Acaba de terminar minha primeira semana em Taizé. Muitas alegrias, muitas muitas mesmo, demais da conta… E algumas coisas um pouco chatas também, em poucas. Nessa primeira semana não trabalhei nada, como todos aqui… Hoje recebi as primeiras tarefas a fazer: hoje estou ajudando na acolhidados que estão chegando pra passar uma semana, e durante a semana vou ajudar na limpeza com aquelas máquinas de alta pressão que tem em postos de asolina. A acolhida é legal demais, conheci um montão de gente legal dos mais variados lugares do mundo… Hoje chegou uma galera grande dos EUA, uns130 e poucos da Itália, alguns suecos, poloneses, portugueses, tchecos… E também tem gente nova na minha casa (chamam de "Tilleul"): um austríaco, um taliano e um americano (que vai ficar no meu quarto). As despedidas hoje de manhã, depois da Missa, foram um pouco tristes… Troca de emails, fotos,abraços apertados, faz parte… Acho que meio que comecei a me acostumar com os ciclos de fazer novas amizades, conhecer pessoas novas, e depois me espedir… Vida de permanente também tem suas desvantagens! Vou sentir muita falta do Batista, o francês que passou 6 meses no Brasil, falaportuguês bem demais, é mais alto que eu… da Jessica, uma suíça que também passou 5 meses no Brasil, fala português com sotaque baiano… da Antonia, utra suíça que morou 11 meses em São Leopoldo, fazendo intercâmbio… todos gente fina demais da conta! Mas é a vida.. bola pra frente, né?

A Beatriz, minha "chefa" na equipe de acolhida, é legal pra caramba também. Ela é portuguesa, super animada e brincalhona, conversa com todomundo, tá sempre fazendo piadinhas… Ela é permanente também, já tá aqui há 11 meses, e vai ficar mais tempo ainda… Vamos nos encontrar bastante! Elae a Dulce (a outra portuguesa que tá ficando aqui) gostaram demais de ter alguém pra falar português com elas por aqui…! E eu também… =) O Edwin, um dos bolivianos que chegaram ontem, também é outro que é firmeza pra caramba. Tá ficando no meu quarto também, ele trouxe um monte de flautas daBolívia, um violãozinho chamado "charanga", uns chocalhos… O americano que tá no meu quarto, o Andrew, tá fazendo filosofia, a gente já teve algumas boas discussões sobre isso, ele é bem bacana também. O que eu realmente vou sentir falta é de assistir os jogos da copa!! Pelo jeito, só vou poder ficarsabendo do resultado depois deles terem acontecido, uma pena mesmo… =( Bom, depois escrevo mais, daqui a pouco tem a oração da noite, vai ser bacana porque tem o pessoal novo que chegou hoje… Dependendo de quem está em maioria na Igreja, eles cantam mais músicas no idioma dessa galera… Nocaso, acho que a maioria ainda é alemã, nossa, como tem alemão por aqui!!!!!!! =)