Este post é bizarro. Estou num videokê na vila Madalena em São Paulo, plenas 3:25 da madruga, e eu acabo de notar que a tecla 3 do teclado tá queimada! Isso mesmo, parece que alguém enconstou um ferro quente, nossa, muito bizarro! Só não é mais bizarro do que o que eu estou ouvindo… Nossa, como tem gente que canta mal (com L ou com U?)! Não sei o que é pior: as músicas (tem gente que chama isso de música hehehehe) que eles escolhem ou como eles cantam… talvez um pouco do meu preconceito negativo seja devido ao meu sono… Digo preconceito negativo porque ultimamente aprendi com o irmão Cristóvão (da comunidade Taizé) sobre preconceito positivo, muito legal!!! Quando você encontra uma pessoa que nunca viu na vida, você assume que ela é boa e que vocês vão ter uma amizade muito legal, e que essa pessoa só tem coisas boas a oferecer. Resumindo, você dá um voto de confiança. E ele garante que funciona! Eles fizeram uma espécie de “lavagem cerebral” no pessoal que ia preparar a Jornada da Confiança em Aracaju (2003), nesse sentido da galera ter preconceito positivo… e deu certo! =) Enfim. Não sei se já falei sobre a Rozenn aqui. É uma moça francesa gente finíssima, que apareceu na Missa da Unicamp semana passada… Ela tá fazendo intercâmbio, faz ciências sociais e é super católica ponta firme, tá em todas, participando das Missas com a gente, reuniões da Pastoral, encontros, etc etc… Ela tá com a gente agora… Muito engraçado, ela nunca tinha comido cachorro-quente e ficou maravilhada =) Ela é muito aberta, e tô treinando bastante o meu semi-francês… tô no nível 2 do CEL ainda… Bom. Deixa eu voltar pra “festa”… se pá daqui a pouco chega a minha vez (uh, que emoção!) de cantar…