É impressionante, mas parece que pela primeira vez em dois anos de história desse blog, ele vai ter comentários que realmente funcionam!!! Fantástico, né? Agora não tem mais choro nem reclamações, taí! =) Bom. Cá estou em Campo Grande, desfrutando do colo e da comidinha da mamãe, graças ao Deus… Como é bom! A gente passou o Natal lá na chácara, foi um montão de gente, teve amigo secreto da família, e foi bem engraçado … os top-3 presentes lá foram caixa de bombom, panetone e toalha de banho! Parecia mais Páscoa de tanto chocolate que a gente comeu!

E estou um pouco preocupado. Não sei, parece que ainda não entrei totalmente no clima de “semi-férias” que eu deveria estar… Ou não deveria, sei lá. Acho que estou um pouco preocupado com o exame de Sistemas Distribuídos que tenho que fazer dia 4, e também por ter esquecido de trazer o livro pra estudar … Como eu vou voltar pra lá dia 2, vai sobrar um tempo bem curtinho pra eu estudar alguma coisa. Mas beleza, acho que o que eu deveria fazer era simplesmente desencanar disso, deixar pra pensar nisso quando chegar a hora, e aproveitar essa cidade linda, essa família maravilhosa que Deus me deu… Mas ainda não consegui entender direito o que tá se passando comigo. Sei lá. Aliás, em muitas ocasiões eu não consigo entender direito o que se passa comigo, não sei porquê. É uma questão complicada. Bom. É isso.

Ah, tá sendo uma coisa legal e nova essa fase do meu blog. Pouquíssimas pessoas sabem da existência do mesmo, acho que só falei pra uma pessoa. Vou deixar as pessoas irem descobrindo com o tempo, por si mesmas. Mas acho que estou escrevendo mais e me dedicando um pouco mais. Sei lá. Hoje li uma parte boa da autobiografia do Ghandi, aliás tô curtindo muito lê-la. Estou lendo bastante nessas férias. Terminei de ler o meu semi-presente que ganhei da Aline (a que mora com a Karina), e gostei muito!!! Quero ver se termino o Ghandi e leio uma parte boa do “Socialismo: uma utopia cristã”, que comprei na feira do livro (também). Acho que vou ficando por aqui … Chega de baboseira por hoje, né?