Que a terra abra caminhos sempre a frente dos teus passos
E que o vento sopre suave os teus ombros
Que o sol brilhe sempre cálido e fraterno no teu rosto
Que a chuva caia suave entre teus campos
E até que nos tornemos a encontrar
Deus te guarde no calor do seu abraço
E, até que nos tornemos a encontrar
Deus te guarde, Deus nos guarde em seu abraço

(Igreja Metodista)