitos lógicos pra terminar, que nem é pra amanhã (na verdade, é pra quarta) mas eu e a Kelly preferimos terminar logo porque quarta-feira vai ser trash!! Tenho que entregar um relatório da iniciação científica, que eu nem achei o livro que eu tenho que ler ainda, e 4 programinhas de uma matéria de Sistemas Operacionais. Legal, né? E você deve tá se perguntando: “Onde ele ainda arruma tempo pra essas coisas inúteis como escrever em blog?!” Acho que nem eu sei a resposta pra essa pergunta… Sei lá … acho que vou escrever mais um pouco e lá pra 23, ou meia-noite, começar a estudar … a noite vai ser longa!

Comentários


Quarta-feira, 09 de Abril de 2003, 16:52

Promessa (e conseqüentemente dívida): essa foi a primeira e última historinha de e-mail que eu publiquei nesse blog … isso com certeza não se repetirá nunca mais na história desse blog.
Comentários


Quarta-feira, 09 de Abril de 2003, 13:13

Não existe homem infiel
Um dia um carpinteiro buscava madeira cortando o galho de uma árvore ao lado de um rio e seu machado caiu dentro do rio. O infeliz carpinteiro suplica a Deus que lhe aparece e pergunta: “Por que você está chorando?”. O carpinteiro responde que seu machado havia caído no rio e Deus entra no rio do qual tira um machado de ouro e pergunta: “É este seu machado?” O nobre carpinteiro responde: “Não Deus, não é esse.” Deus entra novamente no rio e desta vez tira um machado de prata. “E este é seu?”. “Também não” responde o carpinteiro. Deus volta ao rio e tira um machado de madeira e pergunta: “É este teu machado?”. “Sim”, responde o carpinteiro. Deus estava contente com sinceridade do carpinteiro e mandou de volta pra casa dando-lhe os 3 machados de presente. Um dia, o carpinteiro e sua esposa estavam passeando nos campos quando ela tropeçou e caiu no rio. O infeliz carpinteiro suplica a Deus que aparece e pergunta: “Por que você está chorando?” O carpinteiro responde que sua esposa caiu no rio e imediatamente Deus mergulha e tira a Luana Piovani do rio e pergunta: “É esta sua esposa?”. “Sim, sim”, responde o carpinteiro. Deus se enfurece. “Mentiroso!!!” exclama. E o carpinteiro rapidamente se explica: “Deus, me perdoe, foi um mal entendido. se eu dissesse que não, então o Senhor me tiraria a Ana Paula Arósio do rio, depois se eu dissesse que não era ela você tiraria tinha mulher e quando eu dissesse ‘sim’ então você mandaria eu ficar com as 3. Mas eu sou um humilde carpinteiro e não poderia manter as 3, só por isso eu disse ‘sim’ para a primeira delas”.
E Deus o perdoou.
Moral da história: Os homens só mentem por causas nobres e com boas intenções!
(Historinha interessante recebida por e-mail, adivinha de quem?! Do Che !) ;-)
Comentários


Terça-feira, 08 de Abril de 2003, 23:01

Só um lembrete rapidinho: sempre que puderem, dêem uma olhada na seção de links ao lado, pra ver se tem novidades… ultimamente eu ando atualizando muito, tem uns links de flauta muito bacanas!!
Comentários


Terça-feira, 08 de Abril de 2003, 22:58

Missa na Igreja do Rosário com Coral Taizé
Acho que esse foi o título mais auto-explicativo que eu já fiz… bem, conforme prometido, aqui vai o post sobre o coral. Também no domingo passado, a gente cantou numa Missa no Rosário, que é a paróquia do Léo (regente do coral). Foi muito bacana… apesar de ter um número extremamente reduzido de coralistas (1 tenor, 2 baixos, 3 contraltos, 4 sopranos… escadinha!), o nosso som ficou muito bom, o pessoal curtiu e alguns até falaram que sentiram muita paz. A gente cantou todas as músicas da Missa, e no final teve também um coral de velhinhos, que cantou 2 músicas. Depois da Missa teve uma confraternização no salão da Igreja, com muuuiiiitos comes e bebes, eu quase passei mal de tanto comer! Tinha um bolo de chocolate e um outro de côco lá, que tavam irresistíveis!! Depois da comilança a gente ficou lá trocando uma idéia… o Léo tá indo embora no fim de abril, parece que ele vai pro Canadá fazer uma experiência em uma comunidade religiosa… e a gente vai ficar sem regente… como o Felipe disse, “o indispensável decidiu se dispensar”. Eu tô apostando todas as minhas fichas que mesmo assim o coral vai continuar, as músicas não são tão difíceis, e o pessoal manja mais ou menos de músicas… acho que não teremos (grandes) problemas… sei lá… mas, resumindo: foi legal!!! :-)
Comentários


Terça-feira, 08 de Abril de 2003, 22:52

Almoço com a vó da Thaís
Foi mal aí, esqueci de perguntar o nome dela, ou se a Tha me falou, a essas alturas do campeonato eu já esqueci. Enfim. Domingo passado teve um super almoço por lá, eu peguei só o finalzinho … Estava correndo pra caramba, tinha acabado de sair do EEUCC, tinha um monte de coisa no carro pra levar pra casa, e ainda tava meio atrasado pro ensaio antes da apresentação do nosso coral na Missa. Aliás, isso vai ser o assunto do próximo post. Voltando… Foi bacana, comi um prato lotado de macarrão com um negócio verde bom pra caramba que eu esqueci o nome, e brigaram comigo porque diz que não pode botar o garfo direto no negócio, tem que pegar outra colher etc etc, aquelas frescuras todas… Mas fato é que o negócio tava bom pra caramba, saciei a minha fome em grande estilo, e depois ainda comi um pudim (que tava delicioso!) que a Tássia tinha feito, e se lembrou de guardar um pedacinho pra mim (valeu hein Tá!). Foi mesmo uma pena eu não ter tempo pra ficar mais lá … o Fabiano tava por lá também, aliás, ele tá freqüentando a CDOM mais do que eu, se bobear ele pega o meu título de sócio-majoritário (acima de agregado)! ;-)
Comentários


Terça-feira, 08 de Abril de 2003, 00:11

EEUN
Exercícios Espirituais para UNiversitários. É o retiro de silêncio, baseado na espiritualidade dos jesuítas e Sto. Inácio de Loyola, que eu vou fazer no próximo fim de semana em Itaici, aqui pertinho de Campinas. Fazia um tempão que eu tava querendo fazer esse retiro, mas parece que finalmente vai dar certo. Graças à minha amigona Cíntia, que se Deus quiser também vai fazer o retiro comigo… As coisas parecem estar meio complicadas lá na casa dela pra ela vir pra cá, mas eu tô rezando pra que tudo se resolva e que dê certo dela vir pra cá fazer o retiro também. São 3 dias de muito silêncio, meditação, escuta de Deus, reflexões, estou precisando demais de tudo isso, e acho que vai ser muito bom pra mim, e melhor ainda pras pessoas que convivem comigo… ;)
Comentários


Terça-feira, 08 de Abril de 2003, 00:06

EEUCC & Mais noites em claro …
Nesse último fim de semana, de 4 a 6 de abril, aconteceu aqui em Campinas o VI EEUCC, Encontro Estadual de Universitários Católicos Carismáticos. Eu participei ativamente, trabalhando na equipe de alojamento, e escutando uma ou outra pregação. Vou falar pra vocês hein, eu nem tava esperando tanto desse encontro, espiritualmente falando.. achava que seria mais um daqueles encontros de Renovação, mas caí do cavalo. Trabalhei pra caramba, fiquei umas 2 ou 3 noites sem dormir, indo buscar caravanas que se perdiam, levando o pessoal nas casas, ajeitando os locais que a galera de fora ia se hospedar, enfim. Não parei nem um instante sequer. Fiquei correndo o tempo todo. Mas valeu a pena, e como valeu!! Conheci um monte de gente nova, especialmente um pessoal de Piracicaba: a Schin (sim, o NOME dela é Mariana Schincariol, legal né?), a Eli, a Deinha, o Vitor e a Aurélia (que eu já conhecia do outro EEUCC), um outro pessoal de São Paulo, inclusive um xará meu que se parece bastante comigo, além do nome.. alto, cabelo mais ou menos comprido, cacheado, meio “lerdo” também … etc. Então: fiz um monte de amizades super bacanas. No sábado fui buscar a Élen (coordenadora nacional do PUR) no aeroporto e viemos batendo um papo no carro, depois de perder a entrada e ficar um tempinho rodando, e pagar um pedágio desnecessário. Já conhecia ela também, de uns ENUCCs anteriores, extremamente gente fina, humilde, simples. A pregação dela no domingo de manhã foi muito profunda … principalmente porque ela falava com os universitários como quem fala com os filhos mais amados, com todo o amor e todo o carinho que ela tem. Depois também teve um momento de oração e de partilha muito forte, eu tive a chance de rever a minha vida, repensar algumas coisas, tomar algumas decisões importantes.. resumindo tudo … suei a camisa, trabalhei pra caramba, mas saí de alma lavada, curti pra caramba!! Valeu !! Agora é preparar o coração pro ENUCC em Goiânia!! :)
Comentários


Terça-feira, 01 de Abril de 2003, 20:00

Flauta …
Meu mais novo hobbie é a flauta doce. No último domingo o Felipe me emprestou a Yamaha YRS-20G dele, e desde então eu tenho tocado pra caramba, em quase todos os lugares que eu vou. A vantagem é que ela é bem pequena, cabe em qualquer canto, dá pra tocar enquanto estou andando pra faculdade, enfim, muito prática… além de tudo, é bem fácil de aprender também. Estou tirando um monte de músicas nela, e hoje até toquei no GOU junto com o Marcelo no violão e um outro cara de MS que eu esqueci o nome na gaita. Tava legal ! Agora eu tô querendo aprender as escalas mais difíceis, aquelas cheias de sustenidos e bemóis… A maioria das músicas que eu tiro de ouvido, toco em Dó ou em Sol. Fiquei muito empolgado !!! Acho que assim que puder, em um ou dois meses, vou comprar a minha, devolver a do Felipe, e me dedicar mais, realmente dominar o instrumento !!! Coisa que eu não faço com nenhum outro … toco violão mais ou menos, acordes maiores e menores, e sétimas, e pára por aí. Vamos ver no que vai dar! :)
Comentários


Sábado, 29 de Março de 2003, 05:59

Alvorada na Muda
Se tem uma coisa que faz um tempão que eu tava afim de fazer, era levantar bem cedo pra ver o Sol nascer. Hoje acordei 5:00 da matina pra fazer o nosso programa “Desordem & Progresso” (aliás, aproveitando o ensejo, todas as sextas das 6 às 7 da manhã, Desordem & Progresso – rock progressivo e viagens… na rádio muda, pra quem não mora em barão dá pra escutar via net – vide link ao lado). Foi super legal, o pessoal que ouviu o programa curtiu muito… Até onde eu sei, nossos ouvintes foram a Sheila, a Kelly e o Raffles. Inclusive, a Sheila ligou pra gente 2 vezes no meio do programa e elogiou muuuuiiito. Fiquei até meio sem jeito. Tocamos muita coisa legal: Pink Floyd, Rush, Jethro Tull, Yes, Dream Theater … de tudo um pouco. Só os antigões, os clássicos. Quem quiser conferir, sexta que vem tem mais… coloque seu reloginho pra despertar um pouco mais cedo e dê uma força pra gente! ;)
Comentários


Sábado, 29 de Março de 2003, 05:51

Sarau Éramos Seis
Hoje aconteceu o grandioso sarau de inauguração da nossa querida república. Foi bem bacana, começou pouco antes do meio-dia, eu até fiz almoço, olha só! Arroz, feijão, macarrão e ovo frito. O pessoal não achou ruim não! E olha que deve fazer mais de uma década que eu não cozinho nada. Mas enfim. Veio um monte de gente! Faltaram muitas pessoas também, mas tava bom. Vou falar resumidamente o que cada um fez (pra quem não sabe, num sarau todos tem que apresentar alguma coisa: um teatro, uma música, uma piada, uma poesia, um jogral, qualquer coisa). Thaís, Che, Gus e Pietro: teatro sobre os 3 reis magos; Bart, Davi, Pietro, Che, Gus: teatro ainda não sei bem sobre o que, 2 caras de terno e um general do exército numa coisa sem muito sentido… Tássia, Thaís e Mari: um jogral (acho que é assim que chama aquilo que elas fizeram) sobre o Amor; Lucas: uma música do Almir Sater a voz e violão; Lucas Bracher: muitas músicas bacanérrimas no seu super cello (incluindo a 1a suite p/ violoncelo de Bach, Pais e Filhos do Legião, etc); Capixaba e Mari: uma dança c/ uma música da Marisa ao fundo; Hanson: uma declamação de 2 poesias, uma dele e outra não sei de quem; Kelly: cantou “I Will Survive” com coreografia e tudo. Teve também muita comida legal: um bolo de chocolate da Mari, uma torta de limão da Ciça, um pudim muito muito bom do Marcos, uma maionese/patê que o Che fez, acho que o Davi fez um macarrão também, com um molho muito muito apimentado… e eu fiz um almocinho básico que eu falei lá em cima. Foi muito bacana, até o Bixo 69 deu as caras! Deixa eu ver quem mais veio que eu não citei… a Denise (!!!), o Rafa (namorado da Gê), o Dinho, acho que foi isso… Se eu tiver esquecendo alguém me lembrem! Agora, resumindo tudo … Se Fode Quem Não Foi !!!
Comentários


Sábado, 29 de Março de 2003, 05:34

Cochiladinha…
Impressionante… estou um pouco chateado por uma coisa muito estúpida que aconteceu. Ontem fui pra Montanha Pequena fazer uma oração de Taizé com o Felipe, o Olívio e o Thiago. O Thiago foi dormir bem cedo, o Felipe foi embora, eu fiquei um pouco conversando com o Olívio, que tava esperando a Paula chegar… Tinha um colchão bem legal na sala, eu pensei “bom, vou dar uma cochiladinha”. Isso era umas 20:30 mais ou menos. Até coloquei o celular pra despertar 10 da noite, pois eu ainda iria pra festa de despedida do Claus no Castelo de Lego (pra quem não sabe, ele vai fazer intercâmbio no Japão por 1 ano). Resultado: acordo 4 da manhã surpreso por ver que ainda estou na Montanha, e olhando no celular pra ver as horas, falo “puuuutz !! a festa do Claus!!”. Ainda dou uma passada no Castelo pra desencargo de consciência … pensei: “se a festa tá boa mesmo, ainda vai ter gente por lá!”… O pessoal tava jogando Magic, e já tinha ido embora todo mundo não-da-casa. Bom, fazer o quê? Acontece… Agora cá estou eu a escrever no maldito blog, às 5 e pouco da matina, esperando dar hora de ver o “José Roela’s Show” na rádio muda (as 8). Bom acho que vou tirar um cochilo e acordar pro programa só.
Comentários


Quarta-feira, 26 de Março de 2003, 05:17

E você, conhece o IA?!
Essa frase era exibida em um dos inúmeros cartazes carregados durante o dia de manifestação dos alunos do IA. O pessoal se reuniu nas cênicas, foram pro prédio de baixo do IA, e de lá foram em passeata pela Unicamp toda até o CONSU, onde teve um ato. Depois teve capoeira, dança flamenca e outras coisas na frente do bandejão, à tarde parece que teve jam session, mas não cheguei a ir. A parte mais legal foi à noite. Eu e o Hanson estávamos no IC, eu tinha que fazer umas coisas e resolvemos ir ver o programa do Diniz (Segmentation Fault) na Rádio Muda. Como ele não apareceu por lá, fomos dar um pulo no prédio do IA, que sabemos que seria ocupado pelos estudantes que dormiriam lá … a idéia era só dar uma olhada, ver o que tava rolando. Chegamos lá, tava uma galera toda sentada no chão, no corredor, umas 40 ou 50 pessoas, meio que rolando uma assembléia, discutindo os próximos passos, os problemas a ser enfrentados, possíveis soluções, etc. Depois dessa assembléia, isso já era meia-noite, o pessoal foi para as salas ensaiar, estudar música, tocar seus instrumentos… Também tinha comida pra galera: pão com mussarela, banana, melancia, leite com toddy e suco. Foi muito bacana !!! Fiquei um tempão ouvindo um pessoal tocando chorinho e outra galera tocando um jazz muito legal! Nos corredores a galera tava fazendo uma roda de samba muito animada também. A gente saiu de lá umas 2 e pouco da manhã, depois de doses cavalares de boa música! E cá estou eu no IC-3, escrevendo neste blog mais uma vez … e doido pra ir dormir … ;) Aliás, repararam que nos últimos posts isso tem sido uma constante? Eu finalizar com um desejo profundo de capotar na cama mais próxima e dormir muuuiiiito … enfim … fui.
Comentários


Segunda-feira, 24 de Março de 2003, 21:55

Enquanto isso, no IA …
Amanhã vai rolar uma manifestação GRANDE do pessoal do IA (Instituto de Artes) … eles tão meio com a paciência esgotada já, pois o instituto tá mal das pernas, sem dinheiro, sem funcionários, salas lotadas, sem um teatro pro pessoal das Cênicas, sem professores, entre outros problemas. Durante todo o dia vai ter uma série de atividades: passeata e ato no CONSU (Conselho Universitário), ato no bandejão com capoeira, dança flamenca, palco livre à tarde, e à noite o pessoal (incluindo eu!) vai ocupar o instituto e a galera vai dormir por lá mesmo!! Vai ser muito animal !! Depois eu conto o que rolar :)
Comentários


Segunda-feira, 24 de Março de 2003, 21:47

Desordem e Progresso
Este é o nome do programa que eu e o Hanson vamos estrear sexta-feira às 6:00 da manhã na Rádio Muda ! Legal né? Você pode se perguntar: nossa, 6 da matina?! Pra quê?! Digamos que a gente demorou um pouco pra tomar a decisão de começar o programa, e todos os horários “legais” foram tomados. Sobrou esse. Se você não tem idéia do que seja “Rádio Muda”, clique no link no menu ao lado esquerdo e descubra. Resumindo, é uma rádio livre, comunitária que tem aqui no campus da Unicamp, você paga R$ 10,00 para ter um programa de rádio de 1 hora por um semestre. O alcance da rádio não é lá essas coisas, pega nas imediações de Barão Geraldo somente, e também é transmitida para o mundo todo nas asas da Internet! Explicações a parte… Tô super animado pra começar o programa, cuja idéia inicial foi o rock progressivo: Pink Floyd, Dream Theater, Rush, Jethro Tull, coisas do gênero. E também algumas viagens, reflexões, e improvisos em geral. O pior vai ser levantar 5 da manhã pra ir pra Unicamp!! Mas vamo lá, o que importa é o que interessa… !! Se você estiver acordado na sexta as 6 da matina, não deixe de ouvir o programa!! Sintonize no seu rádio, FM 105,7 MHz, ou pela internet: http://www.radiomuda.hpg.ig.com.br/escute.htm !!
Comentários


Quarta-feira, 19 de Março de 2003, 02:03

Noite em claro…
Olha só que coisa mais “fim-de-carreira”… eu, no IC-3 às 2 horas da matina, escrevendo no maldito blog… que lástima! Na verdade, eu decidi varar a noite pra terminar um relatório que eu tenho que entregar amanhã pra Iniciação Científica, e preparar um experimento de MC603 (Laboratório de Circuitos Lógicos)… Mas acabei dando um pulo na Rádio Muda, pra visitar o programa do Diniz (Segmentation Fault)… inclusive deixei minha marca registrada nas paredes da Muda .. o tradicional “Don’t Worry, Be Happy!” com o Feliz do lado :) Agora voltei pro IC e decidi desencanar … Amanhã só tenho aula de lab de S.O. (sistemas operacinais) às 8 e depois só as 14h… resumindo, larga mão !!! Vou pra casa dormir, isso sim!
Comentários


Terça-feira, 18 de Março de 2003, 21:06

Respondendo a comentários que me mandaram … Não, eu não vou colocar um sistema de comentários no meu blog, se quiser comentar, é só me mandar e-mail. Outra coisa. Se quiser saber mais sobre a história da famosa pedrinha azul, me perguntem por e-mail também.
Comentários


Terça-feira, 18 de Março de 2003, 21:05

Um Dia MUITO Feliz …
Impressionante … Não existem palavras na língua portuguesa que consigam descrever a magnitude do que eu senti no dia de hoje… Mas vou me esforçar pra compartilhar com vocês um pouco. Aliás, esse é o post que eu me sinto mais motivado a postar, sinceramente! Ok, vamos lá. Primeira coisa bacana do dia: a Thaís, uma amigona minha do coração, que fazia mó tempão que não ia no GOU, resolveu dar as caras. Fiquei muito muito feliz, de ver que ela está voltando à ativa (pelo menos eu espero que sim :). Depois do grupo, a Lígia veio me perguntar sobre a minha pedrinha azul… a gente foi andando e conversando, e contei toda a história (que diga-se de passagem, é meio longa) pra ela … e foi muito bom, pois me lembrei de momentos maravilhosos que vivi e experimentei no ano passado, memórias que eu guardo com todo o carinho do mundo, nossa como é bom lembrar essas coisas !! Mais no fim da tarde, eu tava saindo do bandex quando me deparo com um céu maravilhoso, um pôr-do-sol tão lindo, mas tão lindo … sabe quando ele acaba de se pôr e o céu está cheio de nuvens, com tons de amarelo, vermelho, laranja, cinza, branco …. indescritível !! Eu ia andando e contemplando, quando ouço o som de uma gaita de fole, daquelas escocesas… já tinha visto um cara outro dia tocando na praça do Básico, não esperava encontrá-lo de novo! Aquilo foi o máximo, admirando o pôr-do-sol ao som da gaita de fole!! Que cena indescritível!!! E como se não fosse o bastante, depois no caminho pro IC ainda encontro uma super amiga minha, que não costumo ver muito na Unicamp (ela é da Civil) … A Déinha!! Ficamos conversando um tempinho, compartilhando aquele momento, ela tava mais ou menos no mesmo espírito que eu … enfim … foi um dia muito feliz !!! :-)
Comentários


Sexta-feira, 14 de Março de 2003, 19:06

Oficina Coral Unicamp
Essa semana começaram os ensaios do Oficina… como sempre eu fui só na quinta, pois terça tenho GOU (Grupo de Oração Universitário)… Ao que tudo indica vai ser muito legal esse ano! O David entrou pro naipe dos baixos, a Lígia (uma guria super legal da Alimentos, que participa no GOU também) entrou pras contraltos, e o repertório tá muito legal… apesar de eu achar que o Paulo (regente) fez um arranjo muito estúpido de California Dreaming… deveria ter 2 naipes cantando cada linha, e não um solista na primeira e o côro todo na segunda… vai ficar muito ruim!! Tem também New York, New York, com coreografia e tudo, engraçadíssima, que tava no ano passado e vai continuar … bom, vou ter que dar um wasari agora, inté …
Comentários


Sexta-feira, 14 de Março de 2003, 18:06

Coisas estranhas acontecendo…
Pois é … estranhíssimas… acho que estou um pouco sem criatividade mesmo. Parece que, pelo menos de vez em quando, uma vez a cada 3 ou 4 meses, o nosso querido blog vai sim se transformar em algo que lembra um diário, e veja bem, LEMBRA … nada tem a ver com um de verdade. O que acontece é que estou meio sem idéias pra colocar aquelas viagens filosóficas legais, mas também tô com vontade de escrever um pouco de asneiras, logo seja o que Deus quiser. Enfim. Parece que a minha iniciação científica começou a andar. Quarta tive uma reuniãozinha com a Célia, fiquei de trazer semana que vem um resuminho, explicando com as minhas palavras tudo que eu entendi de busca em largura lexicográfica (carinhosamente apelidada de LEX), grafos cordais e o seu reconhecimento. Sei lá, mas algo me diz que eu vou gostar muito de trabalhar com ela. É meio monótono quando você tem que estudar pra alguma matéria, meio que por obrigação (mas não totalmente)… eu me sinto um tanto quanto desmotivado, isso sem contar a boa e velha preguiça que me acompanha pra todo canto. Mas iniciação científica é outra história, parece que a professora se entusiasmou muito por eu estar começando, e por eu estar meio animado também. Vamos ver no que vai dar né! Se eu vou ter força pra continuar até o final… A data limite pra enviar o projeto pra CNPq é 30 de abril, até lá vou dando uma estudada num livro de grafos e em outros artigos que ela vai me passar depois… legal né? ….. …. (1 minuto de silêncio pela morte do assunto…)
Comentários


Segunda-feira, 24 de Fevereiro de 2003, 16:18

High School
Caso você esteja se perguntando, não, este post não tem absolutamente nada a ver com escolas de ensino médio dos EUA, mas sim a uma tradução meia-boca do português para o inglês de “auto-escola”. :-) Pois é, ontem à noite fui pra Unicamp com a Tássia e o Capixaba, com a finalidade de ensiná-los um pouco das técnicas do volante (“volanjutsu”… ?!) Digamos que foi divertido… é um tremendo exercício de paciência, aguentar o carro morrendo 1001 vezes, ficar explicando as coisas tim-tim por tim-tim .. mas no fundo eu gosto muito … tanto que acho que vou até montar uma turma de auto-escola pra um pessoal que vai tirar carteira em pouco tempo. A Tássia tá dirigindo muito bem, eu achava que ela nunca tinha pegado num volante antes… Só tem que corrigir uns viciozinhos básicos que todo mundo tem. O Capixaba também dirige bem, só tem uns pequenos probleminhas com mudanças de marcha, como trocar de quarta pra primeira, ocasionando aqueles efeitos engraçados como se você estivesse num show de rock … mas isso é só questão de praticar mais, normal …
Comentários


Terça-feira, 18 de Fevereiro de 2003, 15:33

Éramos Seis
Nossa república já tem um nome !!! Éramos Seis ! Afinal de contas, o Beholder foi embora, agora somos Cinco ! :) Eu, o Che, o David, o Hanson e o Marcos … ahn …. cri, cri, cri… então né ! fui ..
Comentários


Terça-feira, 18 de Fevereiro de 2003, 15:28

Maravilhas do mundo da Computação…
Alguns dias atrás fiquei muito feliz … Entrei em uma das salas do IC-3 e dou de cara com um monte de TORRES de uns 3 palmos de altura cada, imensas… Mais tarde soube que o IC trocou TODAS as máquinas da graduação por Xeon 2.4 GHz, 1 GB de memória RAM, um super sistema de refrigeração, trocentos coolers, 2 fontes (um esquema de “se-uma-parar-a-outra-continua”), gravadores de CD e leitores de DVD, RedHat 8.0 instalado … enfim, tudo o que há de mais atual em hardware. Acho que esse semestre teremos muitas noites em claro jogando CS !! ;-) E minha coleção de CDs com certeza vai aumentar muito!! Ah! o Gnome novo tá muito bonitinho !! :) inté …
Comentários


Terça-feira, 18 de Fevereiro de 2003, 15:18

Upgrading…
Fiquei um tempo sem escrever no tal do blog … agora tô mais ou menos voltando à ativa .. mais ou menos porque também começaram as aulas, e esse semestre parece que é o semestre dos laboratórios, pelo jeito vou ter muuuuiiiitos trabalhos e muitos projetos pra dar conta, o que implica que não vou ter tanto tempo assim pra me dedicar a coisas supérfluas como por exemplo escrever blogs… Mas enfim. Tô de volta em Campinas, desde domingo retrasado (dia 9). Aliás … peraí ! Tá esquisito isso ! Olha só, lembra lá no comecinho quando eu falei sobre os propósitos desse blog, o sentido de tudo? Pois é … parece que ele está começando a se tornar um diário!! Putz! Eu não quero falar do que eu fiz no dia tim-tim por tim-tim, fala sério! Isso é um repositório de pensamentos e reflexões! Eu hein! Quer saber da minha vida, me manda e-mail … seus enxeridos ! ;-)
Comentários


Terça-feira, 18 de Fevereiro de 2003, 15:11

Nem Ligo …
Domingo passado a Tássia (irmã da Thaís) chegou de Floripa pra morar aqui em Campinas, pra fazer cursinho e prestar vestiba no fim do ano … O sotaque dela é muito legal, ela fala muito cantado! E esses dias ela me ensinou um negócio legal… o “diálogo” é mais ou menos assim:
– Pergunta se ligo !
– Tu liga ?
– Nem ligo …!
– Nem eu !
É muito legal a entonação que se dá pra coisa … tem todo um nou-ráu ! Bom … é isso …
Comentários


Terça-feira, 18 de Fevereiro de 2003, 15:04

Aguaí
Ontem passei por uma experiência única na minha vida… Estava participando do trote com os bixos, e tinha vindo pra Unicamp trazer um deles, pois seu ônibus sairia mais cedo… Quando estava voltando (eu e o Che) pro centro da cidade para continuar o trote, vem aquela chuva infernal, aquele pé d’água mesmo, muita muita água … Vocês devem ter visto nos jornais.. Fiquei preso no engarrafamento algo entre 1 e 2 horas, não conseguia chegar ao local do trote pois a marginal (Av. Orozimbo Maia) havia se transformado em um rio imenso! Pensei “Fazer o quê? Vamos voltar pra casa!”. Até aí tudo bem, no caminho vimos coisas bizarras, ruas inundadas, caixas de papelão, cones, e até carros, sendo arrastados pela enxurrada… Mas não conseguimos voltar pra casa pois um “corregozinho” que tem aqui perto tambem tinha se transformado num rio, impossível atravessar. Ficamos um tempo na casa da Thaís (AMdI – Associação das Moças do IMECC), que fica antes do córrego, e decidimos dar a volta, diga-se de passagem uma volta gigantesca, com mais 1 hora de engarrafamento. Enfim depois de muito tempo chegamos sãos e secos em casa … Acho que foi a primeira enchente realmente grande que eu presencio ! … legal ! ;-) Pra finalizar, um comentário rápido… quando a gente tava preso no engarrafamento, o carro que tava na nossa frente tinha placa de “Aguaí”. Que coincidência né ! ;)
Comentários


Sábado, 01 de Fevereiro de 2003, 03:34

Love and Peace! – Anime, Mangás & cia
Tô assistindo um anime chamado Trigun, tô pegando os 26 episódios um por um, até agora tenho todos até o 10. Pra quem não conhece, é sobre um cara super-ultra-mega-hiper-fodão que além de tudo é super engraçado, e fica defendendo os fracos e oprimidos… Tô doido pra pegar os outros 16 episódios pra saber de onde vem os “poderes” dele, tipo desviar de balas, pontaria fenomenal entre outras coisas. Mas enfim. O ponto principal é que esse cara, o tal Vash the Stanpede, depois que derrota um de seus adversários, obriga-o a dizer alto e claro “Love and Peace” com um sotaque japonês que soa muuuiiito engraçado!! Tava assistindo agora há pouco, e ao mesmo tempo conversando com minha grande amiga Liz, dos EUA… ela é viciada em Trigun, e por acaso se alguém souber onde se pode conseguir os mangás, manda e-mail pra mim, ela tá doidinha atrás disso… e eu também fiquei meio curioso… Já que o assunto é anime/mangá … vou descrever um pouco minhas preferências nesse sentido. Gosto muito de Rurouni Kenshin, especialmente os OVAs e o mangá … o seriado para TV eu não curti muito não. O que mais? Neon Genesis Evangelion, ambos anime e mangá, Cavaleiros do Zodíaco, especialmente a saga de Hades, que está saindo em anime agora, e que eu tô achando muito legal!! Também gosto muito de Akira, principalmente o mangá … o filme ficou meio estranho, eles tentaram colocar o conteúdo de 38 volumes de mangá em um filme de pouco menos de 2 horas, ficou completamente confuso pra quem não sabe o enredo… basicamente acho que são esses… pra encerrar … muita Paz e muito Amor pra todo mundo :) (nossa, que chavão horrível !! mas acho que cumpriu seu propósito..)
Comentários


Quinta-feira, 30 de Janeiro de 2003, 19:34

Liberdade de Expressão
Se tem uma coisa que eu não gosto, é medir as minhas palavras… Ficar mantendo protocolos, não falar o que eu estou realmente pensando e sentindo, por um pudor idiota, ou para proteger o orgulho das pessoas. Isso em qualquer situação. Por outro lado, uma das coisas que eu mais gosto é de conversar com pessoas com as quais eu não tenho que medir o que eu falo, que não se importam muito com coisas à toa … aliás, esse é um dos motivos pelos quais eu não gosto tanto de escrever nesse blog: sei que ele é aberto a todos, e portanto pessoas que não tem o que eu chamo “liberdade de audição” podem lê-lo. Esse é outro ponto interessante. Liberdade de expressão, de discurso, implica necessariamente, a meu ver, em liberdade de audição (Tirei essa conclusão do nada há poucos dias). Não adianta nada você falar o que vier na telha, se a pessoa que estiver ouvindo se sentir mal, ou constrangida, ou magoada, ou sei lá o quê. Isso gera um problema a nível de relacionamento humano social (sim, eu sei que “a nível de” está errado, mas afinal de contas “Nóis fala errado porque nóis qué, pois istudado nóis é“). Para não se ter problemas em nenhum sentido, ambos os interlocutores tem que ter liberdade … um de expressão e o outro de audição. Não sei se expliquei a coisa da melhor maneira mas … enfim. É isso.
Comentários


Sábado, 25 de Janeiro de 2003, 04:40

Reflexão sobre os Vinhos
Tava na festa de aniversário de um amigo do meu irmão, um tal de “Renatão” (não me perguntem porque esse apelido), coisa chique, aquelas casas imensas, aquele requinte todo, e numa certa altura da festa ofereceram vinho. Aí me veio na cabeça uma antiga reflexão que eu sempre costumo fazer sobre vinhos, acho que isso começou na primeira vez que eu experimentei um vinho “chique”. A coisa funciona da seguinte maneira: eu sempre fui acostumado a tomar aqueles vinhos mais pé-de-chinelo, bem furreba mesmo, estilo (o famosíssimo) Sangue de Boi ou Chapinha. Acho que o mais chique que eu tinha tomado antes do chique-chique-mesmo foi Piagentini, que nem é lá essas coisas … baratésimo. Enfim, acho que fiquei tão acostumado com o sabor da casta menos favorecida na hierarquia dos vinhos, que quando tomo um daqueles tipo vinho do Porto ou parecidos, acho beeeeem estranho, ou até mesmo ruim ! Talvez eu precise ficar tomando vinho do Porto por um tempo pra me acostumar com o sabor, sei lá … Talvez os entendidos do assunto venham a dizer “isso é um sacrilégio, como pode?! falar que vinho do Porto é ruim?” Mas a verdade é essa … não consigo tomar e saborear tanto um vinho do Porto quanto os Sangue de Boi da vida, os Chapinha … vai entender …
Comentários


Quinta-feira, 23 de Janeiro de 2003, 03:54

Ah, L’Amour …
Um dos assuntos sobre os quais eu mais gosto de falar é exatamente esse … o Amor ! Não sei se é porque no atual momento eu estou muito muito apaixonado, (nããããooo, imagiiina !!!) mas… é algo que mexe muito comigo. Meu ponto de vista a respeito do Amor mudou substancialmente depois que eu li um livro muito interessante, intitulado “Crer para Viver”, de autoria do padre francês François Varillon . Aprendi sobre a descentralização… que amar na verdade é tirar o seu centro de si próprio e colocá-lo no Outro. Tirar um pouco os olhos do meu próprio umbigo e dar mais atenção ao meu irmão que sofre, ou no caso de um relacionamento a dois, como eu estou experimentando agora … ser para o outro … ser movimento puro para o outro … isso é divino ! Amar é sim divino, porque Deus é Amor (segundo a minha crença). Sei lá, às vezes eu fico meio bobo com isso … essas filosofias do Amor … a Rochely é que vai começar a ficar meio doida daqui uns dias, com essas minhas viagens hehehe :)) (ou não!) Bom, acho que já falei demais …..
Comentários


Quinta-feira, 23 de Janeiro de 2003, 03:39

All you need is Love !
Ontem (ou anteontem, sei lá) eu tava conversando com uma grande amiga minha que conheci na época que eu tava nos EUA, a Julie Ann … pela internet. Papo vai, papo vem, começamos a falar sobre o Amor, e ficamos filosofando, viajando muito … veio à tona o filme “Moulin Rouge”, que fala muito sobre esse tema.. quem não assistiu, quando tiver oportunidade, vá até a locadora mais próxima e assista, vale a pena. Uma das frases que eu mais gostei no filme é “The greatest thing you will ever learn is just to love and be loved in return”. E outras que também marcam muito … apesar de meio … ahn … melosas … “Love is a many splendored thing. Love lifts us up where we belong. All you need is love !!!” Pra entender um pouco o contexto … essa minha amiga tava meio pra baixo, mal humorada sei lá por quê. Aí eu tava tentando dar uma alegrada no ambiente, inclusive pra variar lembrei também da famosíssima “Don’t Worry Be Happy” que é meio que a minha música-tema. Parece que quando nos despedimos ela estava bem melhor, estava até conseguindo sorrir sem forçar! ;) Fiquei muito feliz por ela… Aliás, em geral, fico muito feliz quando pessoas que eu amo estão felizes … e, conseqüentemente, triste quando elas estão tristes… mas é assim mesmo … a aventura de amar … os riscos, o sofrimento, as alegrias … tudo faz parte.
Comentários


Terça-feira, 21 de Janeiro de 2003, 18:16

É simplesmente inacreditável o contraste que se pode ter nas férias… num momento, você está rodeado de amigos, curtindo todas as baladas, se divertindo pra caramba, churrasco, piscina, chachoeira etc … noutro, você acaba de acordar em algum horário entre meio-dia e cinco da tarde, almoça se for o caso, e fica naquele estado de semi-torpor e tédio total, surfando na net tentando achar algo que preste, ou simplesmente escrevendo um blog, como eu estou fazendo agora… acho que vou sentir saudades de tudo isso quando as aulas começarem! Outra coisa que eu notei … acho que vai ser meio difícil essa nova tarefa a que eu me propus a fazer… escrever um blog!! a que ponto chegamos?! cara, dá uma preguiça!! principalmente porque eu estou de férias! eu normalmente já sou muito preguiçoso, nas férias então, pode-se dizer que eu sou praticamente um bicho-preguiça em pele humana! Mas chega de blá-blá-blá … eu tava lendo o blog do meu irmão, que aliás tenho que adicinar nos links qualquer dia desses, e via algo interessante que me fez parar pra pensar: no meu primeiro post eu falei que queria que preferencialmente pessoas que me conhecessem pessoalmente lessem o dito cujo blog. Acho que estava um tanto quanto equivocado … pensando melhor, acho que isso não faz lá muita diferença não … de vez em quando (ou nem tão de vez em quando assim) eu tomo certas decisões precipitadas, sem pensar muito … quem me conhece bem que sabe …
Comentários


Segunda-feira, 20 de Janeiro de 2003, 02:44

Acho que consegui! Acabei descobrindo que eu tinha que colocar a tag <p align=”justify”> depois da data, senão misteriosamente não dá certo, acho que é porque na data tem um <h3> sei lá, as vezes pode dar incompatibilidade … acho que já falei demais … vou é dormir !!! Aproveitar que amanhã eu ainda posso acordar tarde (depois do meio-dia), afinal, SIM, eu ainda estou de férias !!!!!!! :))
Comentários


Segunda-feira, 20 de Janeiro de 2003, 02:18

Tô apanhando aqui, tentando fazer um layout que eu ache mais ou menos agradável aos olhos… não consigo colocar alinhamento justificado, já tentei o <p align=”justify”> mas não funcionou não, não sei porquê. Vai entender… Mas enfim, hoje, ou melhor, ontem (domingo) foi um dia memorável ! Fui no show do cara que eu mais admiro no mundo artístico, que na minha opinião é O Cara … Almir Sater, não poderia ser outro. É o segundo show dele, o outro foi ano passado mais ou menos na mesma época.. foi maravilhoso. Primeiro, porque eu estava acompanhado da Rochely, uma menina incrível que eu estou namorando há pouco mais de uma semana. Depois, porque o cara é simplesmente demais!! Pra quem nunca teve o privilégio de assistir um show dele, é uma experiência única. Cada música mais linda que a outra, os músicos da banda dele são excelentes, ele então nem se fala… no final do show, ele foi embora e a galera ficou pedindo pra ele voltar, e (pasmem!) ele voltou … Disse assim: “Sabe gente, agora não se fala mais Parou porquê, por que parou nem Mais um, mais um … chique mesmo é VORTA !! VORTA !! ” hehehehe… O Rodrigo Sater e a Gisele Sater (irmãos dele) também participaram do show, inclusive cantando uma música que vai estar no CD dela, daqui umas semanas ou meses… chama-se “Irmãos da Lua”, do Renato Teixeira … eu não conhecia, e foi paixão à primeira ouvida … muito meiguinha a música!! tem muita a coisa a ver com o que eu penso, principalmente a parte que fala “o simples resolve tudo” … acho que vou até colocar a letra dela aqui …… bom acho que por hoje é só, gente … inté ! :)
Irmão da Lua
(Renato Teixeira)

Somos todos irmãos da lua
Moramos na mesma rua
Bebemos do mesmo copo
A mesma bebida crua
O caminho já não é novo
O por ele que passa o povo
Farinha do mesmo saco
Galinha do mesmo ovo
Mas nada é melhor que a água
A terra é a mãe de todos
O ar é que toca o homem
O homem maneja o fogo
O homem possui a fala
e a fala edifica o canto
No canto repousa a alma
e a calma é irmão do simples
e o simples resolve tudo
mas tudo na vida as vezes
Consiste em não ter nada.

Comentários


Segunda-feira, 20 de Janeiro de 2003, 01:06

Incrível … até agora não tô acreditando que eu estou fazendo um blog … mas enfim … O título é de uma das músicas que eu mais gosto, e é, digamos, parte da minha filosofia de vida. “Don’t Worry, Be Happy”, do Bobby McFerrin. Acho a música simplesmente genial, além de muito engraçada também. Se encaixa em muita coisa da minha personalidade, desencanado, sossegado. Certo, título explicado, vamos ao blog em si … por que fazer um blog? Qual o sentido disso? (um pouquinho de filosofia não faz mal a ninguém hehehe :) Muita gente gosta de escrever tudo o que fez no dia, timtim por timtim, mas pra mim isso aqui vai ser mais como um repositório de pensamentos, reflexões e coisas interessantes que eu me deparo no meu dia-a-dia. Nada muito sofisticado. E também espero que somente pessoas que me conheçam pessoalmente leiam o blog, nada contra “amizades virtuais”, só acho isso um tanto quanto estranho pra mim, não consigo me acostumar com a idéia de ter amigos que eu nunca vi… mas admiro quem consegue :) Bom, acho que pra um primeiro post, deve tá ‘maomeno’ né ? sei lá … Vamo vê no que dá … seja o que Deus quiser!
Comentários


Viewable With Any Browser